Home » Internet » Google ressuscita Buzz só para matá-lo de vez

Google ressuscita Buzz só para matá-lo de vez

A hora dos mortos-vivos: Google notifica usuários sobre destino final de conteúdo compartilhado no Buzz, a tentativa de rede social que ainda não morreu

7 anos atrás

"RISE FROM YOUR GRAVE!"

Alguém lembra do Google Buzz? A tentativa anterior da empresa em criar uma rede social abotoou o paletó de madeira em 2011, e apesar de ter sido duramente criticada, ela tinha alguns recursos bem legais, como a integração total com o e-mail e a forma simples de compartilhar conteúdo. Com o lançamento do Google+, mesmo que ambos não fosse exatamente iguas eram destinados para o mesmo fim, e com isso o Buzz partiu rumo ao infinito e além.

Quer dizer, em partes. O Google ainda não se livrou do conteúdo dele e agora para resolver isso de uma vez por todas, começou a enviar e-mails para os usuários informando como as postagens serão salvas.

O Google vai salvar na pasta do Drive dos usuários dois arquivos (que não serão contabilizados no limite de armazenamento): o primeiro, pessoal, conterá todas as postagens públicas e privadas que você fez. O segundo contém uma cópia dos arquivos públicos, que poderá aparecer em pesquisas e estará acessível a qualquer um que tiver o link. Os comentários que você fez, obviamente, serão armazenados nas pastas dos donos das postagens.

O Google disponibilizou um link para que todos tenham acesso a suas postagens e caso desejem, deletar a conta de imediato antes da morte definitiva do Buzz em 17 de julho, e não importar nada. Como vi que só compartilhei CINCO posts, deixei pra lá porque não vai ocupar espaço mesmo... 🙂

relacionados


Comentários