Apple declara guerra aos carregadores USB genéricos

usb-charger

Depois do acontecido na China, em que duas pessoas foram eletrocutadas (uma morreu, a outra entrou em coma) ao utilizar o iPhone enquanto eles estavam conectados via USB – e em ambos os casos, o carregador era pirata -, a Apple reforçou a campanha de que os usuários deveriam utilizar apenas acessórios reconhecidos pela empresa, em resumo, oficiais.

Entretanto Cupertino resolveu dar um passo além: a partir do dia 16 de agosto e até o dia 18 de outubro, qualquer dono de iGadgets que estiver inseguro acerca de seu carregador USB não-Apple (preferencialmente piratas, mas por tabela os de terceiros reconhecidos também entraram na conta) poderão deixá-los nas Apple Retail Stores ou em uma Assistência Técnica oficial, com a promessa de que eles serão corretamente descartados. E para unir o útil ao agradável, ela oferecerá a seus clientes a possibilidade de comprar carregadores USB oficiais por apenas 10 dólares (ou o equivalente, dependendo da localidade).

Em nota divulgada, lê-se o seguinte trecho:

“Embora nem todos os adaptadores de outras marcas tenham problemas, estamos anunciando um programa de devolução de adaptadores de corrente USB para permitir que clientes adquiram adaptadores projetados adequadamente.

Na Apple, a segurança do cliente é uma prioridade. É por isso que todos os nossos produtos — incluindo os adaptadores USB para iPhones, iPads e iPods – são submetidos a testes rigorosos de segurança e confiabilidade, sendo projetados para atender às normas de segurança de governos em todo o mundo.”

A Apple soube reverter a situação e de bônus colocou minhocas na cabeça de todos que possuem carregadores de terceiros, mesmo os reconhecidos pela empresa, ao dizer que apenas os seus próprios passam por seu rigoroso controle de qualidade. Com essa jogada de marketing, ela posa de boa moça e ainda lucrará com as vendas adicionais de seus próprios carregadores.

Falando em Brasil, muito provavelmente não veremos esse plano aqui, portanto caso você queira adquirir um carregador adicional, compre somente os homologados pela Anatel (que garante a qualidade do produto) e claro, fuja dos xing-lings.

Fonte: Register.

Relacionados: , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Profissional de TI auto-didata, blogueiro que acha que é jornalista e careca por opção. Autor do Meio Bit e Portal Deviante, podcaster/membro fundador/Mestre Ancião do SciCast e host/podcaster do Sala da Justiça.

Compartilhar