Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

Nintendo lançará jogos do DS para o Wii U

Por em 30 de janeiro de 2014

brain-age

Durante uma apresentação realizada há poucas horas, o presidente Satoru Iwata anunciou uma série de medidas para acalmar os investidores (e porque não, seu gerente do banco) e a que mais chamou a atenção foi a promessa de que em breve poderemos jogar no Wii U alguns títulos do DS.

A ideia seria permitir que tais jogos, que seriam adquiridos digitalmente, rodem no controle do console, aproveitando sua tela sensível ao toque e como pode ser visto na única imagem que demonstra a novidade, as duas telas do portátil seriam mostradas lado a lado, o que na minha opinião inicialmente deverá ser um pouco estranho.

Infelizmente a empresa não deu maiores detalhes sobre quando e quais jogos serão oferecidos, algo que pode ser o diferencial entre uma iniciativa bem sucedida ou apenas mais um tiro na água, contudo, vejo essa notícia com muito bons olhos.

Eu não acredito que disponibilizar tais jogos será responsável por fazer as vendas do Wii U explodirem, mas de qualquer forma trata-se de mais games aparecendo no console e uma boa oportunidade para aqueles que não possuem um DS aproveitarem alguns dos títulos que ainda são exclusivos para o portátil.

Por parte da Nintendo, esta seria mais uma maneira de lucrar com seu vasto catálogo e acho que melhor do que isso, só mesmo se eles passassem a oferecer jogos de GameCube para o Wii U, algo que imagino, eventualmente acontecerá.

Fonte: GameInformer.

emNintendo Portáteis

Péssimos números da Nintendo levam Satoru Iwata e Shigeru Miyamoto a reduzirem seus salários

Por em 29 de janeiro de 2014

image

A gente já sabia o quanto a situação já estava ruim na Nintendo. Para confirmar os temores e projeções anteriormente apresentados, a divulgação de resultados dos últimos nove meses, de abril a dezembro de 2013 mostram que ela perdeu muito dinheiro em relação ao mesmo período de 2012, e o Wii U é o princal responsável, como não poderia deixar de ser.

continue lendo

emNintendo

Nintendo desmente rumor de que lançaria demos em smartphones

Por em 28 de janeiro de 2014

super-mario-iphone

Ontem o site japonês Nikkei divulgou uma bomba que poderia ajudar a melhorar os resultados da Nintendo, já que a situação da empresa não anda nada boa: de acordo com supostas fontes, a casa do Mario estaria planejando disponibilizar conteúdo jogáveis para smartphones e tablets na forma de demos de jogos, de modo a incentivar os usuários a comprarem seus sistemas.

continue lendo

emNintendo

Seria Shigeru Miyamoto o culpado pela situação da Nintendo?

Por em 27 de janeiro de 2014

Miyamoto

O ano que recém começou mostrou que a Nintendo deverá ter alguns meses complicados pela frente e com a diminuição da previsão de vendas tanto do Wii U quanto do 3DS, o que consequentemente fez com que as ações da empresa despencassem, era natural que algumas cabeças fossem pedidas, com a principal delas sendo a de Satoru Iwata.

Tendo assumido a presidência da companhia em 2002, será que ele é mesmo o principal responsável pela atual situação da BigN? Pois um artigo publicado no site Eurogamer elabora um raciocínio em que outra pessoa aparece como uma das culpadas pelo terceiro ano seguido de prejuízo que os japoneses registrarão e ela é ninguém menos do que Shigeru Miyamoto, já que nas palavras do autor, o lendário game designer “não estaria realizando seu trabalho tão bem.

Ostentando o cargo de gerente geral da Nintendo EAD, maior divisão da empresa, Miyamoto pode ser considerado o chefe da criação de games, servido como consultor na maior parte dos títulos desenvolvidos pela companhia e vez ou outra ainda atuando como designer e/ou produtor dos projetos, logo, não deveríamos responsabilizá-lo por algo que há muito vem sendo apontado como maior defeito da Nintendo, que é a  falta de um número maior de games para essas plataformas?

continue lendo

emDestaque Games Nintendo

Michael Pachter de novo: Nintendo deveria abandonar o Wii U

Por em 18 de janeiro de 2014

wii-u

A situação da Nintendo está ruim mas não chega a ser como a BlackBerry, essa sim no fundo do poço e cavando. Posso ter exagerado ao dizer que ela periga ter o mesmo fim que a Sega, mas é um fato que a situação do Wii U não é das melhores, os acionistas da empresa estão loucos querendo resultados (o que é natural) e não se sabe por quanto tempo o 3DS vai conseguir segurar as pontas. Tudo bem que ele imprime dinheiro, mas não na escala que a casa do Mario precisa.

No meio desse turbilhão todo mundo virou acionista da companhia, dando inúmeros palpites do que ela deveria fazer para sair do buraco; desde sair do mercado de console de mesa e focar nos portáteis até a insânia de partir para o mercado mobile, o que quem conhece 10% da história da empresa sabe que não fará isso NUNCA. Iwata declarou que a empresa está sim estudando novos modelos de negócios que incluem dispositivos móveis, mas deixou claro que “não é algo tão simples quanto lançar Mario para smartphones”.

continue lendo

emGames Nintendo

Nintendo fecha 2013 com grande prejuízo e corte na previsão de vendas do Wii U em 69%

Por em 17 de janeiro de 2014

satoru-iwata-wii-u

Não é de hoje que a gente percebe que a Nintendo não está bem das pernas. Ainda que o 3DS esteja vendendo bem, o Wii U está indo de mal a pior. A decisão de revisar levemente o Wii e colocá-lo para concorrer com consoles da nova geração como seu antecessor fez não deu certo; o Wii tinha a novidade do sensor de movimentos, o Wii U incluiu um Gamepad que nada mais é que um tablet dedicado e o hardware não difere tanto do PS3 e Xbox 360, o que em 2012 não era algo aceitável. O resultado foi o esperado: ela ficou praticamente sozinha, e os grandes publishers não demonstraram interesse em lançar seus games na plataforma.

Apesar de tudo depor contra a Nintendo, a empresa não se deixa abater, ou melhor, ela ignora o mundo ao seu redor como sempre fez. Entretanto uma coisa é fazê-lo quando se está no topo, outra é a equipe de P&D ão se dar ao trabalho de testar o sistema online dos concorrentes para ao menos tentar fazer melhor.

continue lendo

emGames Nintendo

China abre mercado de videogames e faz a Nintendo valer mais que a Sony

Por em 9 de janeiro de 2014

Laguna_Nintendo_making_Money

Nesta terça-feira, o governo chinês suspendeu o banimento dos videogames estrangeiros, medida adotada há 14 anos para evitar que os jovens chineses desperdiçassem suas vidas jogando. Uma medida aparentemente em vão pois o mercado cinza continuou abastecendo a China com o contrabando dos consoles da Sony, Microsoft e Nintendo.

Muito provavelmente graças à tal banimento, dois terços do mercado chinês de jogos (avaliado por volta dos US$ 13 bilhões) foram dominados pelos PCs e, muito provavelmente, a outra boa parte do terço oficial restante foi dominada pelos smartphones e tablets Xing-Ling.

O governo chinês permitirá que empresas estrangeiras fabriquem consoles na zona franca de Xangai e os vendam no país após passar pela inspeção do órgão estatal, que seria equivalente ao nosso Ministério da Cultura: os jogos vendidos não podem ter conteúdo subversivo tipo “libertem o Tibet” ou menção à praça Tiananmen‎.

Lembrando que os jogos mais populares na China são no modelo free-to-play (aka freemium) e a renda mensal de 70% da população é menor que 4.000 yuan (US$ 660), o tio Laguna fica a imaginar o desafio que será para as principais hardwarehouses tentarem convencer pelo marketing toda uma geração de jogadores que cresceram sem pagar 50, 60 dólares por um jogo de PlayStation, XBox ou Wii. E isso tudo supondo que os potenciais gamers chineses não farão uso de consoles modificados para rodar jogos piratas, prática que é absolutamente normal no Brasil.
continue lendo

emAnálise Nintendo Sony