Ciência
Ciência
Digital Drops Blog de Brinquedo

Explorar Vênus é uma boa idéia, só não pode atrair a atenção do Império

Por em 6 de janeiro de 2015 - 55 Comentários

vlcsnap-00008

Vênus é, depois do Sol e da Lua o objeto celestial mais brilhante. Sua atmosfera reflete muita luz solar, tornando-o de fácil identificação, apesar de até hoje ter gente que o chama de Estrela D’Alva, e nem preciso relembrar dos gênios militares indianos que por 6 meses acharam que Vênus era um drone chinês.

Durante muito tempo havia gente sonhando que por ser batizado com o nome da Deusa da Beleza, Vênus seria como a Terra. Cientistas especulavam que a grande concentração de nuvens em sua atmosfera era decorrência de uma mata cerrada, cobrindo o planeta. Vênus seria uma espécie de Jardim do Éden, uma floresta primordial, talvez com análogos aos dinossauros.
continue lendo

emAstronomia Destaques Espaço Hardware

Gradiente reconhece: “meu iPhone não é tão bom quanto o da Apple, mas compre assim mesmo”

Por em 27 de dezembro de 2012 - 122 Comentários

Ao falarmos sobre emissoras de televisão que transmitem gratuitamente sua programação e, em teoria, vivem de publicidade, é consenso que no Brasil temos a Rede Globo e o resto: as outras emissoras de TV aberta simplesmente disputam migalhas da audiência não coberta pela maior rede de televisão deste país. Há momentos em que as outras emissoras simplesmente reconhecem que não podem concorrer contra a “Vênus Platinada”: o SBT, na época em que era vice-líder de audiência, já tentou concorrer contra os filmes da Globo ao propagandear que exibiria produções de gêneros bem distintos dos filmes exibidos pela emissora da Máfia, digo família Marinho.

Inclusive o tio Laguna lembra que quando o terceiro filme da franquia Rambo chegou aos cinemas brasileiros, Globo e SBT iriam exibir os filmes anteriores no mesmo dia e horário. Entretanto, quando chegou o tão anunciado momento, o sensato dono do SBT, Silvio Santos, anunciou pessoalmente na TV que o primeiro Rambo seria exibido num outro dia e colocou qualquer coisa para concorrer contra o segundo Rambo, exibido na Globo. Utilizando-se de um raciocínio parecido, a Gradiente tenta explicar a confusão, que envolve a marca iPhone no Brasil, num vídeo no mínimo bizarro:

A bela voz feminina explica que “iPhone” é uma palavra criada pela empresa brasileira e que seria resultado da junção de internet e telefone, mas o mais gozado é ver a Gradiente enaltecendo o produto da Apple ao dizer que os verdadeiros iPhones teriam maior velocidade e melhor resolução que os celulares Android que ela venderá sob tal marca mundialmente famosa. Sim, a empresa brasileira reconhece claramente que o produto que venderá é inferior.

Não basta o Brasil ser o país do coitadismo, dos ativistas políticos bundões e dos gafanhotos digitais, também somos o país onde o iPhone nacional usa 2 chips SIM e roda Android. Ao menos os chineses kibam as coisas em silêncio. Ou quase isso.

emApple e Mac Destaque Mercado Mundo Estranho Propaganda & Marketing Publicidade