Home » Meio Bit » Indústria » Acer lava a roupa em público e mete o dedo na cara da Microsoft por causa do Surface

Acer lava a roupa em público e mete o dedo na cara da Microsoft por causa do Surface

7 anos atrás

lavadeiras

Tenho quase certeza de que previ algo do gênero quando falou do Surface, o tablet tudo-ou-nada da Microsoft. Só não previ que seria tão pé-na-porta, tão dedo na cara, tão “ensaboa mulata, ensaboa” quando a atitude de JT Wang, CEO da Acer.

Que os parceiros de hardware não iriam gostar da Microsoft ingressar no mercado de tablets, era favas contadas. Que iriam ODIAR, pois o Surface mais caro é um matador de netbooks, também era óbvio, mas o japa pegou pesado.

“Nós avisamos à Microsoft para pensar bem. Pensar duas vezes. [lançar tablets] vai criar um grande impacto negativo no ecossistema, e outras marcas podem ter uma reação negativa”

 

Ele ainda alertou que o compromisso das marcas com a plataforma Windows/Microsoft pode ser afetado, e ainda jogou na cara:

“[hardware] não é algo em que vocês sejam bons, então pensem duas vezes”

Isso pra mim soa como ameaça, pura e simples. Só que há alguns problemas:

Primeiro, a Microsoft está numa posição invejável. Pode perfeitamente cancelar o Windows 8 e vender o Windows 7 por mais 5 anos, sem suar a camisa. Duvida? Veja o sistema operacional que a NASA usa para missões não-críticas:

nasaxp3

Segundo, esse mimimi dos fabricantes não se aplica. O Mercado de tablets Windows 8 simplesmente ainda não existe. Todo mundo vai começar em igualdade de condições. O que a Microsoft não quer é repetir o fiasco do Windows Phone, onde até se aliar à Nokia vivia à sombra dos fabricantes, que praticam facadas nas costas como a saída da HTC do Brasil.

Em terceiro mas não menos importante, ameaçar abandonar o Windows é a atitude mais vazia possível. Vão fazer o quê? Instalar Linux? Vão mesmo arriscar devolução em massa de equipamentos? E as vendas corporativas?

Os fabricantes tiveram anos para fazer um tablet Android competitivo, e só a Samsung chegou perto. A Microsoft percebeu que não pode ficar a mercê de gente que quer vender um iSdruvs da vida por US$150,00 e abandonar o cliente.

Quer competir? Mostre serviço. Ficar nesse mimimi deixa-que-eu-deixo, não dá mais. Lancem um pucta tablet, vendendo 10x mais que o Surface, e garanto que a Microsoft ficará feliz.

Fonte: EG

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários