Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

Final Fantasy XV, mas pode chamar de Clube do Bolinha

Por em 30 de março de 2015

final-fantasy-15

Quem teve a oportunidade de jogar a demo do Final Fantasy XV deve ter percebido que o grupo que controlamos é formado apenas por homens e numa época em que se discute muito o papel das mulheres no mundo dos games, tanto estrelando os jogos quanto atuando na sua produção, isso fez com que muitos questionassem o porque delas não marcarem presença na aventura.

Pois o diretor Hajime Tabata tentou explicar a decisão e tenho que admitir que a opinião dele não me agradou muito. Mas primeiro, vamos à ela:

continue lendo

emDestaques Games Miscelâneas

Prepare as fichas, vem aí um novo Dissidia Final Fantasy

Por em 16 de fevereiro de 2015
Laguna_Ehrgeiz_PAL_cover_mini

Ehrgeiz, dos arcades japoneses da Namco para o PlayStation

Se há uma franquia de jogos de luta com jogabilidade e gráficos bidimensionais que o tio Laguna gosta mesmo é The King of Fighters. Ao menos nos primeiros episódios, a saga Orochi tinha um enredo muito bom e sistemas de jogo que me faziam sentido.

Quando os jogos de luta evoluíram para gráficos tridimensionais, tivemos duas vertentes: os jogos que mantinham a jogabilidade 2D e aqueles onde os personagens realmente lutavam em um ambiente tridimensional. Um destes foi Ehrgeiz, um jogo de luta 3D com jogabilidade tridimensional desenvolvido pela então Squaresoft para os arcades da Namco lá em 1998. Para aproveitar o grande hype e o ostensivo marketing do (na minha opinião) insosso Final Fantasy VII, o jogo de luta vinha com alguns dos personagens do tal JRPG.

Infelizmente Ehrgeiz parecia ser apenas mais um jogo de luta, um wrestling bem genérico. Embora tivesse cenários tridimensionais em vários níveis, o sistema não possuía o refinamento de um Soul Blade / Soul Edge da vida. Ehrgeiz até tinha potencial, mas somente uma década depois a Square Enix viria reutilizar vários dos personagens da franquia Final Fantasy em um jogo de luta tridimensional com jogabilidade idem. Era Dissidia Final Fantasy, um ótimo jogo exclusivo da aberração chamada PlayStation Portable (PSP).
continue lendo

emVídeos

Vazamento sugere que Final Fantasy X / X-2 HD Remaster também será lançado no PS4

Por em 8 de dezembro de 2014
Laguna_FF10_PS4_cover

Não, não é montagem (Crédito: Square Enix Boutique [em cache])

Na última Black Friday, as únicas ofertas que aproveitei foram na loja norte-americana da Square Enix. Só para ter ideia, a versão física de Final Fantasy XIII para PlayStation 3 estava a oito dólares. Levei também Kingdom Hearts 3D: Dream Drop Distance (3DS, US$ 12) e a edição limitada de Kingdom Hearts HD 2.5 ReMix (PS3, pré-venda a US$ 40 sem descontos).

No início do ano, comprei na pré-venda da tal loja a edição de colecionador do Final Fantasy X / X-2 HD Remaster, até então exclusiva para o PlayStation 3. Não me arrependo por considerar o jogo excelente, dividindo o pódio de melhor Final Fantasy com o FF12, na minha opinião. O problema é que eu teria pensado duas vezes antes de fazer isso se eu soubesse que o excelente JRPG também viria para o PS4.
continue lendo

emRumores Sony

Snapcash: envie dinheiro a seus amigos pelo Snapchat

Por em 18 de novembro de 2014

snapcash

Houve um tempo em que as pessoas usavam o Snapchat para mandar fotos e vídeos cheios de sacanagem para seus amigos(as), ficantes, namorados(as) e quem mais quisesse ver por dez segundos (até porque o app avisa quem fez screenshot). A partir de agora porém o app passa a enviar algo mais, digamos assim, perene: grana, dinheiro, bufunfa, carvão, faz-me rir…

continue lendo

emComputação móvel Internet Mercado Miscelâneas Planeta Sem Fio Segurança Software

Sakaguchi queria que Chrono Trigger fosse tranformado em série

Por em 2 de setembro de 2014

Chrono-Trigger

Se você faz parte dos fãs que sempre desejaram que a Square revisitasse a franquia Chrono Trigger, saiba que se ela não foi transformada em uma série, a culpa não deve ser jogada sobre seu criador, Hironobu Sakaguchi.

Durante uma palestra realizada no PAX Prime há alguns dias, o game designer revelou que se dependesse dele o jogo seguiria os mesmos passos do Final Fantasy, recebendo diversas continuações, mas feliz ou infelizmente, a alta cúpula da editora nunca permitiu que isso acontecesse.

continue lendo

emGames Miscelâneas Museu

Apple pretende mesmo criar sistema de pagamentos móvel

Por em 22 de abril de 2014

iphone-money

Pelo visto todo mundo está correndo para oferecer serviços de pagamentos digitais. O modelo do PayPal atualmente é o mais estabelecido e utilizado, seguido de perto pelo Google Wallet que há pouco tempo se integrou ao Gmail permitindo enviar dinheiro para amigos e pagar contas diretamente, ainda que com uma taxa. Até o Facebook vai entrar na brincadeira.

Claro, a Apple que de boba não tem nada está planejando entrar nesse ramo, e para isso não estaria poupando esforços para revolucionar o sistema, para variar.

continue lendo

emApple e Mac Computação móvel Mercado Planeta Sem Fio Segurança Software Telecom

Final Fantasy X HD para o Vita ganha data de lançamento

Por em 17 de dezembro de 2013

final-fantasy-10

Atenção, atenção, admiradores do Final Fantasy X e que pretendem adquirir o jogo para o PlayStation Vita! A Sony liberou algumas informações importantes sobre esta versão e a principal delas é que o jogo será lançado nos Estados Unidos em 18 março, mesmo dia em que aparecerá nos PS3.

A Square Enix também revelou que no portátil o título será vendido por US$ 40 e ao contrário do que a editora havia cogitado anteriormente, no portátil o jogo principal e a sua expansão X-2 HD não serão vendidos separadamente, o que provavelmente nos fará economizar alguns dólares e um recurso interessante é que poderemos jogar em uma plataforma e continuar o progresso em outra.

Já em relação ao jogo no PlayStation 3, a editora também revelou que venderá, infelizmente apenas através de sua loja, uma edição de colecionador que nos custará US$ 80. Quem investir nela terá direito a um livro de capa dura com 40 páginas trazendo artes conceituais dos dois games, além de um Blu-ray com mais de seis horas de músicas remasterizadas, imagens e cinco litogravuras com cenas famosas de ambos os títulos.

Tenho que admitir que mesmo não sendo um grande fã do FFX, principalmente por sua linearidade, e de já possuir o jogo para o PS2, estou pensando seriamente em investir nesta versão remasterizada, principalmente por causa dos gráficos, que estão incrivelmente muito bonitos. Só é uma pena que o relançamento não contará com o Cross-buy, que é o recurso de comprar para um videogame e poder jogar no outro.

continue lendo

emPortáteis Sony