Home » Internet » Prefeitura de SP pretende instalar pontos grátis de Wi-Fi no centro e periferia da cidade

Prefeitura de SP pretende instalar pontos grátis de Wi-Fi no centro e periferia da cidade

Prefeitura de SP prepara licitação para criar pontos de Wi-Fi gratuito em 120 locais da cidade, do centro à periferia.

7 anos atrás

Pateo do Colégio

Parece que agora vai: a prefeitura de São Paulo prepara licitação onde serão criados pontos de acesso livre à internet em cerca de 120 locais, entre praças, parques e terminais de ônibus. O mais surpreendente é que o plano não pretende contemplar apenas as áreas nobres, já que desde o plano piloto será levado à periferia.

O edital será publicado apenas na próxima sexta-feira, mas a redação da Folha de São Paulo já teve acesso às informações e detalha como será a implantação.

Durante o plano piloto onze praças servirão para testar o serviço: três no centro velho e oito nas Zonas Sul e Leste, a saber:

  • Centro: Pateo do Colégio, Pça. Roosevelt e Vale do Anhangabaú;
  • Zona Sul: Praça Adão Domingos de Morais Filho (Capão Redondo), Praça dos Cartógrafos (Jardim São Luís) e Largo Treze (Santo Amaro);
  • Zona Leste: Terminal São Mateus, Praça Dilva Gomes, na Cohab I (Artur Alvim), Praça Mãe Preta (Vila Curuçá), Praça Lions Clube (Itaim Paulista) e Praça Pe. Aleixo Monteiro Mafra (São Miguel Paulista, pertinho de casa).

A licitação será em lotes de 18 praças cada e seguirá algumas regras: a conexão deverá ser mantida 24/7 com velocidade mínima de 512 kb/s (quilobits por segundo), com interrupções de apenas 5% do tempo por mês. O serviço deve dar suporte a vídeos e voIP, e avaliação dos usuários refletirá no pagamento à empresa fornecedora do serviço.

Quanto à segurança, num primeiro momento o usuário não terá que se cadastrar para usar os pontos W-Fi, mas será obrigatório criar mecanismos para evitar que o mesmo não faça mau uso da rede.

A iniciativa é excelente, e apesar da carta do Wi-Fi livre ser utilizada em todas as eleições por aqui desde 2004, se o sistema funcionar (e de fato for implantado na periferia) pode ajudar a democratizar e muito o acesso à internet.

Fonte: Folha SP.

relacionados


Comentários