Home » Internet » Reino Unido vai filtrar pr0n a força; usuário terá que requisitar acesso a operadoras

Reino Unido vai filtrar pr0n a força; usuário terá que requisitar acesso a operadoras

Governo britânico vai filtrar todo o acesso a material adulto, obrigando usuários a solicitar o acesso a suas operadoras

6 anos atrás

Se tem uma coisa difícil de se fazer na internet é impedir o acesso a qualquer tipo de material que se deseja consumir, ainda mais se esse conteúdo for adulto. Mas isso não quer dizer que as pessoas não tentam. Hoje, o primeiro ministro britânico David Cameron vai anunciar uma nova política de controle de acesso a material pornográfico, e a medida é um tanto polêmica: a partir do fim do ano, todas as contas de usuários terão filtros automáticos de conteúdo pr0n, e as restrições só serão removidas mediante requisição formal às operadoras.

É isso aí: os britânicos que quiserem acessar o Xvideos terão que pedir para o filtro ser desligado.

Essa é apenas uma das medidas que entrará em vigor: sites com pornografia extrema serão banidos, assim como posse desse material será crime (a saber: sexo violento, zoofilia, necrofilia, etc). Além disso os departamentos públicos criarão uma espécie de "lista negra" de termos de pesquisa, de forma a identificar possíveis pedófilos. Num movimento separado (mas que pode estar relacionado), o Twitter vai introduzir um sistema de tagging, para evitar que usuários postem imagens do tipo. Eles vão usar a tecnologia PhotoDNA da Microsoft, utilizada desde 2011 pelo Facebook.

Ainda que todo esse esforço seja por uma causa nobre - o combate à pedofilia -, questiono o fato de obrigar todos os usuários que desejam consumir material educativo serem obrigados a fazer uma solicitação formal para isso. Um pedófilo nunca vai se identificar para ter acesso à pr0n, e tal medida só vai trazer dor de cabeça a quem só quer ver o vídeo mais recente da Alexis Texas em paz, e seria incapaz de fazer mal a uma mosca.

Fonte: The Register.

relacionados


Comentários