Home » Software » Universitária desenvolve extensão para navegador que confunde anunciantes online

Universitária desenvolve extensão para navegador que confunde anunciantes online

Rachel Law, uma universitária de Singapura de 25 anos, desenvolveu um jogo que pode se tornar o pesadelo da publicidade online. Chamado "Vortex", trata-se de uma extensão para navegador que é parte jogo, parte um aplicativo que embaralha as informações, criando uma identidade falsa que não tem nada a ver com a realidade.

6 anos atrás

Site Miner

Crédito da imagem: Advertising Age

Rachel Law, uma universitária de Singapura de 25 anos, desenvolveu um jogo que pode se tornar o pesadelo da publicidade online.

Chamado "Vortex", trata-se de uma extensão para navegador que é parte jogo, parte um aplicativo que embaralha as informações, criando uma identidade falsa que não tem nada a ver com a realidade.

A extensão, que funciona com os navegadores Firefox e Chrome, confunde a tecnologia que permite classificar a audiência dos sites e definir quem é mais propenso a comprar sapatos ou artigos esportivos, por exemplo.

Segundo a criadora:

É uma maneira de mascarar nossa identidade através da rede. Funciona mais ou menos como o Adblock, com a diferença que as informações são misturadas para enganar anúncios direcionados (ou retarget, em português). Isso é feito através de um jogo que permite pescar cookies como se fossem criaturas marinhas, no melhor estilho Pac-Man. Esses cookies são misturados, criando informações que não tem nada a ver com seus hábitos online.

Caso você não saiba, cookies são pequenos arquivos que os sites guardam no seu navegador e que, no caso da publicidade, servem para traçar um perfil do que você faz online.

Parte do objetivo do sistema é entender como funcionam os algorítmos que classificam as pessoas em segmentos de audiência. Para isso, é necessário um número grande de jogadores para que seja possível obter um padrão do que as empresas de publicidade monitoram.

Law não se declara contra a publicidade:

Anúncios direcionados são prejudiciais quando informações confidenciais, como questões médicas ou registros criminais, são utilizadas como uma forma de discriminação na hora de definir preços. Eu gosto de imaginar um futuro onde as pessoas possam escolher quais cookies querem utilizar quando estiverem escolhendo algo para comprar, permitindo que vejam apenas os anúncios que lhes interessam.

O Vortex apresenta um "alternador" que permite que você troque seu perfil, mascarando sua identidade na internet.

A extensão ainda não está disponível para o público em geral. Law pretende lançar o jogo, chamado de Site Miner, em setembro, com código-fonte aberto, também conhecido como open-source.

O sistema completo, que inclui o Vortex, ainda tem problemas de segurança, por isso não será lançado junto. Law não se considera uma programadora experiente, ela aprendeu a programar na base da tentativa e erro, então espera ter ajuda para tornar tudo seguro.

Fonte: Advertising Age

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários