Google Keep – o Evernote de Mountain View

Google Keep no Chrome

Então que em uma bela quarta-feira de sol (ao menos aqui em Salvador) o gigante de Moutain View, sem muito alarde, lançou o seu mais novo serviço:

O Google Keep, um app para quem precisa fazer uma anotação rápida.

A ideia é simples: poder a qualquer momento, em qualquer lugar, escrever ou ditar – já falo sobre isso – uma anotação rápida, criar uma lista de tarefas ou tirar uma foto de algo importante ou não. Tal anotação estaria automaticamente sincronizada e você poderia acessá-la do conforto do seu lar através do seu navegador predileto (que obviamente seria um Chrome) pela maravilhosa rede mundial de comunicação aka internet.

Google Keep Android app

Cada anotação pode receber uma cor diferente o que ajuda na hora de saber o que procurar, além de deixar o widget do aplicativo no celular mais prático.

Além disso, ao invés de escrever, você pode ditar sua anotação e ela será devidamente transcrita, palavra por palavra no seu bloco de anotações… ou quase.

Quando eu disse “testando o reconhecimento de voz do Google Keep”, por exemplo, ele entendeu “testando o reconhecimento de voz do google tito”… Quase lá. Especialmente se levarmos em consideração que meu celular está configurado para entender português e “Keep” é, da última vez em que chequei, uma palavra inglesa. Um erro honesto, pode-se dizer.

O problema é que já vimos isso antes, e melhor: o Evernote faz exatamente a mesma coisa e ainda dá a opção de “taguear”, compartilhar suas anotações com qualquer pessoa, salvar uma página ou uma imagem da web e muito mais.

Já o Color Note pode não taguear como o elefante verde e nem ser acessado através de um browser mas, em compensação, tem algo que faz falta a ambos: um calendário. Nele é possível não somente organizar suas tarefas por dia específico como também criar alarmes para lembrá-lo sobre uma tarefa seguinte. Infelizmente esse calendário não pode ser sincronizado com a agenda do próprio celular (que por sua vez é sincronizada com o Google Agenda), é algo que realmente senti falta no Keep. Isso sem contar com o fato de ter widgets que lembram os bons e velhos post-its que acostumei a colar na borda do meu monitor.

Google Keep Android Widget

O maior problema que vejo no Google Keep não é a falta de sincronização com a agenda, não soar alarmes para lembrar as tarefas, a falta de opção de compartilhamento ou mesmo tags. O problema é que eu já vi algo bem parecido com isso antes e o próprio Google decretou sua morte algum tempo depois de lançado. Ou vocês já esqueceram do finado Google Notepad?

A morte anunciada do Google Reader na semana passada mostrou um lado do Google que poucos gostam de lembrar: o de empresa que precisa lucrar e, com isso, aplicativos que não dão dinheiro suficiente têm um mesmo destino, o cemitério.

Essas mortes levantam uma questão importante: até que ponto podemos confiar no Google? Afinal, hoje em dia, dependemos dele para quase tudo: desde buscar o significado de um termo qualquer a saber se o mesmo estaria escrito de forma correta. Dependemos do Maps quando estamos perdidos, usamos o Gmail e até compartilhamos materiais sensíveis através do Google Docs Disco Drive.

Aos poucos o Google está se transformando no mais próximo que temos de uma divindade. Ao menos onipresente ele já é. Desde que tenhamos uma boa conexão, claro, e até disso já estão cuidando lá pelas bandas da terra do tio Obama. O jeito é rezar, só que bem baixinho pois vai saber o quão alto o Google Voice Search pode ouvir, não é?

Relacionados: , , , , , , , , ,

Autor: Roberto Camara Jr.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples