Home » Jogos » Pirataria no Android fez estúdio distribuir jogo gratuitamente

Pirataria no Android fez estúdio distribuir jogo gratuitamente

7 anos atrás

dori_dt_24.07.12

Ao mesmo tempo em que o Android se tornou uma ótima opção para os estúdios menores por se tratar de uma plataforma aberta, a pirataria no sistema operacional está se tornando um pesadelo para aqueles que tentam obter algum lucro com suas criações, como é o caso da Madfinger Games.

No início de julho a desenvolvedora passou a vender por apenas US$ 0,99 o jogo Dead Trigger para os dispositivos do robozinho, mas logo depois o título passou a ser distribuído gratuitamente, algo que revoltou as pessoas que pagaram por ele e através da sua página no Facebook, eles deram a seguinte explicação:

Em relação a queda de preço, aqui está nossa declaração. O motivo principal: a taxa de pirataria no Android, que é incrivelmente alta. A princípio queríamos tornar esse jogo disponível para o maior número possível de pessoas – por isso ele custaria somente um dólar – era muito menos do que os US$ 8 cobrados pelo Shadowgun, mas por outro lado, não nos atreveríamos a distribuí-lo gratuitamente, já que não temos experiência com o modelo Free-to-Play até agora. Contudo, mesmo por um dólar, a taxa de pirataria é tãããão gigantesca que finalmente decidimos oferecer o Dead Trigger gratuitamente.

Alguns se lembrarão de que há pouco tempo o diretor da Sports Interactive reclamou do mesmo problema, inclusive afirmando que a taxa de pirataria na plataforma estava na casa dos 90%. Já a coreana com2uS foi além, dizendo que o número seria de 98%, mas a FaceFighter Gold estima que fique em torno de 70%.

Ou seja, nem mesmo entre as empresas que levam seus produtos para o Android parece haver um consenso, mas o fato é que a liberdade tem cobrado seu preço e é muito provável que em breve várias companhias deixem de lançar seus jogos para os dispositivos que usam o sistema operacional e com a promessa de um console levando ele no seu interior, isso é um tanto preocupante.

[via Apps Blog]

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários