Home » Games » Miscelâneas » David Cage defende suas criações “cinematográficas”

David Cage defende suas criações “cinematográficas”

Após ouvir criticas sobre seus jogos, David Cage diz não se importar com isso e afirma ser um ciador de experiências, não de produtos.

5 anos e meio atrás

beyond-two-souls_08.05.13

Quem jogou o Indigo Prophecy ou o Heavy Rain pode até não ter gostado daquilo que David Cage propôs nos jogos, mas se tem uma coisa que todos devem concordar é que o game designer consegue instigar nossa curiosidade em saber como o enredo se desenrolará.

Com o lançamento do Beyond: Two Souls ficando cada vez mais próximo e seu estilo seguindo os dos projetos anetriores, foi perguntado a Cage o que ele pensa sobre as críticas que são feitas em relação a isso e considero sua respostas bastante interessante, veja só:

Você nunca cria um jogo em reação às críticas, caso contrário está criando um produto. Eu não crio produtos, estou tentando criar experiências, estou tentando ser sincero em relação aquilo que estou fazendo. Sim, nós ouvimos muitas coisas boas e ouvimos algumas coisas ruins. Bom, vamos em frente. Vamos tentar fazer algo melhor da próxima vez e talvez algo que seja totalmente diferente.

A única coisa que eu não queria fazer era uma continuação para o Heavy Rain, algo como ‘Oh, vamos fazer a mesma coisa, consertar algumas coisas aqui e ali e simplesmente lançar o mesmo jogo.’ Com o Beyond: Two Souls começamos de uma página em branco e tentamos criar uma experiência que pode ser diferente, que possa ser jogado diferentemente.

Eu só consigo concordar plenamente com a declaração de Cage e por mais que entenda a opinião de quem acusa suas criações de não serem jogos, nunca consegui ver sentido nessa discussão e acho que o inglês consegue contar uma história de maneira tão envolvente que não me incomodaria mesmo se nos seus games – ou chame do que preferir - só me fosse exigido apertar um botão há cada 10 minutos.

[via VG247]

relacionados


Comentários