Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

O dia em que a Microsoft elogiou a PlayStation Network

Por em 3 de junho de 2013

psn_03.06.13

Se tem uma coisa na indústria de games que podemos considerar incomum é vermos executivos elogiando outras empresas e por isso causou um certo espanto saber que Phil Spencer, vice-presidente da Microsoft Studios, reconheceu os méritos da Sony ao falar sobre a distribuição digital.

Estou muito orgulhoso do trabalho que fizemos digitalmente ao longos dos últimos três ou quatro anos no Xbox 360… Acho que a Sony tem feito um bom trabalho nesta área se você olhar para os últimos dois anos no espaço digital. O Journey é um jogo fantástico. Penso que eles fizeram um trabalho realmente bom e você sabe, como um gerente de portfólio, é meu trabalho descobrir no que você se focará.

Em relação ao futuro do Xbox One e os jogos independentes, o executivo afirmou que nem tudo o que for lançado para o videogame terá que se parecer com o Halo – o que é é ótimo, evidente – e garantiu que a plataforma estará preparada para receber os títulos de pequeno porte, reforçando assim o comentário feito recentemente por Don Mattrick.

Mas voltando ao elogio de Spencer à PSN, acho legal ver esse reconhecimento, principalmente quando ele não vem carregado de ironia ou qualquer tipo de provocação e por mais que alguns detratores do PlayStation 3 gostem de defender essa ideia, a rede do console possui algumas qualidades, especialmente quando se trata dos títulos exclusivos vendidos por lá.

Agora Sony, bem que vocês poderiam retribuir a gentileza, mas quer saber? Acho que isto nunca acontecerá.

[via Official Xbox Magazine]

emMicrosoft Sony

Twitch desembarca no XBox 360

Por em 14 de maio de 2013

Twitch no Xbox 360

O Twitch é um serviço de streaming que se popularizou muito nos últimos tempos entre os gamers, principalmente por hospedar torneios online o tempo todo, principalmente do sucesso League of Legends. Além disso tornou-se uma ferramenta muito boa para encontrar pessoas com o mesmo gosto e dividir opiniões.

Até o presente momento ele estava restrito ao desktop, mas ele acaba de ser lançado na XBox Live americana, e vai disponibilizar todo seu conteúdo para assinantes. Como comprei um console recentemente (é, tenho PS3, 360, 3DS e Vita. Pode falar, tá liberado :)) e estou experimentando o período gratuito do serviço baixei e testei, e posso atestar: ainda tem muito a melhorar. Ele não possui opção de login caso você já possua uma conta no serviço (coisa que o Crunchyroll tem) e mais grave, ele sequer possui uma ferramenta de busca! Para desencargo de consciência procurei no site e não há nenhuma opção de vincular a Gamertag ao serviço. Apesar de ser uma versão 1.0, eu diria que está com cara de Alpha.

O serviço como um todo é muito bom, e o Twitch podando essas arestas tem tudo para se tornar ainda mais popular, mas ainda não faz streaming diretamente: caso você não jogue Black Ops 2, ainda dependerá de uma boa placa de captura.

Fonte: GR.

emAnálises Cultura Gamer Indústria Microsoft

Americanos poderão pedir pizza pelo XBox 360

Por em 24 de abril de 2013

pizza-hut_24.04.13

Ah, a tecnologia e sua maravilhosa capacidade de nos permitir viajar no tempo, nos teletransportar ou simplesmente pedir pizza usando apenas nossos videogames. Bom, talvez nem tudo nessa afirmação seja verdadeira – a ainda – mas pelo menos para o norte-americanos essa parte de garantir a comida sem precisar levantar a bunda (posso falar bunda aqui?) do sofá para pegar o telefone já é uma realidade.

A novidade foi anunciada ontem pela Microsoft e pela rede Pizza Hut, e desde então todos aqueles que possuem um XBox 360 poderão baixar um aplicativo que lhes permitirá escolher a pizza que querem comer (ou qualquer dos outros produtos vendidos por eles) usando apenas movimentos que serão reconhecidos pelo Kinect ou mesmo comandos por voz.

O programa ainda permite ao usuário manter suas escolhas salvas para agilizar compras futuras, além de dar a opção de compartilhar pelo Facebook as pizzas que montamos, tudo para deixar a experiência o mais social possível, se é que existe algo de social em não sair diante do videogame nem para encomendar a janta.

De acordo com Larry Hryb, um dos principais nomes por trás da Xbox Live, este é o primeiro aplicativo para o console que permitirá aos usuários comprar bens físicos, mas não podemos esquecer que esta não é a primeira vez que pizzas e games se unem. Em 2005 a SOE disponibilizou uma maneira de pedirmos pizza de dentro do Everquest II e o navegador do PlayStation 3 outrora contou com um atalho para o site da rede Papa John’s.

Só é uma pena coisas assim nunca estarem disponíveis para nós brasileiros e por mais que eu considere a novidade um tanto irrelevante, seria bom tê-la à nossa disposição, nem que fosse só para mostrar para nossos amigos que estão por fora das maravilhas oferecidas pela atual geração de consoles.

[via Polygon.]

emMicrosoft

Estúdio indie elogia tratamento dado pela Microsoft

Por em 19 de abril de 2013

battleblock-theater_17.04.13

De um ou dois anos para cá temos visto muitos estúdios independentes criticarem a maneira como a Microsoft lhes trata e vendo que poderiam ganhar o apoio dessas emergentes empresas, Nintendo e Sony logo trataram de se mover, passando a ter os consoles onde boa parte dessas desenvolvedoras gostariam de publicar suas criações.

Porém, há pelo menos uma companhia que não tem muito do que reclamar, a The Behemoth. Parceiros de longa data da gigante de Redmond, o gerente de projeto Emil Ayoubkhan deu uma opinião bastante diferente daquela defendida por game designers como Jonathan Blow e Brian Provinciano.

Nós não temos nenhum problema com a Microsoft ou a equipe da XBLA. Adoramos trabalhar com eles e esperamos que eles também gostem de trabalhar com a gente. Não posso falar pelos outros desenvolvedores que tenham criticado a Microsoft no passado, mas esta definitivamente não é a companhia em que estamos.

Você sempre ouvirá o lado negativo das coisas na imprensa ou pelos outros, mais do que os aspectos positivos. É definitivamente muito mais divertido de ler, eu suponho.

Teria tal comentário sido feito apenas porque o último jogo da The Behemoth, o BattleBlock Theater, acabou de ser lançado com exclusividade na Xbox Live? Eu sinceramente acho que não, mas não deixa de ser curioso ver que ou alguns desenvolvedores são muito chatos e reclamam sem motivos, ou a Microsoft dá tratamento diferente para os estúdios.

[via IGN]

emMicrosoft

O apocalipse zumbi está chegando à Xbox Live

Por em 16 de abril de 2013

Embora a versão final do DayZ esteja demorando muito para chegar e uma adaptação para os consoles não tenha sido confirmada, o donos de um Xbox 360 terão a oportunidade de se arriscar em um jogo que tenta recriar a experiência de estarmos num mundo infestado por mortos-vivos, o State of Decay.

O game havia chamado minha minha atenção anteriormente por oferecer um mundo aberto que está sendo criado com a poderosa CryEngine 3 e se você também depositou alguma expectativa na criação da Undead Labs, saiba que a espera não deverá ser muito longa, pois a promessa é de que ele passe a ser vendido através da Xbox Live a partir de junho.

Além disso, o estúdio divulgou mais um trailer que mostra um pouco da jogabilidade e vale lembrar que o game servirá como base para um MMO que eles já estão desenvolvendo, o que provavelmente fará com que o universos planejado por eles se torne muito mais dinâmico.

continue lendo

emMicrosoft Vídeos

PAX East 2013 – novidades da Capcom: DuckTales, D&D e nada de Mega Man [por enquanto]

Por em 24 de março de 2013

Tio Patinhas está de volta

Parece que a Capcom resolveu pegar todo mundo pela nostalgia mais uma vez. Em apresentação durante a PAX East 2013, a empresa divulgou diversas informações sobre os próximos lançamentos, boa parte deles focado em games antigos.

Pra começar, a Capcom revelou o trailer de DuckTales: Remastered, remake HD do clássico game de plataforma do Nintendinho, lançado em 1989. O desenvolvimento ficará a cargo da WayForward (que está se saindo uma especialista em nostalgia, após o ótimo Double Dragon Neon) e o lançamento será no verão do hemisfério norte, para PSN, XBox Live e Wii U eShop.

Veja o trailer e cante junto (duvido você não lembrar da versão do Luís Ricardo):

continue lendo

emAnúncios Vídeos

Xbox 360 ganhará continuação de Max and the Magic Marker

Por em 22 de março de 2013

Um garoto com uma caneta mágica que permite ao jogador desenhar objetos no cenário para que os obstáculos sejam ultrapassados. Com este interessante conceito e uma excelente direção artística, o jogo Max and the Magic Marker conseguiu algum destaque em 2010, fazendo com que a Microsoft adquirisse o estúdio Press Play e agora os dinamarqueses anunciaram que uma continuação está vindo para a Xbox Live.

Batizado como Max: The Curse of the Brotherhood, na verdade o novo jogo funcionará como um recomeço para a franquia e nele o pequeno irmão de Max será sequestrados por uma entidade maligna, cabendo ao protagonista viajar até o reino de Anotherland para resgatá-lo, passando por castelos, cavernas, pântanos e desertos.

Como era de se esperar, o foco da jogabilidade novamente estará na caneta usada pelo moleque, com a qual poderemos desenhar, por exemplo, pequenos montes de terra ou fontes de água,  tornando-a muito mais útil e “mágica” do que no título anterior.

Segundo Mikkel Martin Pedersen, game designer responsável pelo jogo, essa mudança mostrou-se necessária a partir do momento em que o estúdio percebeu que precisavam repensar a mecânica da caneta para poderem criar quebra-cabeças mais interessantes e o breve trailer abaixo mostra que o novo game, além de muito bonito, tem potencial para ser bastante divertido.

continue lendo

emMicrosoft