Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

Linha de TVs Sony Bravia pronta para o PlayStation Now chegará às lojas em junho

Por em 18 de abril de 2014

playstation-now

A gente sabe, o PlayStation Now ainda vai demorar um bom bocado para se tornar uma realidade em todo o mundo. Ainda que a Sony esteja empolgada com o recurso que trará streaming de games do PSOne, PS2 e PS3 ao PS4, PS3 e PS Vita a realidade esbarra em alguns problemas técnicos: ele exige uma conexão de mínima de 5 Mb/s, o que não é um problema exceto pela latência, esse sim o verdadeiro calcanhar de aquiles do projeto. Tanto é que a Sony nem pretende lançá-lo tão cedo na Europa, e por aqui então…

A previsão original é que além dos consoles, o PSNow seja oferecido também em TVs, smartphones e tablets, e sem nenhuma surpresa a prioridade é que os produtos da própria Sony sejam compatíveis com a tecnologia. Tanto é que ela já anunciou a primeira linha de TVs da série Bravia totalmente compatíveis com o recurso, que serão lançadas em junho.

continue lendo

emÁudio Vídeo Fotografia Comunicação Digital Internet Portáteis Sony Web 2.0

Vendas nos US&A: em março, Titanfall foi líder mas PS4 continua no topo sem qualquer ameaça

Por em 18 de abril de 2014
Laguna_Titanfall_Launch_Party

Ele se esforçou, mas o XBO ainda não viu a queda do Titã da Sony (Crédito: VG247)

Não é surpresa que o jogo que mais se destacou em março foi Titanfall e não somente na crítica: aquele FPS online com robôs gigantes e exclusivamente multiplayer, desenvolvido pelos criadores do fenômeno Call of Duty, liderou o ranking das vendas de jogos nos Estados Unidos (e muito provavelmente no Reino Unido também).

Graças a Titanfall e ao belo marketing de pacotes generosos com o Xbox One, a Microsoft também pôde comemorar os cinco milhões de consoles enviados às lojas de todo o mundo no mês passado. Uma pena, para a BigM de Redmond, que a oitava geração de consoles não se resuma aos 500 dólares cobrados pelo XBO: consoles mais baratos como o Nintendo Wii U e PlayStation 4 continuam com base instalada mundial maior. No caso do console da Sony, bem maior.

Enquanto em fevereiro o PS4 comemorava 6 milhões de consoles vendidos no mundo e o XBO ficava de 4, em março a situação permanece a mesma com o console da Sony mantendo essa significante diferença de 2 milhões de consoles a mais na oitava geração: agora são 7 milhões de lares no mundo que contam com ao menos um PlayStation 4. Lembrando que o PS4 está disponível em 72 países, enquanto o XBO ainda não passou dos 20.

Embora representem mercados e valores bem diferentes, o tio Laguna não duvida que o PS4 vá ultrapassar neste mês de abril a base instalada do PlayStation Vita.

O primeiro e excelente console portátil da Sony, lançado em 2012, teve o azar de ser lançado num mercado onde leva surra após surra do Nintendo 3DS mas milagrosamente ainda conseguiu chegar ao patamar mundial dos 8 milhões vendidos (agradeçam aos fãs japoneses dos portáteis Sony).

Falando no mais famoso acessório do PS4, o ranking norte-americano de hardware dedicado a jogos ficou assim em março (dados do NPD Group):
continue lendo

emDestaques Hardware Microsoft Nintendo Sony

Game developer teria faturado mais de US$ 100 mil criando objetos para jogos com o Player Studio

Por em 10 de abril de 2014

concept_render_zpsd178f0d0

Para quem não conhece, o Player Studio é uma plataforma lançada em 2012 que permite que os próprios jogadores façam downloads de modelos 3D e várias formas geométricas, aprendam como eles são construídos e consigam desenvolver seus próprios objetos e assets para os jogos da Sony Online Entertainment, como o EverQuest, Everquest 2 e PlanetSide 2.

Se você tem habilidades pra desenhar e modelar em três dimensões, e quer se aventurar pelo mundo do desenvolvimento de games, recomendo dar uma olhada na ferramenta, além de ler as guidelines e o roteiro de cada um dos jogos, não é muito complicado.

Mas é importante saber logo de cara que não adianta querer criar uma bazuca de raios laser pra um personagem de um universo medieval, ou um estilingue para um personagem futurista, certo?

continue lendo

emCultura Gamer Destaques Indústria Software

Usuários relatam que Xperia Z2 superaquece quando filma em 4K

Por em 9 de abril de 2014

xperia-z2

Agora que a Sony colocou no mercado o Xperia Z2, seu mais novo e apetitoso top de linha apresentado da MWC 2014, alguns usuários estão relatando um problema um tanto chato: o aparelho tende a aquecer bastante quando o feature de filmar vídeos em 4K é utilizado.

continue lendo

emComputação móvel Comunicação Digital Hardware Planeta Sem Fio

Sony A7S é oficial – Full Frame com filmagem em 4K

Por em 8 de abril de 2014

A Sony, mesmo não conseguindo dominar fatias maiores do mercado, vem desenvolvendo equipamentos muito interessantes e se colocando como uma das grandes desenvolvedoras de inovações e tecnologia no mercado fotográfico (há 10 anos atrás eu nunca imaginaria que iria escrever isso). Agora eles estão colocando no mercado a nova A7S, uma mirrorless que vai chegar com sensor full frame, para a alegria de muitos. Não é a primeira câmera da empresa com essa característica, já que tivemos recentemente o lançamento das Sony A7 e A7R, as primeiras mirrorless full frame do mercado. Essa nova câmera não chega para concorrer com as irmãs mais velhas, mas sim para criar uma nova categoria dentro dos equipamentos oferecidos pela empresa. Aliás, a Sony deve ser a empresa que mais possuí modelos full frame em comercialização atualmente.

A Sony A7S chega para os consumidores com um sensor full frame de “apenas” 12 megapixels. Isso mesmo, uma densidade de pixels muito baixa em um equipamento da empresa que praticamente criou a “guerra dos megapixels”. Mas, voltando ao assunto, a câmera deve oferecer um ótimo resultado em baixas luzes e, para provar isso (ou se apoiar) a velocidade ISO pode ir de 50 até 409.600, sendo que no vídeo esses valores mudam para 200 a 409.600. Informações sobre o range dinâmico não foram divulgadas, mas deve ser uma coisa interessante de se ver. A câmera está equipada com o processador Bionz X, possui um visor eletrônico de 0,5 polegada com 2 megapixels de resolução e um visor LCD TFT com 3 polegadas. Além das conexões normais, a câmera pode descarregar as imagens via Wi-Fi e também está equipada com a tecnologia NFC (Near Field Communication).

Porém, nada disso que falei (embora sejam características impressionantes) é o motivo para o qual a câmera está chamando (e vai chamar) mais atenção. A câmera é capacitada para gravar vídeos em Full HD em seu armazenamento interno (cartões SD) com 60, 30 ou 24 fotogramas por segundo. Porém, acoplada a uma unidade de gravação externa (via porta micro-HDMI) a câmera pode gravar vídeos em QFHD com resolução de 3840×2160 com 30 fotogramas por segundo. A Sony afirma que o vídeo é gravado com a informação completa do sensor, sem a necessidade de agrupamento de pixels (pixel binning). Ao contrário de outros equipamentos, o vídeo não está preso ao formato AVCHD, podendo gravar no sistema XAVC S com taxa de bits de até 50 MB/s. A câmera também pode gravar os dois formatos de vídeo (Ultra HD e HD) simultaneamente.

Agora que eu estava formando minha coleção de filmes em Full HD o formato vai mudar. Mas, a tecnologia tem que caminhar. Ainda não há preço ou data de disponibilidade para a nova câmera, mas muitos sites gringos estão falando em US$ 2.000.00 como preço médio para o equipamento.

SonyA7s

Fonte: FotoActualidad e Dpreview.

emÁudio Vídeo Fotografia Destaques Equipamentos

BUILD 2014: dispositivos de até 9″ não pagarão licença do Windows

Por em 3 de abril de 2014

windows-license-free

A Microsoft finalmente confirmou os rumores: embora tenha dado a entender que o foco inicial seria promover dispositivos baratos em mercados emergentes, ontem a empresa revelou que o plano é ainda mais ambicioso. Em prol de tornar o Windows Phone uma plataforma extremamente popular ela exterminou a taxa de licenciamento em todos os dispositivos de até 9 polegadas, sejam smartphones ou tablets.

continue lendo

emComputação móvel Comunicação Digital Hardware Mercado Microsoft Planeta Sem Fio Software

Sony Digital Paper: Tablet com tela e-ink é leve, fino e bem caro

Por em 28 de março de 2014

sony-digital-paper-2

O Digital Paper da Sony é um híbrido entre um tablet e um eReader que pesa apenas 357 gramas, mesmo com uma bela tela E-Ink de 13,3 polegadas. O tablet é perfeito como bloco de notas, e também para ilustrações e desenhos, e vem com uma caneta stylus em um suporte lateral. O Digital Paper também pode ser usado como leitor de livros, pois a tela tem 16 níveis de cinza e ótimo contraste, além de uma resolução de 1200 x 1600 pixels.

O segredo do preço da leveza do Digital Paper é que a tela tem tecnologia Mobius e usa plástico ao invés de vidro, o que a torna flexível, embora isto não tenha sido aproveitado neste tablet. Com 4 GB de memória interna e um slot microSD, espaço não ser um problema, mas o tablet também tem conectividade Wi-Fi, que usa para compartilhar os arquivos.

sony_digital_paper_2

Este aparelho só lê arquivos PDF, mas a Sony diz que ele virá acompanhado por um programa para converter outros formatos para ele. O Digital Paper também fica devendo na falta de iluminação, mas o grande defeito dele não é nenhum destes, é sim o seu preço, salgados US$ 1.100.

Se relevarmos o seu custo, o Digital Paper me parece ser um produto bem interessante para o público para o qual foi projetado, como universidades, escritórios de advocacia, grandes empresas ou instituições. Saiba mais sobre o Digital Paper na Sony.

Fontes: Digital Drops e Extreme Tech.

continue lendo

emDestaques Hardware Mercado