RIAA surta completamente, encarna Dr Evil e pede US$72 TRILHÕES de indenização

drevil

A única função real da RIAA – Recording Industry Association of America é fazer com que o ECAD, Hitler, o Imperador Palpatine e o Capitão Gancho, que perseguia os Brasinhas do Espaço não pareçam tão ruins em comparação.

A entidade (e-hê) representa uma indústria falida que come na mão da Apple e da Amazon, mas insiste em viver no século passado, um mundo de jabá, Restarts, Milli-Vanillis e outras porcarias pré-fabricadas. Em suas táticas terroristas a RIAA resolveu ir atrás de indivíduos. Alguns casos:

Fred Lawrence – Processado pela MPAA (a RIAA de Hollywood) por pirataria. O neto de 12 anos baixou QUATRO filmes (3 dos quais eles tinham em DVD). A MPAA exigiu US$4 mil de indenização. O coroa achou um absurdo. Corrigiram para US$600 mil.

Sarah Ward – Professora aposentada de 66 anos, acusada de baixar milhares de músicas via Kazaa, em especial Snopp Dogg. Só que ela era usuária de um Mac antigo, Kazaa só existia pra Windows. Não que a RIAA, os juízes ou alguém se importasse.

Gertrude Walton – Outra das avós que a RIAA ama perseguir. Essa tinha 83 anos, processada em 2005 por baixar 700 músicas. Só não deu muito certo por dois atenuantes menores: Gertrudes não tinha um computador, e estava morta desde 2004.

A lista segue adiante, mas com este caso a RIAA se superou. Processando o LimeWire, aquele site/serviço P2P que nem usuários do eDonkey usavam, resolveram extrapolar o valor aleatório e irreal dos “danos” causados pela pirataria, provavelmente argumentando que toda entidade sensiente da galáxia iria eventualmente comprar 10 CDs do Justin Bieber,

 

Daí a conta de US$72 trilhões exigidos de indenização.

O Juiz do caso achou um tiquinho exagerado, pois o PIB do mundo é de US$60 trilhões, e a indústria fonográfica inteira não chegou nem perto desse faturamento em toda sua existência.

Por um lado a grana resolveria boa parte dos problemas deles, ao menos por algum tempo, mas seria complicado pro LimeWire operacionalizar o pagamento, já que não existe tanto dinheiro assim no planeta.

Não que o acusado possa respirar aliviado, ou mesmo aqui. A indenização foi reduzida para os valores convencionais, algo em torno de US$150 mil por violação, o que daria algo em torno de US$1 bilhão. Um belo desconto mas não creio que o LimeWire tenha isso em caixa.

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz, Calcinhas no Espaço e Do Tempo Em Que A Pipa do Vovô Subia.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples