Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

Microsoft contrata um dos responsáveis pelo sucesso do Steam

Por em 15 de agosto de 2013

jason-holtman

Quando falamos da maneira genial como o Steam conseguiu tornar o PC uma plataforma melhor para games, o nome mais citado neste processo é o de Gabe Newell, o chefão da Valve, mas um profissional que deveria ter seu trabalho mais reconhecido é Jason Holtman.

Tendo trabalhado durante oito anos na editora, o ex-advogado é apontado internamente como um dos principais responsáveis pelo sucesso do serviço de distribuição digital, tendo atuado como o principal contato com os estúdios e ajudado a idealizar coisas como as tão adoradas promoções de verão em que torramos tanto dinheiro e que obviamente aumentou consideravelmente a base instalada do Steam.

Contudo, em fevereiro deste ano ele deixou a empresa e existia uma certa curiosidade em sabermos para onde iria ou mesmo se continuaria na indústria de games e agora o mistério acabou, já que Jason Holtman foi contratado pela Microsoft e esta pode ser uma excelente notícia para quem joga no PC.

Sim, eu me juntei à Microsoft, onde focarei em tornar o Windows uma grande plataforma para jogos e entretenimento interativo,” declarou o executivo. “Acho que existe muita oportunidade para a Microsoft entregar os jogos e entretenimento que os consumidores querem e para trabalhar com os desenvolvedores para fazer isso acontecer, então estou empolgado por estar aqui.

Com o Xbox One prestes a ser lançado e levando-se em consideração a maneira como a Microsoft tem relegado o PC a segundo plano, este é um movimento que quase ninguém esperava e penso que será muito interessante ver como Holtman poderá mudar o ambiente do Windows. Caso ele tenha liberdade para fazer uma revolução por lá, isso poderá ser excelente e não podemos esquecer que o último sistema operacional da empresa já conta com uma loja virtual, portanto metade do caminho já está andado.

[via GamesIndustry]

emComputadores Games Microsoft

Até a EA se rende ao Humble Bundle

Por em 14 de agosto de 2013

dead-space-3

Muitas pessoas podem não gostar disso, mas o fato é que foi-se o tempo em que o Humble Bundle era um site voltado à divulgação de jogos independentes e depois de termos visto recentemente um pacote que trazia diversos jogos da Deep Silver, chegou a vez de outra grande editora aparecer por lá. Quer dizer, grande não, gigante, afinal estamos falando da EA.

Pelo tradicional sistema “pague quanto quiser por no mínimo US$ 1”, nessa promoção temos a oportunidade de adquirir seis jogos muito bons, entre eles o relativamente novo Dead Space 3, que foi lançado em fevereiro passado. Porém, além dele ainda teremos direito ao Crysis 2 Maximum Edition, Burnout Paradise: The Ultimate Box, Medal of Honor, Mirror’s Edge e Dead Space, mas se você contribuir com pelo menos o valor médio ainda levará o Battlefield 3 e o The Sims 3 com duas expansões.

Existe ainda um detalhe que deixa essa promoção ainda mais interessante, pois apesar dela levar o título de The Humble Origin Bundle, apenas o Dead Space 3, o Battlefield 3 e o The Sims 3 são exclusivos da plataforma de distribuição da EA, portanto, todos os outros poderão ser ativados também no Steam, fazendo deste provavelmente o melhor pacote que já apareceu por lá.

Ah! Para deixar a oferta simplesmente imperdível até para quem não gosta da EA, saiba que nenhum tostão será destinado à editora, com todo o valor arrecadado sendo doado para várias instituições de caridade e caberá ao consumidor escolher como o dinheiro será dividido entre elas. Sensacional, não acha?

emComputadores

Três anos depois, The King of Fighters XIII está a caminho do PC

Por em 13 de agosto de 2013

kof-xiii

Ainda que a série The King of Fighters tenha diversos fãs em todo o mundo (eu incluso), é fato notório que ela perdeu relevância nos últimos anos, principalmente porque ela demorou muito para se atualizar e responder ao que a Capcom havia alcançado com Street Fighter IV. Somando a isso o fato de que TKoF XII não foi um jogo muito bom, a franquia caiu no esquecimento.

The King of Fighters XIII, game lançado para os arcades em 2010 corrigiu esses problemas, sendo um título que amarrou algumas pontas soltas da história (que sempre teve um fator de destaque na série), além de ser um jogo de luta mais balanceado do que o anterior. Apesar de seus esforços e ainda que tenha sido convertido para diversas plataformas (PS3, Xbox 360 e até mesmo iOS e Android), o game não conseguiu recuperar o prestígio de outrora.

Entretanto a SNK não desistiu, e depois de quase dois anos do lançamento do game para os consoles de mesa (e três depois do original para Arcade) o título é anunciado para PC, mais precisamente para Steam. O game chegará no dia 13 de setembro e já está em pré-venda, saindo pelo preço promocional de R$ 45.

O game virá com todos os personagens secretos desbloqueados, além de o principal fator de reclamação entre os jogadores: um novo netcode que proporcionará “a mais confortável experiência online até agora”, segundo a desenvolvedora. Se a experiência ficar ao menos próxima de SSFIVAE, já é um avanço e tanto.

Não obstante o game contará com opções de ajustes gráficos para adequá-lo a máquinas não tão poderosas. As exigências mínimas são Windows XP, processador Pentium 4 de 2,0 GHz, 1 GB de RAM, placa de vídeo GeForce 9500 GT com 256 MB, DirectX 9 e 5 GB de espaço em disco. A SNK entretanto recomenda Windows 7, Intel Core i5, 4 GB de RAM e GPU de 512 MB.

A SNK vai realizar um Closed Beta entre 20 e 29 de agosto, e quem quiser participar precisa acessar este link e preencher seus dados até o dia 18. Trezentos jogadores serão selecionados através de sorteio.

Fonte: VG24/7.

emComputadores

Capcom e a edição limitadíssima de DuckTales do NES reservada apenas à imprensa

Por em 12 de agosto de 2013

ducktales-nes-press-special-edition

A um dia do lançamento de DuckTales Remastered para PS3 e PC (a versão para Xbox 360 só chegará no dia 11 de setembro), diversos canais já estão testando o game e dando suas impressões, que parecem muito boas. Até o momento o Gamespot é o único que não gostou do game, dizendo que “o remake não tem motivo de existir” e se vende pura e simplesmente pela nostalgia, além de ser um game difícil (esse nunca jogou Mega Man no NES…).

Opiniões a parte, o fato é que a Capcom e a WayForward capricharam no game e fizeram de tudo para manter o hype lá no alto, tendo alimentdo o público com o “Duckumentário” mostrando o processo de produção e teasers dos estágios. A empresa também aproveitou e despachou cópias limitadíssimas de kits para a imprensa na forma de uma lancheira contendo um cartucho de NES de DuckTales, o game original lançado há 24 anos, além de encartes com piadinhas sobre o game e a trilha sonora, e anúncios de games futuros quando do lançamento original do game, em 1989: Mega Man 3 e Street Fighter 2010. Tudo isso protegido por notas de dólar picadas (muito provavelmente o tio Patinhas não aprovaria isso).

continue lendo

emComputadores Indústria Microsoft Sony

Betrayer, o terror em preto e branco

Por em 6 de agosto de 2013

betrayer

Nos últimos anos os jogadores que gostam de sentir medo tem ganhado vários motivos para comemorar e um título que promete entrar em breve para a lista dos bons jogos de terror é Betrayer.

Desenvolvido pela Blackpowder Games, estúdio formado por alguns dos responsáveis pelo F.E.A.R. e pelo No One Lives Forever, o game se passará no estado da Virginia, EUA durante o período colonial e além dessa ambientação pouco usual, o grande destaque será sua direção artística, com quase tudo o que nos for mostrados estando em preto e branco.

Betrayer terá jogabilidade funcionando em primeira pessoa, onde deveremos coletar pistas para descobrir o que aconteceu com o acampamento britânico a que chegamos e claro, tentar sobreviver ao mal que habita o local. De acordo com o chefe de criação Craig Hubbard, há muita coisa interessante – e aterrorizante – para vermos ali.

A situação social daquela época era realmente interessante. Não sei se você já leu sobre como era ser um peregrino nas colônias, mas quando você quebrava as leis, eles meio que… empilhavam pedras sobre você até que morresse. Isso era terrível e brutal e um grande tema para um jogo misterioso.

Em relação a falta de cores, o CEO do estúdio e designer de interface, Larry Paolicelli, disse que decidiram seguir esta direção porque lhes permitiria aumentar a tensão e o senso de mistério, e após terem realizado testes com a atual versão e outra colorida, eles descobriram que as pessoas preferiam o preto e branco.

Com uma campanha que durará cerca de cinco horas, Betrayer estará disponível no Steam a partir do dia 14 de agosto por um preço US$ 15 (provavelmente um pouco menos de R$ 30 aqui no Brasil).

continue lendo

emComputadores

Guacamelee! Gold Edition será lançado para Steam com todos os DLCs

Por em 1 de agosto de 2013

Guacamelee!

Guacamelee! é um título da DrinkBox Studios que chamou muita atenção ao ser lançado em abril para PS3 e PS Vita:um divertido Metroidvania fortemente inspirado pela cultura mexiacna, misturando os famosos luchadores com a festividade do Día de Los Muertos. Como o game é tanto cross-play quanto cross-buy, mesmo quem não possui o portátil da Sony saiu lucrando com esse game, mas é um título quase que obrigatório para o Vita.

Como a DrinkBox não é uma desenvolvedora exclusiva da Sony (outro game da empresa, Tales from Space: Mutant Blobs Attack!!! já está presente no Steam), a empresa anunciou que Guacamelee! Gold Edition será lançado na próxima quinta-feira, dia 08 de agosto na loja virtual do velho Gabe Newell.

continue lendo

emComputadores Portáteis Sony

DLC de BioShock Infinite nos levará de volta a Rapture

Por em 31 de julho de 2013

Bioshock Infinite DLC: Burial at Sea

A Irrational Games têm um carinho todo especial com sua franquia BioShock (o primeiro e Infinite, bem explicado). Todo trabalho minucioso que consumiu vários anos de desenvolvimento para o verdadeiro segundo título culminou num game esplêndido, sério candidato a melhor game do ano.

A atenção se estende aos DLCs, revelados agora. O que mais chama a atenção deles é claro, um conteúdo completamente novo, colocando Booker e Elizabeth num cenário muito conhecido pelos games, mas jamais visto da forma que será apresentada: Rapture poderá finalmente ser contemplada em seus tempos de glória, sob a administração do emblemático Andrew Ryan.

continue lendo

emComputadores Microsoft Sony