Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

Acompanhe as conferências da E3 no perfil do Meio Bit Games no Twitter

Por em 10 de junho de 2013

E3-2013

Só para lembrar que estaremos acompanhando todas as conferências da E3 em tempo real pelo perfil do Meio Bit Games no Twitter.

Anote os horários (de Brasília):

  • Microsoft – 13h30
  • EA – 17h
  • Ubisoft – 19h
  • Sony – 22h

E amanhã, não perca a conferência da Nintendo as 11 hs da manhã.

emComputadores Games Microsoft Nintendo Sony

Vazamentos da E3 – Plants vs. Zombies: Garden Warfare, Just Dance 2014 e trailer de Watch Dogs

Por em 10 de junho de 2013

Just Dance 2014

Pessoal não está sabendo guardar segredo. Estamos a apenas algumas horas do início da E3 e algumas pessoas já tiveram acesso a algumas informações de jogos que serão apresentados, pelo menos dois vazamentos e um trailer há muito aguardado.

O primeiro é do game cuja imagem abre o post, Just Dance 2014. O game apareceu na XBox Marketplace horas antes da conferência da Ubisoft, que será às 19 hrs. Pelos indícios a empresa desistiu de numerar os games por ordem e adotou uma nomenclatura anual, e segundo o texto do game ele se tornou mais social, permitindo jogar com qualquer pessoa do globo. Não há maiores informações, mas pela foto já temos uma das músicas reveladas: o tema de Ghostbusters, por Ray Parker Jr.

continue lendo

emIndústria Preview

Rocksmith, a maneira mais rápida para aprender a tocar guitarra

Por em 6 de junho de 2013

Eu acho que nunca me perdoarei por nunca ter aprendido a tocar algum instrumento e se os jogos de guitarra ajudaram a amenizar essa vontade de me tornar o astro do rock, não deixa de ser um tanto vergonhoso as pessoas entrarem na minha casa e dizerem “Nossa! Você toca guitarra!”, só para depois eu ter que dar aquele sorrisinho amarelo e explicar que aquela ali é de brinquedo.

A Ubisoft até surgiu com uma solução para isso, lançando em 2011 o Rocksmith, jogo que tinha como grande diferencial só funcionar com uma guitarra de verdade, mas se você também sempre teve dúvidas sobre o quão útil ele poderia ser para alguém como eu, que não possui a menor intimidade com o instrumento, um estudo afirma ter a resposta.

Conduzido pelo Research Strategy Group, o estudo contou com a participação de centenas de pessoas em todo os Estados Unidos e concluiu que o jogo é hoje a maneira mais rápida para aprendermos a tocar guitarra e reforça outro levantamento feito pelo Toluna Group, que revelou que 95% dos jogadores dizem ter sentido que suas habilidades aumentaram após se dedicar ao Rocksmith.

Aproveitando a ocasião, a Ubisoft divulgou um infográfico onde menciona alguns números do jogo, como por exemplo as 1,4 milhão de cópias vendidas, o fato de que 23% dos jogadores nunca terem tocado guitarra antes de o experimentar e que estima-se que só no ano do lançamento do game 132 mil instrumentos foram vendidos, o que representaria 14% de todas as vendas nos EUA.

É claro que tudo pode não passar de puro marketing, mesmo porque a desenvolvedora deve fazer uma anúncio relacionado à série durante a E3, mas aqui mesmo no Meio Bit Games temos um relato da Fabiane Lima da sua boa experiência com o game e que comprava o estudo.

Quem sabe assim eu tome vergonha na cara e resolva investir logo no Rocksmith, assim como em uma guitarra, mas dessa vez uma de verdade.

rocksmith-infographic_05.06.13

[via VG247]

emMiscelâneas

Ubisoft poderá lançar um simulador de corridas

Por em 30 de maio de 2013

the-crew_30.05.13

Assim como acontece com os jogos de futebol, podemos dizer que nos consoles há uma polarização dos simuladores de corrida, com a série Forza Motorsport de um lado e a Gran Turismo do outro. Algumas empresas até tentaram se meter no meio desta briga, como a Konami, que na geração passada passada lançou o razoável Enthusia Professional Racing, ou mais recentemente a EA, que nos trouxe o excelente Shift. Nenhuma delas conseguiu o mesmo sucesso das franquias da Sony ou da Microsoft, mas mesmo assim outra editora poderá se arriscar nesse mercado, a Ubisoft.

O rumor começou a ser levantado no mês passado, quando a companhia francesa divulgou os ganhos do último ano fiscal e citou que estava trabalhando em dois títulos ainda não anunciados, sendo que um deles seria uma nova propriedade intelectual. Então, após vários sites franceses mencionarem um jogo de corrida que seria publicado pela Ubi, uma fonte anônima garantiu ao Examiner se tratar do The Crew, game desenvolvido pelo estúdio Reflections, os mesmos responsáveis pelo Driver: San Francisco.

A pessoa disse ainda que a desenvolvedora contaria com a ajuda do pessoal da Ivory Tower, empresa situada em Lyon e que foi formada por profissionais que trabalharam em títulos como o Test Drive Unlimited, V-Rally e a série Need for Speed e como esse estúdio fechou um contrato há pouco tempo para que a Ubisoft publique sua próxima criação, o rumor se torna um pouco mais real.

Descrito como mais voltado para o realismo, o jogo estaria previsto para aparecer no XBox One e PlayStation 4, além de contar com possíveis versões para os consoles da atual geração e embora esse tipo de informação deva ser sempre vista com um certo cuidado, é importante citar que a pessoa que teria revelado a existência de tal jogo é a mesma que divulgou a primeira imagem do Assassin’s Creed IV: Black Flag.

Eu tenho um pouco de dúvida se há espaço para mais um jogo nesse estilo, visto que a Sony também anunciou o DriveClub, que deverá seguir este caminho, mas como um representante da Ubisoft se negou a comentar sobre tal especulação, nos resta esperar a conferência que a empresa realizará durante a E3 e admirar a imagem que ilustra esse post, supostamente pertencente a este novo jogo.

emRumores

PS Vita também receberá Rayman Legends [UPDATE: Trailer]

Por em 28 de maio de 2013

Rayman Legends

Às vezes executivos mais atrapalham do que ajudam. Numa dessas metida de pés pelas mãos recentes, a Ubisoft decidiu por postergar o lançamento de Rayman Legends para o Wii U, de modo a lançá-lo simultaneamente para PS3 e XBox 360, graças a protestos dos fãs.

O que não se entende nessa história é a falta de visão da empresa em não lançar o jogo originalmente agendado para fevereiro na plataforma da Nintendo e adiá-lo para setembro, o que garantiria sete meses de exclusividade para a casa do Mario e Ubisoft, e consequentemente dinheiro no bolso. Não estou criticando o game ter se tornado multiplataforma, aliás até comemorei, mas a missão de uma empresa é ter lucro, nada mais. A decisão repercutiu tão mal internamente que o próprio criador do Rayman, Michel Ancel, protestou tentando fazer com que a versão do Wii U fosse lançada de uma vez, sem sucesso.

continue lendo

emIndústria Microsoft Nintendo Portáteis Sony

Vazou: Far Cry HD recebe classificação indicativa no Brasil

Por em 24 de maio de 2013

Far Cry

E mais uma vez o sistema de classificação indicativa dá mais um furo (opa!) jornalístico no mundo dos games. Depois do Departamento de Classificação Indicativa do Ministério da Justiça vazar as classificações do remake HD de Castle of Illusion, de Far Cry 3: Blood Dragon e até mesmo o PlayStation 3 Super Slim, novamente eles meteram os pés pelas mãos e divulgaram um futuro lançamento antes da hora. A vítima da vez é uma provável versão HD do primeiro Far Cry, desenvolvido pela Crytek e lançado originalmente em 2004 apenas para Windows.

Listado para PS3 e XBox 360, o game ficou restrito a apenas uma plataforma e talvez esse seja o melhor momento para revisitar esse game, aproveitando que a Ubisoft está rindo a toa graças às seis milhões de cópias vendidas de Far Cry 3. No jogo você entrava na pele de Jack Carver, um oficial das forças especiais americanas que aceita um serviço de escolta de uma repórter rumo a uma ilha na Micronésia, mas tudo dá errado quando o barco em que estavam é explodido por mercenários. Agora além de sobreviver ele precisa encontrar sua empregadora.

É uma boa notícia pois mais gente vai poder conhecer como a franquia começou, mas é bom o Ministério da Justiça aprender a guardar melhor seus processos de classificação, ou senão daqui a pouco todo mundo vai consirerar o órgão a melhor fonte para futuros lançamentos de games. :)

Fonte: GR.

emAnúncios Indústria Microsoft Sony

Sem nenhuma surpresa, Ubisoft suspende 1666 após saída de Patrice Désilets

Por em 16 de maio de 2013

Patrice Désilets

Após a notícia da última semana Patrice Désilets, designer responsável pelos dois primeiros títulos da franquia Assassin’s Creed havia se desligado da empresa para a qual mal havia retornado (segundo ele, de forma não amistosa), todos se questionavam qual seria o destino do título que ele estava desenvolvendo na THQ antes da falência da mesma, cuja única informação conhecida era o título provisório, 1666 (que poderia indicar uma referência ao Grande Incêndio de Londres).

Agora o próprio CEO da companhia Yves Guillemot respondeu a charada: e aconteceu o que todo mundo já dizia como certo: o título foi pra gaveta.

Seguem as palavras do executivo durante um encontro com investidores:

“Após mais de dois meses de discussões (com Désilets), nós não conseguimos alinhar nossos pontos de vista sobre desenvolvimento de projetos e gerência de equipes (…), portanto nossa colaboração conjunta foi encerrada e o título ‘1666’ foi suspenso por tempo indeterminado”.

No fim das contas todo mundo cantou essa pedra, não havia motivos para a Ubisoft tocar o desenvolvimento se ela estava batendo cabeça com Désilets, e muito provavelmente a equipe (que veio toda da THQ) concordava com ele. O que temo realmente é que esses funcionários tenham o mesmo destino, já que se a versão da história contada pelo designer sobre sua demissão for a verdadeira, não há motivos para mantê-los no quadro de funcionários, infelizmente.

Fonte: Polygon.

emIndústria