O Homem de Oito Milhões de Dólares

Em 1973 quando estreou o seriado d´O Homem de Seis Milhões de Dólares, Steve Austin foi reconstruído pela quantia de US$6 milhões. Hoje isso não dá nem pra saída. Aplicada a inflação, equivaleria a US$29.954.035,00.

Por isso que só a perna de Zac Vawter custa 8 milhões. Não que ele esteja reclamando. Esse ex-corredor está bem satisfeito em ser cobaia do instituto de Reabilitação de Chicago, testando a prótese mais avançada do mundo.

Segundo os pesquisadores a maioria das pernas mecânicas são passivas (ui!), no máximo pernas-de-pau glorificadas. A que Zac está usando é composta de micro atuadores, sensores e programada para identificar os sinais neurais de movimento. É a primeira perna controlada pelo cérebro do usuário. A primeira artificial, claro.

Agora Zac passou por um teste e tanto. Participou de um evento anual onde em prol do Instituto, onde 3000 pessoas subiram os 110 andares da Torre Willis, em Chicago. Foram arrecadados US$1 milhão.

A estimativa é que próteses como a de Zac cheguem ao mercado em dez anos. Até lá provavelmente ele já será mais rápido e mais forte do que um humano limitado pela biologia. Azar o nosso.

Fonte: CNN

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e para seu blog pessoal, o Contraditorium,

Compartilhar