Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

Os jogos que gostaríamos de ver no Steam

Por em 6 de setembro de 2013

O surgimento de novas lojas de distribuição digital é sem dúvida algo muito bom para o PC. Isso criou uma concorrência que tem feito com que as empresas implementem novas e melhores funções em seus serviços, além de ter forçado a realização de promoções constantes e como qualquer consumidor quer poder pagar o mínimo possível pelos seus games, só temos a comemorar.

Porém, basta darmos uma rápida olhada nos fóruns ou nos comentários de sites para ver a quantidade de pessoas que afirmam que não compraram um determinado título simplesmente porque ele não foi posto à venda no Steam, o queridinho da maioria e pensando nos muitos jogos que poderiam ter um número de jogadores ainda maior, resolvi elaborar uma pequena lista com aqueles que mais sinto falta na loja da Valve.

Alguns poderão usar como argumento a possibilidade de adicionarmos atalhos para qualquer jogo no Steam, mas isso não é o mesmo de os adquirirmos direto por lá, o que nos garante atualizações automáticas e em muitos casos, armazenamento direto na nuvem, conquistas e mais algumas regalias. Enfim, vamos aos escolhidos:

continue lendo

emComputadores

Novo jogo do Molyneux ganha data para chegar ao Steam

Por em 2 de setembro de 2013

godus

O primeiro God Game que joguei foi o Populous e desde então me apaixonei pela ideia de podermos influenciar direta ou indiretamente a vida de personagens em jogos eletrônicos. Infelizmente esse gênero não tem recebido muita atenção por parte das desenvolvedoras, mas em breve poderemos voltar a exercer nossa divindade nos games graças ao Godus.

Descrito por Peter Molyneux como um sucessor espiritual daquele título que me apresentou ao estilo, o novo jogo teve seu financiamento conseguido através de uma campanha no Kickstarter e a partir do dia 13 de setembro poderá ser adquirido através do Steam, porém, isso não deverá acontecer da maneira que muitos gostariam.

O problema é que como o Godus ainda não foi terminado, ele fará parte do programa Steam Early Access, o que significa que a versão que nos custará US$ 20 será um beta. Portanto, caso você não veja problema em adquirir um título que provavelmente passará por várias mudanças até o seu lançamento oficial, pode ir separando o dinheiro.

Por muito tempo tenha estado empolgado com a maneira como o jogo tem evoluído. Sinto como se não houvesse nada no mundo como o Godus,” declarou Peter Molyneux, como sempre prometendo mais do que deveria. “Esse é o tipo de jogo com a qual sonhei fazer desde que entrei para a indústria; Ter as pessoas jogando o beta nos dará um feedback valioso enquanto o fazemos, tornando o sonho realidade.

Eu sei que não deveria fazer isso, mas a verdade é que não tenho conseguido segurar a ansiedade por este jogo. Além de um estilo visual único e muito bonito, tenho uma grande curiosidade em saber o que o Molyneux aprendeu após tantos anos na indústria e como já desisti de esperar por um novo Black & White, minha esperança é de que esse Godus seja tão bom quanto parece.

continue lendo

emComputadores

Keiji Inafune revela Mighty No. 9, sucessor espiritual de Mega Man financiado via Kickstarter

Por em 1 de setembro de 2013

mighty-no-9-001

Ontem durante um painel na PAX Prime 2013, o ex-produtor da Capcom Keiji Inafune pegou todo mundo de calças curtas ao anunciar seu próximo game. Tendo saído da Capcom em 2010 para fundar a Comcept, sua própria empresa (que já lançou Soul Sacrifice e está desenvolvendo Yaiba: Ninja Gaiden Z junto com a Team Ninja e Spark Unlimited), o criador de Mega Man revelou Mighty No. 9, um jogo de plataforma side-scrolling que é simplesmente o sucessor espiritual do robozinho ou, nas palavras dele, o que ele queria fazer com seu personagem e não conseguiu.

continue lendo

emComputadores Cultura Gamer Games Microsoft Nintendo Sony

Steam aprova mais 100 jogos no Greenlight

Por em 29 de agosto de 2013

road-redemption

O Greenlight do Steam pode até não ser a melhor saída para os estúdio indies, mas graças a ele pudemos ter acesso a vários títulos que talvez continuassem escondidos do grande público, mas se tem algo que sempre me irritou no programa são os anúncios em dose homeopáticas dos games aprovados pelo serviço de distribuição, o que deverá mudar em breve.

Através de um anúncio na página do serviço, a Valve avisou que estão trabalhando para aumentar o número de jogos que passarão a ser vendidos por lá e para testar o sistema, de uma só vez aprovaram 100 produções, elevando para 260 o total de games que foram submetidos e devido a votação dos jogadores, aceitos pela loja.

Dessa nova e extensa lista chamam a atenção criações como o Knytt Underground, que fez um relativo sucesso na PSN com versões para o Vita e o PS3; o NEStalgia, por se tratar de um MMO com visual 8 bit; o Shadow of the Eternals, que curiosamente não conseguiu seu financiamento no Kickstarter; os brasileiros Chroma Squad e o Oniken e principalmente, aquele sucessor espiritual do Road Rash, o Road Redemption.

O grande problema agora é o tempo que boa parte desses jogos levará para serem finalmente disponibilizados no Steam, mas embora seja preciso encarar uma certa burocracia para ter seu jogo na loja, agora depende muito mais dos estúdios do que da própria Valve, mesmo porque muitos desses jogos ainda estão em desenvolvimento.

continue lendo

emComputadores

Sid Meier leva Ace Patrol para o Steam

Por em 28 de agosto de 2013

sid-meier-ace-patrol

Ver um jogo de PC ou consoles sendo adaptado para celulares e tablets é algo que se tornou relativamente comum nos últimos meses, mas e quando se trata do inverso? Embora existam alguns casos bem sucedidos de conversões assim, destacar-se nos computadores parece um pouco mais difícil, já que em muitos casos esses títulos são desenvolvidos com uma mecânica mais simples, porém, isso não impediu a lenda Sid Meier e a Firaxis de decidir levar o Ace Patrol para a plataforma.

Desde ontem a última criação da mente por trás da série Civilization está disponível através do Steam e até o próximo dia 4 o valor cobrado por ela aqui no Brasil será de apenas R$ 13,49, bem abaixo dos US$ 10 que estão pedindo lá fora. Como nos dispositivos iOS o game é distribuído gratuitamente, havendo a necessidade do jogador pagar por mais missões, esta versão nos dará acesso a todo o conteúdo, além de alguns extras como uma enciclopédia que mostrará maiores detalhes sobre as estatísticas.

Ace Patrol foi muito bem recebido pela crítica, principalmente por oferecer uma estratégia acessível mesmo a aqueles que não possuem muita experiência com o gênero e com mais de 180 missões e 30 aviões para serem escolhidos, no jogo de estratégia controlamos uma esquadrilha na Primeira Guerra Mundial, um tema que chama a atenção até por fugir do lugar comum.

Vejamos agora se o título terá complexidade suficiente para se sustentar em uma plataforma mais robusta como o PC e onde a concorrência é mais acirrada, mas é bom ver que mais pessoas terão acesso a ele e só de ter o Sid Meier envolvido em sua produção acho que o título já merece uma chance, sem falar que esta versão possui um modelo de negócios que parece até mais justo.

continue lendo

emComputadores

2K e Firaxis anunciam XCOM: Enemy Within, expansão de Enemy Unknown

Por em 21 de agosto de 2013

xcom-enemy-within-001

A série XCOM realmente está com tudo. Com o remake bem-sucedido Enemy Unknown e o recém lançado The Bureau: XCOM Declassified, a série clássica renasceu com força e foi bem adaptada para a geração atual, ainda que tenha mudado bastante em relação ao jogo original. Enemy Unknown é viciante, e você se envolve tanto com suas tropas e seus comandados da base quase como se você fosse um general/administrador de verdade, se ferrando muito para reagir à invasão alienígena. É enlouquecedor, e por isso mesmo viciante.

Agora a 2K Games e a Firaxis anunciaram durante a Gamescom uma expansão para o remake de 2012. Chamada de Enemy Within, o pacote dará continuidade aos acontecimentos de Enemy Unknown, quase como se fosse um novo jogo, porém adicionrá novos cenários (cerca de 80), novas habilidades, novos tipos de soldados como os MECs, novas armas, equipamentos, inimigos e recursos.

Para quem ainda está no começo do jogo (eu ganhei ele via PS Plus), saber que vem aimda mais conteúdo e que expande a história vai manter o game mais fresco por mais tempo, o que é ótimo já que ele é muito bom.

XCOM: Enemy Within será lançado dia 12 de novembro para PC, Mac, PS3 e Xbox 360 em dois formatos: uma atualização para quem já possui o Enemy Unknown, e uma versão stand alone chamada “Commander Edition” que custará US$ 29,99 para PC e Mac, e US$ 39,99 nos consoles.

continue lendo

emComputadores Microsoft Sony

Forge é mais um jogo a adotar o modelo free-to-play

Por em 21 de agosto de 2013

forge

Lançado em dezembro do passado, o jogo Forge trazia uma proposta interessante, entregar um multiplayer frenético ambientado num mundo de fantasia, algo como uma mistura do Team Fortress 2 com o World of Warcraft. Tendo uma recepção mediana por parte da crítica, o game falhou em se tornar um sucesso comercial e para tentar mudar essa situação, a Dark Vale Games resolveu submetê-lo a um novo modelo de distribuição e por isso o título agora pode ser jogado gratuitamente.

Segundo um comunicado divulgado no site da desenvolvedora, a ideia é fazer com que um número maior de pessoas possam jogar o game e uma das suas preocupações é fazer com que não tenhamos que pagar para termos vantagens nas partidas, ou seja, não transformá-lo em um pay-to-win.

Com sua versão gratuita já disponível no Steam, quem quiser acelerar o processo de evolução dos personagens poderá adquirir pacotes que dão direito a um maior ganho de experiência ou itens cosméticos e aqueles que tiverem comprado o Forge anteriormente terão direito ao Starter Pack, que hoje está custando R$ 25.

Embora seja mais comum vermos essa mudança acontecer nos MMOs, jogos como o Team Fortress 2 já mostraram que podem gerar muito dinheiro para seus criadores ao se tornarem gratuitos e com os servidores recebendo a visita de mais pessoas, quem sabe esse Forge não se torne mais atrativo e se o pessoal da Dark Vale for capaz de entregar novidades que mantenham o interesse dos jogadores, acho que a atitude deles pode ter sido boa para todos.

Fonte: Massively.

emComputadores