Home » Hardware » Isto fica feliz em ser útil: Ford está usando robôs para testes de resistência em novos veículos

Isto fica feliz em ser útil: Ford está usando robôs para testes de resistência em novos veículos

Robô da Ford pode dirigir por horas sem parar, permitindo melhores resultados em testes de resistência.

6 anos atrás

TransitRoboticTesting_01_HR

Uma das propostas mais interessantes em se utilizar robôs é a automatização do trabalho humano. É verdade que isso pode diminuir o número de vagas em indústrias - o que faz parte do processo de evolução, infelizmente - mas também pode evitar que pessoas se coloquem em algum tipo de risco.

Empresas como Google, Lexus e Audi já possuem protótipos de robôs capazes de dirigir e isso não é lá um conceito novo, mas o autômato da Ford recebeu uma aplicação diferente: Eles estão usando robôs para operar veículos novos com o único propósito de testes de resistência, na pista de corrida da empresa.

Lembro-me de uma visita à fábrica da Ford de São Bernardo do Campo, que possui um destes circuitos no qual eles testam caminhões. E, uma vez que os pilotos pareciam estar se divertindo bastante, acho que eles não vão gostar muito da novidade, não.

De qualquer forma este tipo de teste pode ser muito estressante para o corpo humano, especialmente por causa de curvas em altas velocidades e possíveis colisões. Felizmente os robôs não são tão frágeis, sendo capazes de percorrer o mesmo traçado durante o tempo que for necessário, com os devidos ajustes.

Para conseguir montar um robô ideal, a companhia fez um acordo com a Autonomous Solutions, Inc, que desenvolveu e implementou a solução, que não necessita de nenhuma interação humana. O sistema utiliza um GPS com precisão de - pasme - uma polegada. Ao menos é o que a Autonomous Solutions alega.

Ou seja, agora a Ford pode testar seus veículos 24 horas por dia, sete dias por semana, com até oito carros-robô autorizados rodando na pista ao mesmo tempo. É de fato impressionante. Além disso, um computador central recebe todas as informações em tempo real, incluindo velocidade e localização de cada unidade, permitindo a um operador humano enviar comandos para que determinado carro realize manobras específicas, se necessário.

Veja abaixo um vídeo que mostra o robô em ação:

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=0LrJr02ek_M&w=640&h=360]

A Ford alega ser a primeira montadora a utilizar robôs para testar veículos em ambiente fechado. Tal tecnologia pode chegar à outras linhas de montagem, possivelmente até o ponto em que todos os modelos da empresa sejam testados desta forma.

Lembrando que a empresa já tem outros projetos envolvendo estas tecnologias, então pode ser apenas questão de tempo para que ela se junte ao grupo de fabricantes de carros que dirigem sem interação humana, em caráter comercial.

Fonte: Ford.

relacionados


Comentários