Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

Microsoft está considerando emulação de games do 360 no Xbox One

Por em 7 de abril de 2014

xbox-360-one

Apesar de nunca ter sido regra, na última geração o Xbox 360 e o PS3 acabaram por fazer a alegria de muitos jogadores ao serem capazes de rodar jogos de plataformas anteriores, como o primeiro Xbox e o PS2, ainda que através de reaquisição dos títulos. Retrocompatibilidade nunca foi o forte da indústria dos games, que trabalham para que você compre seus jogos cada vez que você trocar sua plataforma por uma mais recente.

continue lendo

emDestaques Games Indústria Microsoft

Xbox Entertainment e Channel 4 vão produzir remake de Real Humans

Por em 7 de abril de 2014

real-humans

A Microsoft não está poupando esforços para dissociar de uma vez por todas a noção de que um videogame é uma caixa para jogos tão somente. O movimento iniciado por ela há vários anos acabou por transformar os consoles de mesa nas estações multimídia mais completas, capazes de rodar filmes, séries, executar aplicativos, permitir chamadas a longa distância (graças ao combo Skype + Kinect e similares nos concorrentes) e que por um acaso, também serve para jogar. Nos Estados Unidos a grande maioria dos donos do Xbox 360 o utiliza para assistir TV, e com o Xbox One não será diferente.

continue lendo

emÁudio Vídeo Fotografia Comunicação Digital Internet Microsoft Microsoft Web 2.0

Microsoft diz que programa Games with Gold tornar-se-á mais atraente no futuro

Por em 10 de março de 2014

games-with-gold

Uma das coisas que os assinantes da Xbox Live desejaram por muito tempo era que a Microsoft lhes dessem alguns jogos, assim como acontece na PlayStation Plus, mas depois que a empresa passou a fazer isso, o que mais vimos foram reclamações devido aos títulos escolhidos.

Além de oferecer apenas dois títulos por mês, normalmente os jogos dados pelo programa Games with Gold são bem antigos ou de menor porte, mas em uma seção de perguntas e respostas, o vice-presidente da Microsoft Game Studios, Phil Spencer, afirmou que aos poucos as ofertas melhorarão, se adequando mais ao gosto dos jogadores.

“… tenho conversado com a equipe [responsável pelo programa] e atuado de uma maneira mais ativa para escolher as franquias que aparecerão no Games with Gold e acho que vocês verão pelo menos algo que seja mais de acordo com aquilo que penso que o Games with Gold deveria se parecer.

Um dos nossos problemas com o Games with Gold –  ‘problemas’ não, mas diferenças em relação ao outro sistema com que somos comparados, é o fato de que com o Games with Gold, você mantêm o jogo, ao invés de ter que continuar como assinante. E o negócio em torno do Games with Gold, para nós, é fundamentalmente diferente de alguns dos outros programas que existirem por aí.

continue lendo

emMicrosoft

Titanfall e o 3º mundo: caro no Brasil, cancelado na África do Sul por infraestrutura online ruim

Por em 9 de março de 2014

Laguna_Titanfall_SouthAfrica_Flag

Nem preciso falar muito sobre o Lucro Brasil, que encarece nossos desejados eletrônicos com a desculpa esfarrapada de que os varejistas sofrem com os altos impostos (não deixa de ser em parte verdade), mas a situação dos recentes jogos vendidos no país merece atenção. Dá até para colocar a culpa na Copa do Mundo no caso do preço cobrado pelos jogos de futebol, mas o que dizer de Titanfall?

O aguardado jogo de tiro multiplayer em primeira pessoa da Respawn Entertainment, exclusivo para os consoles da Microsoft, já entrou em pré-venda e terá a versão física vendida por R$ 250 (versão XBox One) nos principais varejistas brasileiros. Por um valor menos caro, R$ 200, você pode levar a versão XBox 360 do Titanfall.

E temos mais um porém aqui: além de caras, as mídias físicas do Titanfall serão lançadas no Brasil com atraso de algumas semanas em relação ao lançamento norte-americano, que será depois de amanhã, terça-feira, no caso das versões XBox One e PC. Quem optar pelo XBox 360, provavelmente só verá o jogo desenvolvido pela Bluepoint Games numa prateleira brasileira em abril. Agradeça à Warner Bros., distribuidora de Titanfall em mídia física no Brasil.

Quem quiser jogar Titanfall logo no lançamento, terá de comprar a versão PC direto por download: exclusivo do Origin, o jogo que é somente multiplayer custa R$ 99,90 (versão padrão, adicione na conta mais R$ 50 pelo Season Pass da versão Deluxe) e já está em contagem regressiva. Compre e baixe agora mesmo, comece a jogar no lançamento, dia 11 de março.

Se você, brasileiro, acha ruim pagar caro pela versão física ou ter que aturar a loja digital da Electronic Arts, saiba que ainda está com sorte: se você morasse na África do Sul, saberia que a EA simplesmente cancelou o lançamento de Titanfall por lá graças ao péssimo desempenho da conexão aos servidores. Isso mesmo, alguém consegue ter piores conexões à internet que o Brasil.
continue lendo

emComputadores Destaques Microsoft Wireless e Redes

Vários jogos com ótimos descontos na Xbox Live

Por em 18 de fevereiro de 2014

dishonored

Isso mesmo caro leitor, como o título do post deixa claro, chegou a hora de gastarmos uns trocados na Xbox Live, pois até o próximo dia 25, muitos jogos de Xbox 360 estarão com desconto generosos na loja virtual do console.

Caso você já tenha separado o cartão de crédito, é bom prestar atenção pois a promoção foi dividida em duas partes, uma com jogos que terão seus preços reduzidos durante toda esta semana e aqueles que sairão mais baratos apenas por um dia, portanto é bom garantir a sua cópia antes que eles voltem ao normal e visitar o blog do Major Nelson diariamente para saber quais os novos títulos escolhidos.

Neste primeiro dia eu destacaria o Dishonored, que está saindo por US$ 9,89; assim como o Dante’s Inferno por US$ 3,74 e o Halo: Reach, por US$ 7,49. Outros que merecem uma chance é o Bastion por US$ 2,99 e o Runner2: Future Legend of Rhythm Alien por US$ 1,94.

Quanto aos jogos que permanecerão mais baratos durante por um tempo maior, eu considero o Portal 2 por US$ 9,89 um bom negócio; com o mesmo valendo para o Asura’s Wrath por 7,59; o Driver San Francisco por US$ 6,59 ou o ainda Batman: Arkham City por apenas US$ 4,99.

continue lendo

emMicrosoft

Quem não se comportar em Killer Instinct irá para a cadeia virtual

Por em 31 de janeiro de 2014

image

Não é de hoje que a Microsoft promete que faria uma revisão no sistema de reputação da Xbox Live. No ano passado ela deu detalhes de como funcionaria o sistema em seu novo console, o que deixou os trolls, ragequitters e mal educados em geral bem preocupados.

Resumindo a história, a ideia é de que os gamers possam escolher outros jogadores de acordo com suas preferências e comportamento, o que poderia representar uma pré-seleção dos trolls, que seriam aos poucos relegados a uma espécie de campo de concentração, podendo jogar apenas com outros tão chatos quanto eles próprios.

continue lendo

emMicrosoft Miscelâneas

The Elder Scrolls Online para PS4 não exigirá assinatura da PS Plus

Por em 29 de janeiro de 2014

the-elder-scrolls-online

Através do diretor do jogo, Matt Firor, a ZeniMax Online Studios confirmou que as pessoas que possuem um PlayStation 4 e não são assinantes da PS Plus poderão jogar o The Elder Scrolls Online, informação que deverá ser comemorada por todos aqueles que planejam jogar no console, mas que não gostariam de pagar nada além da mensalidade do MMO.

Caso não saiba, para jogarmos online no novo videogame da Sony é preciso ser assinante da versão paga da rede, assim como acontece hoje no Xbox 360 e no Xbox One, mas no caso do TESO essa proibição foi removida, facilitando assim o acesso dos jogadores.

A má notícia no entanto fica para quem possui o videogame da concorrência, pois neste caso o mesmo benefício não se aplicará, fazendo com que o título só possa ser aproveitado por quem possui uma assinatura da Xbox Live.

A desenvolvedora aproveitou também para esclarecer outros pontos do MMO, como por exemplo o fato de a versão para o PS4 ter dois grandes servidores, um voltado às pessoas que estiverem nos Estados Unidos e outro para os jogadores da Europa. Além disso, quem encarar o título no console não encontrará com gamers que jogam no PC ou Mac, o que na opinião dos criadores é uma boa notícia, pois isso evitará que os jogadores de console tenha que se preocupar com jogadores de PC de alto nível.

Eu nunca gostei dessa ideia de termos de pagar para jogar online e no caso de MMOs que cobram mensalidade acho isso ainda mais absurdo. Por isso acho muito bom ver que a Bethesda/ZeniMax conseguiu se livrar dessa amarra no PlayStation 4, algo que imagino deverá tornar o TESO muito mais acessível.

Fonte: PlayStation Blog e Joystiq.

emMicrosoft MMO Sony