Home » Fotografia » Big Brother do mal: hackers podem invadir sua Smart TV e te espiar de volta

Big Brother do mal: hackers podem invadir sua Smart TV e te espiar de volta

TV ou teletela? Vulnerabilidades em Smart TVs da Samsung podem conceder controle total do aparelho a hackers

6 anos atrás

smart-tv-japinha

Dada a evolução que os aparelhos de TV sofreram nos últimos anos, de monitor passivo a hub de entretenimento com apps e internet, era de se esperar que a bancada dos hackers iria investir seu tempo e expertise numa forma de invadir Smart TVs. E de acordo com os últimos informes estão conseguindo, ao menos com a Samsung.

Durante a conferência Black Hat na última quinta-feira dois pesquisadores da empresa de segurança iSEC Partners, Aaron Grattafiori e Josh Yavor demonstraram que diversos modelos dos televidores espertos da Sammy lançados em 2012 apresentaram vulnerabilidades que poderiam ser exploradas por hackers. Após informarem a fabricante, a Samsung lançou patchs de correção que fechavam as brechas exploradas, porém a dupla encontrou novas brechas, que podem ser exploradas se não forem corrigidas.

Segundo a dupla, no caso da Samsung o grande problema se deve ao fato dos apps de suas Smart TVs serem escritos em HTML5 e Javascript, que são muito mais fáceis de serem burlados e não precisam de um aparato high tech. Grattafiori e Yavor demostraram que com uma série de instruções simples editando algumas APIs, foram capazes de inserir um código malicioso via salas de chat ou browser e assumir o controle de uma TV remotamente.

Grattafiori explicou que como uma TV geralmente só tem um usuário, qualquer comprometimento do sistema é fatal, dando um hacker o controle completo do aparelho e lhe permitindo fazer o que quiser, como se ele estivesse sentado no seu sofá com o seu controle remoto em mãos. É o que acontece - à distância. Claro, o processo completo não foi detalhado - até para não ensinar o caminho das pedras.

A dupla ressalta a importância em manter o sistema atualizado e não sair instalando apps inúteis na TV, como forma de protegê-la.  Como hoje em dia as Smart TVs ficaram tão baratas a ponto de comprar uma "pelada" não ser mais tão vantajoso (as fabricantes sabem disso e modelos simples são bem mais feios e gordinhos) é sempre bom ficar atento, mas como o público geral não costuma atualizar nem o Windows, que dirá a TV.

Fonte: Mashable.

relacionados


Comentários