Home » Games » Cultura Gamer » Para executivo da DICE, o mercado de shooters militares não está saturado

Para executivo da DICE, o mercado de shooters militares não está saturado

Contrariando muita gente que acha que o gênero está ficando saturado, para a DICE os FPS militares modernos ainda tem histórias para contar

6 anos atrás

Battlefield 4

Muita gente diz que o gênero dos FPS militares (também conhecido por MMS - Modern Militar Shooter) está saturado, muito por culpa da Activision, que insiste em lançar um Call of Duty religiosamente, todo ano (tal como a Ubisoft anda fazendo com Assassin's Creed hoje em dia), repetindo o erro que cometeu com Guitar Hero, ao entupir o mercado de games similares até o jogador enjoar. A própria EA provou disso ao rebootar a série Medal of Honor, cujas vendas foram inexpressivas. Mas segundo o produtor executivo da DICE Patrick Back, o gênero ainda possui lenha para queimar.

"Não há muitos shooters militares, para ser honesto. (...) O gênero está saturado? Mesmo? Há dois anos atrás eu concordaria com isso. Mas as pessoas estão se movendo para outros gêneros. Nós permanecemos porque temos mais a fazer com ele. E eu acho que se você fizer um grande jogo, ele será grande, sem dúvidas. Não importa se você tem o título mais legal ou com mais hype".

Faz sentido. O gênero ainda pode trazer grandes surpresas, como foi o caso de Spec Ops: The Line. Back ainda disse que o novo gênero eleito pelos desenvolvedores são os games de sci-fi,  que segundo ele "ficará saturado e as desenvolvedoras se moverão para outro gênero". Qualquer semelhança com gafanhotos não é mera coincidência.

Se você analisar os games anunciados na E3 2013, veremos que vários shooters anunciados são futuristas, como Destiny e TitanFall. Segundo Back, a série Halo vem trazendo uma história de ficção científica de qualidade há vários anos, e agora várias desenvolvedoras viram e disseram "ei, isso pode ser legal" e foram atrás (lembrando que Destiny é da Bungie, antiga desenvolvedora de Halo). Portanto pode-se dizer que a DICE não pretende por enquanto produzir um novo Battlefield 2142, isso se não resolver voltar à Segunda Guerra Mundial, gênero que foi ordenhado até secar e agora anda esquecido.

Fonte: The Escapist.

relacionados


Comentários