Mobile
Mobile
Digital Drops Blog de Brinquedo

Usuários relatam que Xperia Z2 superaquece quando filma em 4K

Por em 9 de abril de 2014 - 4 Comentários

xperia-z2

Agora que a Sony colocou no mercado o Xperia Z2, seu mais novo e apetitoso top de linha apresentado da MWC 2014, alguns usuários estão relatando um problema um tanto chato: o aparelho tende a aquecer bastante quando o feature de filmar vídeos em 4K é utilizado.

continue lendo

emComputação móvel Hardware Planeta Sem Fio Telecom

Sony A7S é oficial — full frame com filmagem em 4K

Por em 8 de abril de 2014 - 7 Comentários

A Sony, mesmo não conseguindo dominar fatias maiores do mercado, vem desenvolvendo equipamentos muito interessantes e se colocando como uma das grandes desenvolvedoras de inovações e tecnologia no mercado fotográfico (há 10 anos atrás eu nunca imaginaria que iria escrever isso). Agora eles estão colocando no mercado a nova A7S, uma mirrorless que vai chegar com sensor full frame, para a alegria de muitos. Não é a primeira câmera da empresa com essa característica, já que tivemos recentemente o lançamento das Sony A7 e A7R, as primeiras mirrorless full frame do mercado. Essa nova câmera não chega para concorrer com as irmãs mais velhas, mas sim para criar uma nova categoria dentro dos equipamentos oferecidos pela empresa. Aliás, a Sony deve ser a empresa que mais possuí modelos full frame em comercialização atualmente.

A Sony A7S chega para os consumidores com um sensor full frame de “apenas” 12 megapixels. Isso mesmo, uma densidade de pixels muito baixa em um equipamento da empresa que praticamente criou a “guerra dos megapixels”. Mas, voltando ao assunto, a câmera deve oferecer um ótimo resultado em baixas luzes e, para provar isso (ou se apoiar) a velocidade ISO pode ir de 50 até 409.600, sendo que no vídeo esses valores mudam para 200 a 409.600. Informações sobre o range dinâmico não foram divulgadas, mas deve ser uma coisa interessante de se ver. A câmera está equipada com o processador Bionz X, possui um visor eletrônico de 0,5 polegada com 2 megapixels de resolução e um visor LCD TFT com 3 polegadas. Além das conexões normais, a câmera pode descarregar as imagens via Wi-Fi e também está equipada com a tecnologia NFC (Near Field Communication).

Porém, nada disso que falei (embora sejam características impressionantes) é o motivo para o qual a câmera está chamando (e vai chamar) mais atenção. A câmera é capacitada para gravar vídeos em Full HD em seu armazenamento interno (cartões SD) com 60, 30 ou 24 fotogramas por segundo. Porém, acoplada a uma unidade de gravação externa (via porta micro-HDMI) a câmera pode gravar vídeos em QFHD com resolução de 3840×2160 com 30 fotogramas por segundo. A Sony afirma que o vídeo é gravado com a informação completa do sensor, sem a necessidade de agrupamento de pixels (pixel binning). Ao contrário de outros equipamentos, o vídeo não está preso ao formato AVCHD, podendo gravar no sistema XAVC S com taxa de bits de até 50 MB/s. A câmera também pode gravar os dois formatos de vídeo (Ultra HD e HD) simultaneamente.

Agora que eu estava formando minha coleção de filmes em Full HD o formato vai mudar. Mas, a tecnologia tem que caminhar. Ainda não há preço ou data de disponibilidade para a nova câmera, mas muitos sites gringos estão falando em US$ 2.000.00 como preço médio para o equipamento.

SonyA7s

Fonte: FotoActualidad e Dpreview.

emDestaques Equipamentos Fotografia

BUILD 2014: dispositivos de até 9″ não pagarão licença do Windows

Por em 3 de abril de 2014 - 1 Comentário

windows-license-free

A Microsoft finalmente confirmou os rumores: embora tenha dado a entender que o foco inicial seria promover dispositivos baratos em mercados emergentes, ontem a empresa revelou que o plano é ainda mais ambicioso. Em prol de tornar o Windows Phone uma plataforma extremamente popular ela exterminou a taxa de licenciamento em todos os dispositivos de até 9 polegadas, sejam smartphones ou tablets.

continue lendo

emComputação móvel Hardware Mercado Microsoft Planeta Sem Fio Software Telecom

Sony Digital Paper: Tablet com tela e-ink é leve, fino e bem caro

Por em 28 de março de 2014 - 25 Comentários

sony-digital-paper-2

O Digital Paper da Sony é um híbrido entre um tablet e um eReader que pesa apenas 357 gramas, mesmo com uma bela tela E-Ink de 13,3 polegadas. O tablet é perfeito como bloco de notas, e também para ilustrações e desenhos, e vem com uma caneta stylus em um suporte lateral. O Digital Paper também pode ser usado como leitor de livros, pois a tela tem 16 níveis de cinza e ótimo contraste, além de uma resolução de 1200 x 1600 pixels.

O segredo do preço da leveza do Digital Paper é que a tela tem tecnologia Mobius e usa plástico ao invés de vidro, o que a torna flexível, embora isto não tenha sido aproveitado neste tablet. Com 4 GB de memória interna e um slot microSD, espaço não ser um problema, mas o tablet também tem conectividade Wi-Fi, que usa para compartilhar os arquivos.

sony_digital_paper_2

Este aparelho só lê arquivos PDF, mas a Sony diz que ele virá acompanhado por um programa para converter outros formatos para ele. O Digital Paper também fica devendo na falta de iluminação, mas o grande defeito dele não é nenhum destes, é sim o seu preço, salgados US$ 1.100.

Se relevarmos o seu custo, o Digital Paper me parece ser um produto bem interessante para o público para o qual foi projetado, como universidades, escritórios de advocacia, grandes empresas ou instituições. Saiba mais sobre o Digital Paper na Sony.

Fontes: Digital Drops e Extreme Tech.

continue lendo

emDestaques Hardware Mercado

Sony: “gostaríamos de ter um portátil como o Nintendo 3DS, mas ao menos nosso PS4 é líder”

Por em 16 de março de 2014 - 64 Comentários
Laguna_Killzone_PS4

Oitava geração, uma verdadeira Killzone (Crédito: Polygon)

Parece que a Microsoft ganhou força nos Estados Unidos: se em janeiro o XBox One vendeu metade do número de consoles PlayStation 4 vendidos naquele mercado, ao menos em fevereiro a lacuna foi bem menor. Segundo a própria Microsoft, o console de 8ª geração dela vendeu o equivalente a 90% do que o principal console Sony conseguiu vender nos Estados Unidos.

Se a Microsoft afirma que conseguiu vender 258 mil unidades do XBO nos Estados Unidos em fevereiro, podemos calcular que o PS4 vendeu 285 mil consoles em tal disputado mercado. O pessoal do NPD observou que devido à diferença de preço, o console da Microsoft lucrou mais que o da Sony, ou seja, a receita do XBox One foi maior que a do PlayStation 4.

A Microsoft acha que a pré-venda de Titanfall e do bundle correspondente foram algumas das razões desse sucesso comercial dela. Na lanterninha da oitava geração, a plataforma Wii U vendeu pouco mais de 80 mil consoles. Se considerarmos as vendas totais mundiais, o PS4 lidera com base instalada de 6 milhões de consoles, contra 5,5 milhões do Nintendo Wii U e 3,9 milhões de XBO.

Ao considerarmos que tanto o PS4 quanto o XBox One foram lançados em novembro e o Wii U já tinha um ano de estrada, podemos prever que o PlayStation 4 vai liderar a oitava geração de consoles seguido de perto pelo XBox One. Em lugares como o Canadá, a procura pelo console da Sony tem sido tanta que lojistas cogitam aumentar o preço do PS4 para manter os estoques. Lei da oferta e da procura. Mesmo com esse maldito capitalismo, ainda há esperança para a Nintendo?
continue lendo

emDestaques Hardware Microsoft Nintendo Sony

Sony e Panasonic prometem que o Archival Disc alcançará capacidade de até 1 TB

Por em 10 de março de 2014 - 9 Comentários

archival-disc-logo

Em meados de 2013 Sony e Panasonic revelaram uma parceria que pode fornecer uma opção interessante para quem precisa realizar backups de grandes quantidades de dados: a proposta seria desenvolver uma nova mídia óptica capaz de armazenar no mínimo 300 GB de dados, no intuito de ser o sucessor do Blu-ray.

continue lendo

emDestaques Hardware Indústria Miscelâneas

BOMBA! Jack Tretton deixa presidência da Sony

Por em 6 de março de 2014 - 2 Comentários

jack-tretton

Enquanto boa parte da indústria e dos jogadores voltam sua atenção para a situação complicada da Nintendo, a Sony segue perdendo forças propondo mudanças drásticas e depois de revelar cortes em vários setores, como a venda da linha Vaio ou o fechamento de várias lojas nos Estados Unidos, uma reestruturação na sua diretoria começa a se orquestrar.

Pegando todos de surpresa, a empresa anunciou que Jack Tretton, presidente e CEO da Sony Computer Entertainment America, deixará seu cargo no dia 31 de março, numa decisão que eles alegam ter sido tomada em comum acordo. Com isso, quem assumirá a posição será Shawn Layden, então vice-presidente executivo e COO da mesma divisão.

Trabalhar na SCEA pelos últimos 10 anos foi a experiência mais gratificante da minha carreira,” declarou o executivo em um comunicado oficial. “Mesmo sentindo profundamente a falta do talento da equipe da SCEA e a paixão demonstrada diariamente por nossos fãs, estou muito empolgado em começar o próximo capítulo da minha carreira. Quero agradecer os funcionários, parceiros e clientes por seu comprometimento incansável à marca PlayStation e, é claro, aos fãs que nos levaram a um novo patamar de inovação e entretenimento ao longo das últimas duas décadas. Deixo o PlayStation em uma posição de considerável força e o futuro será ainda mais brilhante para a Nação PlayStation.

continue lendo

emDestaque Games Indústria Sony