Home » Meio Bit » Hardware » Drones autônomos já conseguem seguir uma pessoa como um animal de estimação

Drones autônomos já conseguem seguir uma pessoa como um animal de estimação

Falkor Systems apresenta protótipos de drones autônomos capazes de seguir ma pessoa sem a necessidade de um operador

6 anos atrás

gogoni-drone

Sameer Parekh era um contador em Wall Street que resolveu largar o emprego e fundar a Falkor Systems, uma empresa centrada em desenvolvimento de novas tecnologias de drones autônomos. Seu desejo é simples: eliminar a necessidade de um controlador, permitindo que os drones mapeiem e sigam seu rumo seguindo apenas seus algoritmos de inteligência artificial.

O protótipo apresentado no vídeo abaixo é um Parrot AR.Drone 2.0 modificado, programado para seguir a imagem estampada na camisa que o rapaz está usando. Seus algoritmos fazem com que ele mantenha uma distância segura elegantemente, mas seguindo a pessoa fielmente - quase como um cachorrinho.

A ideia de Parekh é refinar a IA dos drones de modo que eles reconheçam seus donos sem a necessidade de acessórios, o que poderia ser um produto interessante para atletas extremos, como base-jumpers. Eu consigo imaginar esses drones acompanhando um maratonista por exemplo, ou até mesmo um repórter numa zona de conflito. Claro, algumas alterações seriam necessárias nesses casos, mas se os drones conseguirem no futuro escanear e reconhecer um rosto, mover o foco para outro ponto é fichinha.

Fonte: PopSci.

relacionados


Comentários