Home » Meio Bit » Hardware » nVidia diz que PlayStation 4 não vale o esforço, ela simplesmente “deixou” a AMD equipá-lo

nVidia diz que PlayStation 4 não vale o esforço, ela simplesmente “deixou” a AMD equipá-lo

Por que a nVidia largou o mercado de consoles e deixou de ser a fornecedora de GPUs para o PlayStation 4?

6 anos atrás

Laguna_DualShock4_17mar2013

A nVidia dizia que a 8ª geração de consoles seria a última, mas a designer de GPUs simplesmente despediu-se como fornecedora de processadores gráficos na 7ª geração: o PlayStation 4 utilizará componentes da AMD e a nVidia terá de se virar com quinquilharias baratas como Shield ou Ouya.

Em entrevista, Tony Tamasi, vice-presidente sênior de conteúdo e tecnologia da camaleão verde de Santa Clara, foi bem direto:

Fizemos intensas negociações [com a Sony] e em determinado ponto chegamos à conclusão de que não gostamos nenhum pouco do valor que os japoneses iriam nos pagar: já fornecemos tecnologia para o XBox original e para o PlayStation 3, então meio que entendemos sobre as decisões econômicas durante o desenvolvimento e conflitos internos quanto à escolha do hardware.
·  
Se desenvolvermos apenas determinado componente tecnológico de um console, que outra parte do nosso negócio usaríamos para correr atrás de maior lucro nesse mercado?
·  
No final das contas, você tem engenheiros e capacidade demais, então se apenas fornecermos chips para a Sony ou Microsoft, estaremos desperdiçando esforços que poderiam ser alocados para lucrarmos ainda mais com a nossa tecnologia em outros mercados.
·  
Falando no PlayStation 4, a AMD pegou o negócio e a nVidia não, mas vamos ver como isso se desenrola a partir de uma perspectiva de negócios: achamos que o console da Sony não nos seria um bom desafio tecnológico.

A impressão que a nVidia passa é a de que “gentilmente” cedeu à AMD o lucrativo mercado de fornecimento de tecnologia para consoles: do ponto de vista financeiro pode até ser algo verdadeiro, com a nVidia anunciando publicamente seus lucros e a AMD tendo que vender um prédio para não ficar em situação ainda pior.

O tio Laguna suspeita que a Sony também não queria pagar pelas licenças que a nVidia cobraria por uma possível retrocompatibilidade do PS4 com os jogos do PS3, assim como a Microsoft teve de pagar bem caro para que os jogos do XBox 1 rodassem no XBox 360 sem problemas legais.

De qualquer forma, o atual foco da nVidia é nos próximos processadores ARM: a maior preocupação da empresa no momento é incorporar um modem LTE numa nova versão do Tegra 4 e a camaleão verde parece não se importar tanto com o mercado de consoles quanto se preocupa com a dura concorrência contra a Qualcomm, cujo Snapdragon incorpora modem 4G desde antes do Snapdragon S4.

Fonte: GameSpot via DailyTech.

relacionados


Comentários