Habemus XBox One: especificações, recursos e claro, os games

XBox One

E a espera acabou: após meses de especulações a Microsoft finalmente revelou seu novo console. O XBox One está entre nós. Em uma conferência rápida (apenas uma hora), a gigante de Redmond apresentou seus novos planos para a indústria de entretenimento, e deixou claro que games não são mais o foco.

Aliás esse é o diferencial da Microsoft: enquanto Nintendo e Sony (essa última em menor escala) se preocupam em criar consoles mais voltados para games, ela quer ser o centro da sala de estar. A Microsoft sempre quis colocar um set-top box próprio nas casas das pessoas, e ela conseguiu com o 360. A ideia agora é agregar todas as funções de games, vídeo, TV, música, comunicações, tudo em um só aparelho. Um all-in-one. Daí o nome.

As especificações do XBox One são bem similares ao PlayStation 4, e novamente temos uma arquitetura de PC, o que é ótimo, acabaram os problemas de desenvolvimento devido plataformas malucas (exceto com o Wii U, coitado):

  • Processador AMD de oito núcleos e litografado no processo de 40 nanômetros, com GPU integrada (clock não revelado);
  • 8 GiB de memória RAM do tipo DDR3;
  • HD de 500 GB da Microsoft;
  • Drive de Blu-ray;
  • Conexão Wi-Fi Direct, três portas USB 3.0 e suporte a HDMI, entrada e saída;
  • Novo Kinect com câmera de 1080p que captura vídeos em 30 fps;
  • Joystick redesenhado, mas muito próximo do presente no XBox 360; botões com force feedback individual.

A Microsoft prometeu uma estrutura de servidores tão boa para XBox Live que desenvolvedores vão poder usar a estrutura da nuvem para jogos online.

gogoni-kinect

gogoni-controller

As features mais interessantes apresentadas, no entanto, não dizem respeito a jogos, mas a recursos de interação com o console. Ao dizer “XBox, on”, o console liga e reconhece a voz do usuário, logando automaticamente. Não há mais uma tela de login. O controle também possui função de reconhecer o usuário, no momento em que você segura ele. O Kinect 2.0 foi aprimorado, sendo capaz de detectar até os batimentos cardíacos. Ele permitirá inclusive novos gestos de interface, como controlar o zoom da tela de um filme com um gesto de segurar as mãos e puxar, como se estivesse esticando a tela, ou a alternância entre serviços de TV, filmes e games, tudo pela voz e em tempo real.

Ainda em serviços não relacionados a games, a Microsoft anunciou uma parceria com a NFL para melhorar ainda mais o Fantasy Football: enquanto você assiste os jogos o sistema atualizará em tempo real as estatística de seu time.

Como esperado há muito de Windows na nova Live. O novo console suportará Skype, o que será muito bom para partidas online. Não só isso, quando dentro de uma aplicação você pode acionar os charms (aqueles menus na lateral da tela) e interagir com outros aplicativos relacionados, exatamente como no Windows 8.

Um feature importante: Smartglass. O app baixado mais de 10 milhões de vezes e que permite conectar qualquer smartphone e/ou tablet ao 360 estará presente no XBox One e desempenhará um papel importante, já que o novo console foi projetado tendo o recurso em mente. Isso é algo que a Apple caso lançasse um Pippin 2 (até parece) jamais permitiria: dispositivos de outras empresas interagirem com os seus. Mas a Microsoft pensa software, não hardware, para ela tanto faz.

Mas finalmente vamos ao que interessa, os games! Para começar veio Andrew Wilson, VP executivo da EA Sports, que anunciou uma parceria com a Microsoft, de modo a levar para o console os títulos de esportes mais valiosos da empresa, além de revelar sua nova engine, a Ignite. FIFA 14, Madden NFL 25, NBA Live 14 e UFC Championship já estão confirmados como disponíveis no lançamento do console.

No campo dos exclusivos, a Microsoft Studios revela o trailer de Forza Motorsport 5, que promete bater de frente com Gran Turismo 6:

http://www.youtube.com/watch?v=r46D1lRpO1k

A Remedy exibiu o trailer do também exclusivo Quantum Break, game que segue os moldes de seu título anterior Alan Wake. A Microsoft prometeu 15 títulos, os demais a serem revelados na E3.

O que seria de uma conferência de XBox sem Halo? Infelizmente não anunciaram um game novo, mas algo melhor: com a criação da XBox Entertainment Studio, está em desenvolvimento uma série de TV baseada na franquia, com direção de ninguém menos que Steven Spielberg!

gogoni-spielberg

E para encerrar a Activision tomou a apresentação para si, onde revelou trailer e detalhes da produção de Call of Duty: Ghosts, e todo o cuidado tomado para fazer desse título um dos melhores da franquia. O roteiro é assinado por Stephen Gagham, ganhador do Oscar por Traffic:

http://www.youtube.com/watch?v=B00xKmtyfaY

No fim da apresentação foi revelado que o console estará disponível no fim do ano em todo o mundo, sem informação de preço ou data. Infelizmente há algumas ressalvas, como o fato do console ter realmente uma trava contra jogos usados (na verdade uma taxa), mas maiores informações sobre o console, além de mais jogos só serão reveladas na E3 2013, daqui a duas semanas.

Leia também:

Relacionados: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Profissional de TI auto-didata, blogueiro que acha que é jornalista e careca por opção. Autor do Meio Bit e Portal Deviante, podcaster/membro fundador/Mestre Ancião do SciCast e host/podcaster do Sala da Justiça.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples