Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

Assassin’s Creed se torna franquia mais bem sucedida da Ubisoft

Por em 22 de abril de 2014

Assassins-Creed

É bastante comum vermos pessoas reclamando de empresas como a Activision e a Ubisoft por anualizarem algumas de suas franquias, mas o que elas costumam esquecer é que isso só acontece porque esses jogos são comprados. Um ótimo exemplo disso foi dado pela editora francesa, que divulgou suas séries mais vendidas e sem muita surpresa, a que aparece no topo da lista é a Assassin’s Creed.

O que impressiona no anúncio da Ubi no entanto é a constatação de que a marca, nascida em 2007, chegou a 73 milhões de cópias vendidas e embora isso leve em considerações os 15 jogos lançados para ela, não deixa de ser um número invejável.

continue lendo

emGames Indústria

Criadores do The Division defendem adiamento de jogos

Por em 16 de abril de 2014

the-division

Saber que um jogo que tanto esperamos será adiado é certamente uma situação extremamente frustrante, mas para David Polfeldt, diretor do Tom Clancy’s The Division, esse é um mal necessário e mais estúdios deveriam saber quando suas criações precisam de mais tempo para serem melhoradas.

É muito importante para nós, como desenvolvedores, saber que os donos [da franquia] e a editora estão preparados para levar esse golpe e o atraso do Watch Dogs foi um golpe imenso. Acho que as ações deles caíram 25% no dia em que anunciaram que o jogo seria adiado. É preciso muita coragem para seguir em frente a partir daquele dia e ainda pensar que foi uma boa decisão. Então, para nós que estamos do lado do desenvolvimento, aquela foi uma importante mensagem de que no fim das contas a gerência suportará os objetivos que temos, que é fazer com que o jogo seja fantástico.

continue lendo

emGames Miscelâneas

Michel Ancel revela novo visual de Jade em Beyond Good & Evil 2

Por em 15 de abril de 2014

michel-ancel-jade-beyond-good-evil-2

Michel Ancel passou os últimos tempos envolvido profundamente com a retomada de Rayman com os ótimos Origins e Legends. Entretanto existe um outro game do desenvolvedor francês lançado há muito tempo atrás, que foi um dos melhores títulos da sexta geração e cuja sequência é esperada ansiosamente há mais de uma década: trata-se de Beyond Good & Evil.

A última vez que tivemos imagens BG&E2 foi em 2008, com um trailer-conceito voltado inicialmente para consoles da geração anterior. De lá para cá o projeto cresceu tanto que foi migrado para PC, Wii U, PS4 e Xbox One, embora Ancel não descarte por completo a possibilidade do PS3 e 360 o receberem também, apenas afirma que será complicado pois essa não é mais a prioridade.

continue lendo

emComputadores Games Microsoft Nintendo Sony

The Crew exigirá conexão constante com a internet

Por em 9 de abril de 2014

the-crew

Depois de adiar por tempo indefinido o seu novo jogo de corrida, a Ubisoft finalmente revelou que o The Crew chegará durante a nossa primavera e junto com um trailer que traz alguns trechos da jogabilidade, a editora revelou detalhes sobre a maneira como o jogo funcionará no caso de uma queda de conexão.

Acho que você será chutado da corrida, provavelmente para a tela título,” declarou Julian Gerighty, diretor criativo do jogo. “Uma das coisas que o jogo precisa para funcionar é estar conectado com a internet, então acho que você perderá a corrida em que estiver.

Não é a solução mais elegante, não são boas notícias, mas é apenas uma parcela de… Você sabe, se estiver em uma missão no World of Warcraft e perde sua conexão com a internet, é isso.

continue lendo

emGames MMO

Ubisoft diz que seria estupidez ignorar desejo dos fãs por novos Assassin’s Creed

Por em 31 de março de 2014

Assassins-Creed-4

Vez ou outra eu vejo alguém reclamando da postura de empresas que lançam anualmente novos capítulos para suas séries mais famosas, mas será que elas já pararam para pensar que isso só acontece porque existe demanda?

Pois foi exatamente essa a justificava dada por Lionel Raynaud, vice-presidente criativo da Ubisoft, para defender a estratégia da empresa.

Somos capazes de oferecer às pessoas um novo Assassin’s Creed todos os anos porque elas querem um Assassin’s Creed todo ano. Enquanto isso for verdade, seríamos muito estúpidos em não satisfazer esse desejo, mas isso coloca bastante pressão sobre a gente para criar algo que nunca desaponte.

Além disso, na mesma entrevista o executivo afirmou que eles ainda deverão lançar jogos para o PlayStation 3 e para o Xbox 360 durante este e provavelmente o próximo ano, reforçando assim os rumores de que esses aparelhos deverão receber um novo capítulo da franquia, que supostamente nos colocaria no papel de um templário.

Como o Assassin’s Creed: Unity está sendo desenvolvido tendo a nova geração e o PC como objetivo, faria todo o sentido a Ubisoft não abrir mão de uma base instalada tão grande como a da sétima geração e por isso o tal AC: Comet poderia servir como um belo passatempo para quem ainda não investiu em um novo videogame.

No entanto, acho que a questão aqui não é se as empresa devem ou não continuar sagrando suas franquias há cada 12 meses, mas se elas tem capacidade de manter um bom fluxo de novidades, mantendo-as relevantes e acredito que aquilo com o que os fãs do Assassin’s Creed devem se preocupar agora não é se o PS3 e o Xbox 360 receberão ou não um novo jogo, mas se ele será tão divertido a ponto de valer o investimento.

Fonte: Edge.

emIndústria

Após vazamento, Ubisoft anuncia oficialmente Assassin’s Creed: Unity

Por em 21 de março de 2014

assassins-creed-unity-001

Mais cedo nessa semana o site Kotaku havia conseguido as primeiras informações sobre o óbvio próximo título da série Assassin’s Creed, já que é fato notório que assim como Call of Duty estabeleceu-se um jogo novo por ano. Só que de acordo com suas fontes nós teríamos não um, mais dois games. O importante é que a maioria das informações se concentravam no título principal que será lançado para PCs e consoles da nova geração: Assassin’s Creed: Unity, ambientado num dos períodos históricos mais pedidos pelos fãs, a Revolução Francesa.

continue lendo

emComputadores Microsoft Sony

Ubisoft ainda não está interessada na Realidade Virtual

Por em 20 de março de 2014

realidade-virtual

Esta semana a Sony revelou ao mundo o Project Morpheus, dispositivo de realidade virtual que segundo a empresa japonesa servirá para moldar o futuro dos videogames, mas apesar de muitas pessoas e empresas estarem apostando alto nessa tecnologia, a Ubisoft não parece muito empolgada com a “novidade”.

Participando de uma mesa redonda realizada durante a Game Developers Conference, o vice-presidente criativo da desenvolvedora declarou que devido ao alto investimento necessário para criar jogos que possam ser aproveitados com esses aparelhos, Sony e Oculus VR primeiro terão que vender muitas unidades, para ser mais preciso, pelo menos um milhão deles.

A afirmação preocupa porque a Ubisoft é justamente uma das empresas que mais apoiam novas plataformas, sempre abarrotando os consoles recém lançados com seus títulos e se eles não estão colocando suas fichas nos HMD, pode ser o indicativo de que a tecnologia poderá fracassar novamente em se popularizar.

Por outro, essa postura da Ubi pode ser vista apenas como um certo receio, já que nem o Morpheus nem o Oculus Rift possuem data para serem lançados, sendo que o da Sony só deverá começar a ser comercializado no ano que vem. Logo, não haveria tanta necessidade de mergulhar de cabeça na produção, o que por sinal alguns estúdios já estão fazendo.

Apesar desta inicial descrença por parte da Ubisoft, sentimento que por sinal compartilho, estou muito curioso para ver se a realidade virtual realmente se tornará tão comum, mas não tem jeito, para que isso aconteça há dois fatores que considero essenciais: o preço desses óculos e uma quantidade razoável de jogos para eles.

Fonte: Gamespot.

emIndústria