Home » Mobile » Aplicativo permite transferência de arquivos pelo som

Aplicativo permite transferência de arquivos pelo som

7 anos atrás

Poder transferir arquivos pelo Wi-fi ou Bluetooth usando celulares mais modernos é algo bastante comum, mas você já pensou o quão trabalhoso ou até mesmo inviável seria distribuir algo para centenas, milhares de pessoas? Pois um aplicativo gratuito que acaba de ser lançado para dispositivos iOS pode estar prestes a revolucionar a maneira como enviamos imagens, contatos, textos e URLs de um aparelho para outro.

Criado por uma empresa chamada Animal Systems, o grande diferencial do Chirp é utilizar sons para fazer essas transferências e a única coisa que precisamos fazer é abri-lo, escolher o que deverá ser compartilhado e então um som parecido com o de um pássaro (ou seria com o R2-D2?) será emitido. Os desenvolvedores admitem que no futuro podem fazer com que algo seja enviado a apenas uma pessoa, mas não é esta a intenção.

De forma resumida, tudo funciona com o sistema utilizando um protocolo de áudio e outro de rede para fazer a transferência dos dados, enviando-os para a nuvem e então gerando um código que será convertido em som e posteriormente interpretado pelo programa no dispositivo do destinatário, basicamente funcionando como um link de internet.

Embora o programa exija uma conexão com a web para funcionar, há de se dizer que é possível solicitar o envio mesmo quando estivermos offline, já que o processo será concluído assim que nos conectarmos e mesmo em ambientes com muito barulho ele compre seu papel, pois o programa foi otimizado para ouvir os tons específicos que são gerados.

Agora, se você não conseguiu imaginar uma utilização prática para o Chirp, imagine chegar a uma sala para dar uma aula e através de um único comando, conseguir compartilhar com todos os seus alunos um site com mais informações sobre uma determinada matéria ou então, um anunciante passar para os telespectadores de um programa de TV uma página especial sem precisar que eles anotem uma URL esdrúxula, já que o simples som já faria o site abrir em sus smartphones ou tablets.

Enfim, as possibilidades são enormes e embora seja difícil prever quando uma ideia se tornará padrão, acho muito provável que alguma gigante já esteja de olho na tecnologia e não me espantarei se em breve o Twitter deixar de ser o único passarinho a cantar na internet.

[via Computer World]

Leia mais sobre: .

relacionados


Comentários