Square explica política de preços adotada para celulares

dori_dem_10.10.12

Recentemente a Square Enix fez a alegria de muita gente ao anunciar o lançamento do remake do Final Fantasy III para dispositivos Android, assim como a localização do Final Fantasy Dimensions. Estas seriam ótimas oportunidades dos fãs terem nos seus celulares e tablets dois capítulos da série Final Fantasy, mas muito gente não gostou nem um pouco dos preços cobrados por eles e durante uma entrevista a empresa tentou explicar o motivo de alguns de seus jogos custarem mais do que estamos acostumados a ver nessas plataformas.

O mercado de jogos para dispositivos móveis está amadurecendo e mudando frequentemente. Com os dispositivos evoluindo em termos de capacidade, a qualidade da experiência de jogos que oferecemos está aumentando também. Cada game recebe um preço individualmente e é avaliado de acordo com o tipo de jogo, complexidade e a experiência geral que oferece aos jogadores. Alguns dos nosso títulos mais caros oferecem mais de 60 horas de jogo com enredos ricos, gráficos de alta qualidade e combates desafiadores e variados.

Então, a justificativa te convenceu? Pois para mim ela até faz sentido, porém, a Square parece não ter se dado conta de que um dos motivos que fez com que tantas pessoas tivessem adotados os smartphones ou tablets como plataforma de game é justamente os títulos a preços irrisórios e por mais que não possamos comparar um Final Fantasy a boa parte dos games vendidos por um dólar na App Store, instaurou-se na mente das pessoas o conceito de que é possível obter diversão nesses aparelhos sem precisar gastar muito.

Só para citar dois exemplos, o Final Fantasy Tactics: The War of the Lions custa US$ 15 na loja virtual da Apple, US$ 5 a mais do que na do PSP, já a versão norte-americana do Demons’ Score com todo o conteúdo sai por quase US$ 50, sendo que no Japão o mesmo jogo pode ser adquirido por US$ 20. Isso me faz pensar se a Square está adotando a estratégia correta para o mercado ocidental, mas como as vendas devem estar acontecendo, acredito que o erro não seja tanto da desenvolvedora.

[via Polygon]

Relacionados: , , , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar