DICA QUENTE: Aberta vaga para o Arquiteto da Matrix

architect

Um dos fenômenos mais engraçados da Informática é que ninguém de fora sabe realmente o que a gente faz. Quando eu era Operador de Desktop Publishing, com desvio de função para contínuo hightech, fui chamado de “digitador” como elogio.

Os RHs das empresas em geral não têm muita idéia do que fazemos também, e isso se reflete na descrição das vagas. Lembro de um anúncio de jornal que pedia conhecimentos de Lotus 1,2 e 3. Também nunca esqueci de um anúncio exigindo 3 anos de experiência com Windows 95. Em 1995.

A necessidade criou também o cargo de programalista, mas até aí tudo bem. Complicado é quando querem um estagiário com experiência, e isso existe pra caramba. Aliás, não. Complicado é quando criam cargos sem-sentido como… Auxiliar de Informática.

Que diabos faz um auxiliar de informática?

 

Bem, segundo este anúncio, envolve “montagem de computador, instalação de Windows e programas e suporte. Trabalhar internamente e externamente.”. Parece técnico, né? Não é. Veja as exigências:

vagadomal

Photoshop E GIMP, SOLARIS, UNIX, VMS, SAP, AUTOCAD…. nem meu ego sabe tanta coisa.

Bill Gates não seria qualificado pra vaga, Steve Jobs, Linus Torvalds, Alan Turing, nem mesmo Donald Knuth. MATLAB, CUDA, COBOL. Não deve existir um filho de uma dama que troca favores por dinheiro na face da Terra com tal intercessão de conhecimentos. Erlang. QUE DIABOS É ERLANG?

Alguns incrédulos afirmaram que provavelmente a vaga é para ganhar menos de R$1000,00. Outros, mais realistas dentro da insanidade apresentada, imaginam que o salário inicial é de R$18 mil, subindo pra R$25 mil se tiver CCNA. Imagine se o sujeito for MCP!

Dica do Gravz, via tuinto do Marcel.

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e para seu blog pessoal, o Contraditorium,

Compartilhar