Home » Games » Microsoft » Assim como FIFA 14, Pro Evolution Soccer 2014 chegará em setembro por 200 reais

Assim como FIFA 14, Pro Evolution Soccer 2014 chegará em setembro por 200 reais

Konami segue o exemplo da EA com FIFA 14 e versões para consoles de mesa de Pro Evolution Soccer 2014 também custarão 200 reais

6 anos atrás

gogoni-pes-2014

Houve um raio de esperança que as distribuidoras de games haviam finalmente entendido o mercado brasileiro e passaram a vender lançamentos para consoles por valores muito mais amistosos. Um bom exemplo foi o sucesso estrondoso The Last of Us, que foi lançado no Brasil nas melhores lojas do ramo (e  na PSN brasileira) por R$ 149. Considerando que o dólar hoje faz com que a versão digital na PSN americana custe R$ 134,59 (valores de hoje), isso faz com que a diferença acabe compensando a aquisição da mídia física.

Entretanto há casos e casos. A EA já cravou que as versões de FIFA 14 para PS3 e Xbox 360 custarão R$ 199, 20 reais a mais do que os jogos do ano passado. Até mesmo a versão do PS2 sofreu reajuste: de R$ 99 do FIFA 13 para R$ 129 da nova versão. Todos então se voltaram para a Konami, para ver qual seria sua atitude.

Infelizmente foi a mesma. A produtora anunciou ontem que Pro Evolution Soccer 2014 será lançado no dia 24 de setembro no território brasileiro para PC, PSP, PS3 e Xbox 360, e as versões para consoles de mesa custarão os mesmos R$ 199 que a EA fixou em FIFA 14. Diferente da EA, a Konami não vai lançar PES 2014 para os consoles da nova geração, e vai utilizar os consoles atuais como plataformas de teste da FOX Engine.

A Konami japonesa deixou vazar no mesmo dia a lista com os 24 times brasileiros presentes no jogo, cinco a mais do que em FIFA 14 (até o momento): Atlético Goianiense, Atlético Mineiro, Atlético Paranaense, Bahia, Botafogo, Corinthians, Coritiba, Criciúma, Cruzeiro, Figueirense, Flamengo, Fluminense, Goiás, Grêmio, Internacional, Náutico, Palmeiras, Ponte Preta, Portuguesa, Santos, São Paulo, Sport, Vasco e Vitória.

Há de se considerar o seguinte: se a culpa fosse a alta no dólar, todos os blockbusters lançados recentemente custariam os mesmos 200 reais, o que não é o caso. A única explicação plausível é o fator Copa do Mundo, mesmo sabendo que no caso da EA, ela lançará como de praxe uma versão dedicada ao torneio, muito provavelmente pelo mesmo valor.

Fonte: Info.

relacionados


Comentários