Home » Games » Sony abre os cofres e compra Gaikai

Sony abre os cofres e compra Gaikai

7 anos e meio atrás

dori_gai_02.07.12

Quando o streaming de jogos foi anunciado, a ideia parecia ser impossível de funcionar satisfatoriamente no mundo real, mas quem mora num país atendido por serviços como o OnLive já comprovou que tudo funciona misteriosamente da maneira como prometeram. Seria então o fim da necessidade de termos um hardware poderoso, mas não é isso o que estamos vendo e depois de ficar sabendo que o Gaikai - o outro grande nome do ramo – estava procurando um comprador, pensei que o modelo havia fracassado.

Porém, mostrando aos céticos que os jogos pela nuvem podem ser o futuro da indústria, em uma atitude bastante surpreendente a Sony divulgou ter investido US$ 380 milhões no serviço criado por David Perry e assim ela passa a controlar toda a infraestrutura e tecnologia do Gaikai.

A Sony Computer Entertainment entregará um serviço de cloud-streaming que permitirá ao usuário aproveitar instantaneamente uma ampla gama de conteúdo, indo de jogos hardcore imersivos com gráficos de alta qualidade até conteúdo casual, a qualquer momento, em qualquer lugar e em uma variedade de dispositivos conectados a internet,” declarou Andrew House, CEO da divisão da companhia japonesa.

A notícia chega logo depois do surgimento de um rumor que garantia que a Sony estaria fazendo uma parceria com a Gaikai para levar jogos do PS1 e PS2 por streaming para os assinantes da PS Plus e embora as possibilidades de utilização sejam bem extensas e promissoras, os envolvidos não disseram quais são os planos para o futuro.

Como a Sony trabalha com um leque bem amplo de produtos, não seria de se estranhar que seus smartphones, tablets e até mesmo televisões e aparelhos de Blu-ray passassem a vir com um aplicativo do Gaikai, no entanto, como o serviço ainda não deu as caras por aqui, provavelmente ainda teremos que esperar um bom tempo até podermos desfrutar dele, se é que isso um dia acontecerá.

[via Eurogamer]

Leia mais sobre: , , , , .

relacionados


Comentários