Digital Drops Blog de Brinquedo

Sony lança o finíssimo Xperia Tablet Z mundialmente (exceto você-sabe-onde)

Por em 20 de maio de 2013

gogoni-xperia-tablet-z

Há alguns meses a Sony havia revelado o Xperia Tablet Z, um tablet Android de 10,1 polegadas inspirado no seu smartphone top de linha, que divide o mesmo nome (e que curiosamente não chegou no Brasil, mas uma variante, o Xperia ZQ, que não é inferior, apenas diferente).

Hoje a empresa anunciou o lançamento mundial do tablet (entenda-se mundo civilizado, ou seja, Brasil necas de pitibiriba) que passa bem longe dos modelos esquisitos lançados aqui, entre eles o Tablet S, que não demorou muito e sofreu um corte de preço lá fora – antes de ser lançado aqui por R$ 1.649,00; claro (mas hoje já custa R$ 1.399,00).

continue lendo

emHardware

NUPLUG: Um filtro melhor que o Instagram

Por em 14 de maio de 2013

filtromelhorqueinstagram2

Se existe marmotagem maior do que a expressão “mundo sem fio” eu não conheço. Trocamos cabos de rede por cabos de força, agora até nossos óculos têm carregadores. Ir para a cama com um livro, se você não tem um Kindle exige puxar uma tomada para manter o iPad vivo, pois COM CERTEZA você esqueci de novo de carregar a desgraça durante a tarde.

Por isso esse NUPLUG é excelente. Não é um filtro de linha para você prender toda sua coleção de gadgets e brinquedos (não clique). É uma extensão que você leva pela casa quando precisa de energia e não quer ficar esticando cabos.

filtromelhorqueinstagram1

Ele foi projetado para ser preso temporariamente a móveis, vem com duas portas USB com potência suficiente para carregar iPads e tablets Android de verdade (não aqueles microtablets horrendos) e duas tomadas normais.

O NUPLUG é um projeto via Kickstarter, já arrecadou US$ 35 mil dos US$ 75 mil solicitados, é provável que consiga atingir a meta. Imagina-se que não passe muito de US$ 35,00 quando começar a ser vendido. Tem até um vídeo bonitinho:

Fonte: GM

emHardware

Nintendo quer facilitar adaptação de jogos de celular para o Wii U

Por em 7 de maio de 2013

wii-u_07.06.13

O jornal The Japan Times afirma ter ouvido de uma fonte confiável que a Nintendo, na sua incansável luta para tirar o Wii U do fundo do poço, parece estar com uma carta na manga e se a pessoa estiver correta, a tática da empresa seria conquistar os estúdios que desenvolvem para celular e fazer com que eles levem suas criações para o novo console.

O desespero, se é que podemos chamar, da fabricante seria tão grande que ela teria feito algumas modificações no sistema do Wii U para facilitar a vida de quem cria jogos para dispositivos móveis, inclusive distribuindo um programa que torna esse processo de conversão o mais simples possível e assim um game que roda num smartphone também poderia ser aproveitado no videogame.

A ideia por traz da estratégia é clara, fazer com que alguns dos maiores sucessos dos tablets e celulares apareçam no Wii U, teoricamente fazendo com que as vendas aumentem e assim a empresa apague um pouco a imagem de que está com um enorme pepino nas mãos e que embora ainda seja cedo para garantir isso, pode acabar se transformando em um dos seus maiores fiascos.

Na minha opinião tudo o que a Nintendo tem feito – ou seja, quase nada – para salvar o Wii U é válido, mas o que o console realmente precisa é de jogos. Não jogos para celular, pois acredito que ninguém investirá num Wii U para jogar Angry Birds, mas títulos de peso que nos façam desejar ter o aparelho em nossas casas e a menos que uma grande reviravolta aconteça nos próximos meses, está difícil de acreditar que eles aparecerão em grande quantidade, pelo menos não por parte das desenvolvedoras externas.

emNintendo Rumores

Samsung revela Galaxy Tab 3, novo tablet de 7 polegadas

Por em 29 de abril de 2013

Galaxy Tab 3

Dizer que a estratégia da Samsung é cobrir todos os form factors possíveis, de modo a atender os perfis mais diversos de usuários é chover no molhado (ficou meio evidente após o lançamento da linha Galaxy Mega), por isso não é tão surpreendente que mal tendo lançado o Galaxy Note 8.0, o tablet de tamanho reduzido destinado a concorrer diretamente com o iPad Mini, a empresa anuncie agora terceira geração de seu primeiro e mais bem sucedido modelo, o Galaxy Tab de 7 polegadas.

Suas especificações são um tanto modestas: o Galaxy Tab 3 conta com processador dual core de 1,2 GHz; armazenamento interno de 8 ou 16 GB dependendo da versão (expansíveis até 64 GB, provavelmente via micro-SD), câmeras traseira e frontal de 3 e 1,3 megapixels respectivamente, uma bateria parruda de 4.000 mAh e virá com o Android 4.1 Jelly Bean. A tela é o ponto fraco do conjunto, um display TFT com resolução WSVGA, apenas 1024×600 pixels (169 ppi, contra 216 do Nexus 7). A quantidade de memória RAM não foi informada.

A Samsung pretende lançar o modelo Wi-Fi globalmente já em maio, enquanto que o modelo com 3G está programado para junho. Considerando o hardware mais modesto ele será provavelmente vendido na faixa de preço próxima ao Nexus 7, já que o Note 8.0 de 16 GB custa US$ 399 lá fora (60 dólares a menos que o iPad Mini 4G de mesma capacidade).

Fonte: TNW.

emGoogle Hardware

HP lança tablet Slate 7 por US$ 170

Por em 26 de abril de 2013

slate-7

Enfim parece que a HP deu uma dentro. Nos próximos dias ela começará a enviar o Slate 7, a tentativa da empresa de finalmente lançar um tablet de verdade após o fiasco retumbante do Touchpad.

Apesar de custar apenas US$ 169,99; ele possui alguns features legais e outros nem tanto assim, mas justificariam o preço 30 dólares abaixo dos concorrentes diretos, o Nexus 7 e o Kindle Fire HD:

Especificações:

  • Processador ARM Cortex-A9 dual-core de 1,6 GHz;
  • 1 GB de memória RAM;
  • 8 GB de memória interna, expansível via micro-SD;
  • display de 1024×600 pixels;
  • câmera traseira de 3 megapixels e frontal VGA;
  • conexão via Wi-Fi, Bluetooth e micro-USB;
  • sistema de som da Beats Audio;
  • Android 4.1 Jelly Bean.

Talvez seja a última chance da HP entrar no mercado de tablets após a sucessão de pataquadas homéricas do Touchpad: entre ter um ciclo de vida de apenas 49 dias, ser vendido a preço de banana e ter o código do webOS aberto para atrair seus compradores, estimulando-os a desenvolverem para a HP, apenas para quando lançado o Open webOS não ser compatível com o Touchpad.

No fim das contas a LG comprou o webOS para instalá-lo em TVs e a comunidade mantém o Open webOS com suporte da gigante coreana, mas ele tem menos de 1% de mercado. A impressão que se tem é que a HP é uma bagunça, e quando o chairman executivo se deixa fotografar usando hardware da concorrência, talvez seja mesmo.

Então boa sorte à HP, porque ela vai precisar.

Fonte: HP via Engadget.

emGoogle Hardware

Exclusivo do Walmart, Nexus 7 chega ao Brasil por R$ 999 [UPDATE]

Por em 25 de abril de 2013

Nexus 7

Essa chegou totalmente de surpresa: a partir de hoje, 25/04/2013, o Nexus 7 será oficialmente vendido no Brasil, a princípio exclusivamente pelo site da rede Walmart, pelo preço de R$ 999.

Após meses de negociações entre a ASUS e Google onde ambas não chegavam num acordo sobre o preço e forma de distribuição, a a ASUS resolveu ao menos vender o estoque que já estava no país parado. O preço é R$ 300 mais barato do que o valor que algumas lojas chegaram a anunciá-lo no fim de janeiro (e rapidamente retiraram do ar), mas como ele veio sem subsídios do Google, ainda está bem distante dos US$ 200 praticados lá fora (isso se você conseguir encontrar um).

O modelo oferecido é o de 16 GB de armazenamento, que conta com o processador Tegra 3 da nVidia (para desespero do Laguna), 1 GB de RAM e tela de 7 polegadas com resolução de 1280×800 pixels (216 ppi).

Apesar de considerar que ele chegou no mercado brasileiro com um preço razoável, não sei se ele é uma boa opção de compra se considerarmos que seu sucessor está a caminho.

Em todo caso, se você acha interessante (eu sinceramente estou na dúvida), é só seguir esse link e comprá-lo-o. :)

UPDATE às 17:45 – segundo algumas informações apuradas pelo Tecnoblog, não houve acordo entre Google e ASUS nem mesmo agora: o Walmart teria comprado todo o estoque de aparelhos importados pela empresa asiática que estava parado no Brasil e o estaria vendendo como acha que deve, tirando o Google da jogada completamente.

Ou seja: ganham ASUS e Walmart, perdem Google e o consumidor, porque se o tablet der problema, quem assume a garantia? E haverá resposição? ASUS e Google não tocam mais no assunto Nexus 7, então sobrou para a rede varejista, cuja inbox estava cheia e as tentativas de contato voltaram, por incrível que pareça.

Fonte: Info.

emGoogle Hardware

ASUS lança novos produtos no Brasil como o Fonepad e o notebook Taichi, de duas telas

Por em 24 de abril de 2013

japinha-fonepad

Em evento realizado ontem, a ASUS lançou no mercado brasileiro diversos novos produtos, dentre os quais dois merecem destaque: o notebook/tablet Asus Taichi e o Fonepad, um tablet de 7 polegadas para concorrer com a linha Galaxy Note e o iPad Mini (se ele no Brasil estivesse).

Vamos dar uma olhada nas novidades que já estão à venda no Brasil:

continue lendo

emHardware