Ed Fries diz que consoles não podem ignorar modelo da Apple

dori_app27.11.12

Tendo ocupado o cargo de vice-presidente da divisão de games da Microsoft durante quase todo o ciclo de vida do seu primeiro console, Ed Fries costuma ser chamado de “pai do Xbox” e se a marca conseguiu se firmar na indústria ou a companhia pôde adquirir estúdios respeitáveis como a Ensemble Studios e a Rare, grande parte do mérito deve ser dado ao executivo.

Atualmente ele comanda a Figure Prints, empresa dedicada a criar réplicas de personagens e objetos de games famosos, além de atuar como consultar na criação do Ouya, aquele videogame que usará o Android como sistema operacional e que poderá trazer algumas mudanças para a maneira como adquirimos jogos para um console.

Como Fries tem acompanhado a indústria tão de perto, durante uma entrevista ao site GameInformer ele foi questionado sobre o que mudou no lançamento de um console na última década e sua resposta mostra como as fabricantes deveriam agir daqui em diante.

Está se tornando mais difícil para os consoles tradicionais ignorar o tipo de experiência proposta pela Apple. Qualquer pessoa pode desenvolver para suas plataformas, a certificação é relativamente barata e indolor, e antigamente havia todo tipo de mitos e lendas dizendo que isso era algo ruim de se fazer, de que foi por isso que o mercado de games quebrou em 84 e que havia muito lixo no mercado, mas agora você tem caras que fazem jogos como o Fez e que não podem atualizá-los porque isso custa muito caro. Se o jogo estivesse no iOS não haveria este problema.

Esse tipo de ideia precisa sumir na próxima geração. Ela sumirá com o Ouya, sumirá se a Apple lançar algum tipo de produto neste espaço e as fabricantes de consoles como a Sony, Nintendo e Microsoft terão que dar uma resposta a isso, da mesma forma que terão que dar uma resposta ao modelo Free-to-Play. O mundo está mudando, as pessoas querem a experiência Free-to-Play, as desenvolvedoras de jogos querem criar títulos gratuitos e o ecossistema dos consoles terá que se adaptar a isso. Não poderá ser apenas produtos físicos por US$ 50 para sempre.

Dar espaço aos desenvolvedores independentes parece ser mesmo uma tendência, algo que a Nintendo já parece ter percebido e que as concorrentes possivelmente não ignorarão. Só discordo de Fries em relação a uma possível enxurrada de porcarias ser um mito e o canal de indies da Xbox Live é um belo exemplo disso.

Relacionados: , , , , , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples