L❤vepalz — O Triunfo da Teledildônica

A Teledildônica é o ramo do conhecimento humano que lida com a criação de brinquedos sexuais operando à distância. vão desde aplicações mobile a adaptadores de WiiMote, mas o Rolls Royce desses equipamentos é o L❤vepalz – Que não tem só palz, tem pererecaz também.

coisaestranha2

Na maior heresia contra uma divindade desde que o Marcos Feliciano abriu a boca, os dois brinquedos são chamados de Zeus e Hera.

Com bombas de ar, pistões automáticos, sensores de velocidade e pressão, conexão via internet, os dispositivos permitem que um casal “interaja” mesmo sem se tocar. Os equipamentos funcionariam monitorando a movimentação de cada um e repetindo em cada ponta (epa!) os esticas, empurras e viva a festa da Xuxa.

Não sei como funcionaria em uma conexão com muito lag, mas se tem gente que reclama da quebra de ritmo e clima da colocação da camisinha, imagine esse negócio, cujo setup deve ser tão complicado quanto o de um Hangout do Google.

O hardware (sem trocadilhos) é impressionante. Dentro da “Hera” há até um airbag para simular as contrações da perseguida. Sério, veja o teste:

Eu sei que historicamente homens não tem nenhum critério, introduzindo (sem epa!, é no sentido correto) seus bilaus em todo tipo de lugar questionável, como ralos de piscina, animais de fazenda, tortas de maçã, melancias e integrantes do FEMEN, mas mesmo alguém acostumado com essas atividades teria medo disto:

euheim

Eu entendo, dado o público nerd fazerem o equipamento para os homens em tamanho blogueiro, mas será que as usuárias acharão o equipamento delas adequado?

A US$ 189,00 cada um, um casal gastaria US$ 378,00 para se constranger, sai muito mais em conta pagar isso em conexão internet e usar o bom e velho Skype, apelando para a atividade manual que tem servido à Humanidade desde Onan. Pelo menos você não tem que explicar na alfândega que NÂO é um terrorista.

E nem vou entrar no fato do L❤vepalz ser discriminador para casais gays, que teriam que comprar dois conjuntos, que serão entregues a partir de 29 de Março, em embalagens discretas marcadas como “Garrafa Térmica”. Só se for lá, 11,5 cm aqui no Brasil é caçulinha.

Fonte: TC.

Relacionados: , , , , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz, Calcinhas no Espaço e Do Tempo Em Que A Pipa do Vovô Subia.

Compartilhar