Home » Segurança » Inteligência francesa ordena retirada de artigo da Wikipédia por conter informações confidenciais

Inteligência francesa ordena retirada de artigo da Wikipédia por conter informações confidenciais

Polêmica: editor do Wikipedia teria sido forçado pela inteligência francesa a retirar informações consideradas confidenciais.

6 anos atrás

Station hertzienne de Pierre-sur-Haute

Neste último sábado, a Wikimedia Foundation divulgou uma nota dizendo que a Direção Central de Inteligência Interior (DCRI no original) forçou um voluntário da Wikipédia a retirar um artigo que, segundo a inteligência, conteria informações consideradas confidenciais.

Tudo começou quando, em 04 de março deste ano, a fundação recebeu um comunicado acerca de um wiki sobre a Base Militar de Pierre-sur-Haute, artigo esse que está na Wiikipédia francesa desde 2009. A DCRI só havia se dado conta do artigo recentemente e, segundo a nota, "o artigo continha informações militares confidenciais, e o orgão exigia a remoção imediata do mesmo".

A Wikimedia se recusou a remover o artigo, alegando que ele não continha informações suficientes (e é verdade; ele resume-se apenas a atestar que a instalação... existe). O departamento então mudou de estratégia: em 04 de abril, ele entrou em contato com um voluntário com poderes de administrador da Wikipédia (que dizem ser Rémi Mathis, presidente da Wikimedia France) e o teria pressionado a remover o artigo, inclusive o ameaçando de prisão caso não cooperasse. Mesmo não tendo nada a ver com o peixe, ele deletou o artigo.

Obviamente que o feitiço virou contra o feiticeiro: ao tentar censurar a informação, eles acabaram por atrair mais atenção do que o artigo originalmente recebia, e a notícia virou hit. E claro, como a Wikipédia é um órgão colaborativo, o artigo logo voltou ao ar, postado por outro voluntário que inclusive adicionou o episódio ao wiki.

O blog francês Numérama, acertadamente, o mencionou como um caso clássico de Efeito Streisand.

O termo foi cunhado em 2003, quando a cantora Barbra Streisand entrou com um processo contra o site pictopia.com e o fotógrafo Kenneth Adelman exigindo a retirada de uma foto aérea de sua mansão dentre uma coletânea de fotos da costa da Califórnia, além de uma indenização de 50 milhões de dólares. Desnecessário dizer que a foto bombou na net, e além de atrair mais atenção ainda para si, a cantora ainda deu nome ao fenômeno.

Voltando ao assunto, informação não é mais algo que depende de órgãos pré-estabelecidos de imprensa (que poderiam ser regulados mais facilmente). Qualquer um com um celular, um tablet ou um notebook, conhecimento e um pouco de boa vontade pode se tornar um divulgador/produtor de conteúdo. A caixa de Pandora foi aberta, e por mais que se tentem, não tem volta. Fechem um site, surgem vinte no lugar, além do buzz absurdo em volta.

No mais, fica a dica a quem deseja controlar a informação na internet: vocês perderam.

This machine kills fascists

Fonte: Wikimedia Blog France.

relacionados


Comentários