Home » Internet » Corte alemã manda Google lavar a boca com sabão

Corte alemã manda Google lavar a boca com sabão

Corte alemã ordena Google a remover do motor de busca todas as sugestões do recurso autocompletar com conotações difamatórias.

7 anos atrás

Professor Xavier is a jerk

As buscas do Google obviamente são retroalimentadas pelo que os usuários procuram, graças à feitiçaria ao algoritmo poderoso que o buscador emprega. Desnecessário dizer que envolvido o "fator ser humano", o motor passou a mostrar sugestões  de busca com diversos palavrões, impropérios e piadinhas de baixo calão. Basta digitar "I ate" e ver o que se segue.

Claro, isso diretamente não é responsabilidade do Google, mas a Corte Federal da Alemanha não pensa assim. Tanto é que condenou a gigante de Mountain View a remover toda e qualquer sugestão com conotação difamatória do motor de busca. Um trabalho ingrato e inútil, diga-se de passagem, pois humanos continuarão a ser... humanos.

Para a Corte, "a falsa implicação entre um indivíduo e termos com conotações negativas" são de responsabilidade única e exclusiva do Google. Veja bem, os juízes sabem muito bem como funciona o sistema e sabe que a culpa é dos usuários ao inserirem essas buscas, mas para eles, a empresa tem a responsabilidade de remover as entradas tão logo tomem conhecimento delas.

Um porta-voz do Google diz que “a empresa está desapontada com a decisão" e que "acredita que o Google não deveria ser responsabilizado pelos termos que aparecem no recurso autocompletar, já que são previsto através dos algoritmos baseados nas buscar dos usuários, e não por eles próprios". A empresa ainda aguarda notificação oficial para decidir o que fazer, sendo muito provável que irá recorrer.

Fonte: AllThingsD.

relacionados


Comentários