Home » Fotografia » E a Universal não larga o osso

E a Universal não larga o osso

12 anos atrás

meiobit-kittypendrive.jpg

Pelo título até poderia ser a do bispo macedo, mas é a Universal Records.

E não é só ela. Outras gravadoras que ainda não pegaram essa coisa de Internet insistem na venda física, com soluções meia-bomba dignas de donos de padaria.

Com as vendas de CD indo pro saco, quedas de 19% nos EUA e 10% no Reino Unido, os "gênios" decidiram contra-atacar.

Investindo no iTunes, em outras lojas online?

Não. Vão vender álbuns em pendrives.

E, também, singles. Na melhor estratégia "a venda caiu? Aumente o preço pra manter o lucro". Um single na Inglaterra custa em média £2.99. Vão começar a vender no final de Outubro um single da dupla Keane and Nicole, que imagino ser uma espécie de Sandy e Junior mane in england, custando £4.99. A idéia é que os fãs, jovens, paguem o valor mais alto por causa do conteúdo multimídia, com vídeos e fotos disponibilizado no pendrive.

Sim, o mesmo conteúdo multimídia que esse grupo está careca de baixar da Internet.

Nas palavras de Brian Rose, Diretor Comercial da Universal UK, que deve ser mais um daqueles sujeitos caquéticos nascidos no século retrasado, que pra mandar email usam a secretária:

"Este lançamento visa os mais jovens, de 12 a 24 anos, que não acreditam mais que os CDs são legais como costumavam ser"

Mr Rose, CDs não são mais "cool", mas comprar música em pendrive é menos cool ainda. Se vocês não entenderem que uma faixa do público quer os CDs, e outra quer ONLINE, vocês vão pro buraco.

Fonte: Times Online

relacionados


Comentários