Crytek clama por F2P nos consoles

dori_war_28.08.12

Na semana passada vimos o CEO da Nexon afirmar que as fabricantes de consoles precisam começar a adotar o modelo Free-to-Play, algo com que parece concordar Cevat Yerli, presidente da Crytek, que por sinal defende a ideia de que a falta de títulos do gênero nos videogames não é culpa das desenvolvedoras e ao ser perguntado se os jogos gratuitos receberão mais atenção da Sony e Microsoft nos futuros consoles, disse:.

Espero por eles que sim. Se não fizerem isso, serão tempos difíceis para eles. É um grande desafio para essas companhias logicamente, porque confiam tanto nas vendas físicas para vender hardware e para vender jogos onde a margem de varejo realmente está. Se eles esquecerem completamente seu negócio de varejo e forem para o Free-to-Play, então eles podem não vender mais nenhum Xbox. Há a história do ovo e da galinha aí e eles não irão tomar nenhuma decisão radical.

O executivo aproveitou também para reconhecer que os jogos gratuitos possuem uma má imagem, de que as pessoas costumam associar os F2P a títulos onde é preciso pagar para vencermos ou que eles não possuem qualidade, algo com o que ele até concorda, mas que espera mudar com o lançamento de games feitos com a CryEngine 3, como o Warface.

Será interessante ver como a Crytek explorará este mercado, já que o Crysis 3 deverá ser o último jogo deles vendido da maneira tradicional, mas será que fui o único a ficar com a impressão de que todo mundo que cria jogos Free-to-Play está desesperado por um anúncio das fabricantes dizendo que adotarão o modelo? Será que é a Sony, Nintendo e Microsoft que precisam se render aos F2P, ou são esses estúdios que estão morrendo de medo de não conseguirem expandir seu público alvo?

Volto a dizer, eu ainda não me convenci de que os jogos gratuitos são mais do que apenas uma moda.

[via Eurogamer]

Relacionados: ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar