Fotografia
Fotografia
Digital Drops Blog de Brinquedo

40% dos sensores fotográficos vendidos em 2014 foram fabricados pela Sony

Por em 5 de maio de 2015

sensor_sony

Você já pensou seriamente em comprar uma câmera da Sony? Sei que todos que viveram o nascimento da fotografia digital e das primeiras câmeras compactas olharam com desejo uma Cyber-shot em uma vitrine. Muita gente comprou e ficou maravilhada com as primeiras imagens descarregadas no computador. Eu mesmo tive uma Mavica e uma P71. Porém, com o passar do tempo, muitos perceberam que as empresas com mais tradição estavam fazendo câmeras melhores e com qualidade de imagem superior. A fama de câmeras ruins perdura até hoje entre algumas pessoas, mesmo com a Sony produzindo equipamentos de alta qualidade.

Porém, mesmo os que não gostam da marca podem estar utilizando seus melhores equipamentos sem saber. Segundo o Wall Street Journal a Sony foi responsável pela fabricação de 40% de todos os sensores fotográficos vendidos em 2014. Estamos falando de câmeras fotográficas, smartphones e equipamentos para uso industrial. Isso não é pouca coisa. Para ter uma ideia da importância do fato, a Sony fez uma reestruturação de seus negócios classificando a importância de sua linha de produção em três níveis. A fabricação de câmeras está no nível intermediário. Já a fabricação de sensores é prioridade máxima. Até a Samsung, que desenha e fabrica os próprios sensores, acabou se rendendo ao produto japonês para o seu Galaxy S6. Assim como Motorola e a Nikon em suas DSLR.

Uma ponto importante que levou a esse número de vendas no ano passado foi o contrato com a Apple e o fato de o novo iPhone 6 estar equipado com dois sensores da Sony. Estima-se que para cada iPhone vendido a empresa japonesa embolse US$ 20,00. A Sony fornece sensores para o iPhone desde o 4s, quando a OmniVision perdeu a exclusividade de fabricação para a câmera principal (traseira) do telefone da Apple. Esse crescimento no negócio de sensores levou a empresa anunciar o investimento de 1 bilhão de dólares em sua fábrica para suprir a demanda global.

Interessante notar que uma das marcas que menos inspiraram confiança para os amantes da fotografia digital, hoje pode ser um dos pilares mais importantes de toda a indústria. Coisas do destino.

Fonte: Dpreview.

emDestaque Destaques Fotografia Mercado Notícias

Sony anuncia o Xperia Z4 no Japão sem muitas mudanças

Por em 20 de abril de 2015

xperia-z4-001

A Sony sofreu bastante nas últimas semanas com uma série de vazamentos a respeito do Xperia Z4, seu novo top de linha. Nesta segunda-feira a empresa enfim resolveu tirá-lo do armário e divulgou um press release no Japão revelando o aparelho, que não traz muitas novidades em relação ao seu antecessor.

continue lendo

emAndroid e Linux Celular Destaques Hardware Mercado Planeta Sem Fio

Wikileaks disponibiliza e-mails e documentos da Sony — sobrou até pro Jovem Nerd

Por em 16 de abril de 2015
Paul-Bettany-plays-Silas-the-albino-in-Ron-Howards-suspense-thriller-The-Da-Vinci-Code-9

Assaaaannngee…

Não importa qual seja sua opinião quanto a Julian Assange, ele é um mal necessário, o Wikileaks nada mais é do que uma forma de controle de informação, fazendo com que organizações e governos criem vergonha na cara e tomem conta de seus segredos. Não quer ser wikilikado? Não quer ser hackeado? Não deixe sua senha aparecer na televisão.

Uma das grandes vítimas dessas invasões foi a Sony, atacada — dizem — pela Melhor Coréia. Um monte de material sigiloso, gigabytes de e-mails e documentos foram surrupiados, com um monte de revelações constrangedoras envolvendo as produções da casa, interações entre artistas, executivos, marketeiros…
continue lendo

emDestaques Internet Mundo Estranho Segurança Web 2.0

Eis o VAIO Phone, mas você não colocará as mãos nele

Por em 13 de março de 2015

vaio-phone

Um ano atrás a Sony tomou uma decisão dura a fim de tentar contornar a crise em que enfiou nos últimos anos (e que não enfraqueceu): a divisão VAIO foi vendida para a JIP e por um tempo não se ouviu nada dela, já que a companhia local deixou claro que se concentraria no mercado japonês.

Ainda assim, no começo do ano informes de que a empresa estaria trabalhando em aparelhos Android que ostentaria a antiga marca dos notebooks da Sony começaram a pipocar, mas de lá para cá nada se confirmou. Até agora: a empresa apresentou o VAIO Phone em parceria com a operadora local b-mobile, e como você já imaginou ele não sairá do arquipélago.

continue lendo

emCelular Destaques Hardware Mercado

Ex-CEO critica duramente decisões tomadas pela Sega

Por em 25 de fevereiro de 2015

Tom-Kalinske

Na semana passada comentei por aqui sobre como é triste ver a Sega perdendo sua força e depois de ler a entrevista de Tom Kalinske publicada pelo site GamesIndustry, esse sentimento só tornou-se mais forte.

Com o sugestivo e preocupante título “É a Sega a próxima Atari?”, o artigo traz duras críticas feitas pelo ex-presidente da Sega of America, que desde 1996 controla a empresa de entretenimento educativo LeapFrog e que mesmo admitindo não estar acompanhando tanto a indústria de games, não poupou palavras ao falar da situação da (outrora?) gigante japonesa.

continue lendo

emDestaques Games Indústria Sony

Sony planeja deixar de ser uma fabricante de eletrônicos

Por em 19 de fevereiro de 2015
Laguna_Kaz_Hirai_Sony

Kazuo Hirai, atual CEO da Sony (crédito: The Verge)

Se um grande conglomerado industrial está indo mal, o melhor para acalmar os acionistas e outros investidores é dar um jeito de obter liquidez. Uma boa forma de fazer isso é vender todo o patrimônio não essencial e/ou deficitário. Que o diga a Sony.

Mesmo cobrando muito caro pelos produtos num passado não muito distante, a japonesa teve que vender a linha VAIO. Seus atuais donos, inclusive já estão lançando novos produtos:
continue lendo

emApple e Mac Destaque Destaques Indústria Mercado Sony

Apple e Samsung juntas conseguiram abocanhar 102% dos lucros mobile

Por em 11 de fevereiro de 2015

Laguna_ATIV_S_vs_Moto_X

O mercado de smartphones vem crescendo de forma espantosa. Se pegarmos apenas o sistema do Google, um bilhão e quarenta e três milhões de telefones celulares com Android foram vendidos no mundo em 2014. Só esse número ultrapassa o total de unidades vendidas com todos os sistemas operacionais mobile em 2013, “apenas” 990 milhões de aparelhos.

O sistema em segundo lugar? iOS.

Todos os iPhones vendidos ano passado somam 193 milhões de unidades. Em 2013, foram vendidos 153 milhões de iPhones. 40 milhões de aparelhos por ano é um crescimento muito bom, é bem mais que todos os Windows Phones vendidos no mundo em 2014 mas, ao somarmos todos os iPhones vendidos desde o primeiro, ainda não dá nem para chegar perto do que o Android fez em apenas um ano.

Uma pena que a distribuição de renda seja bem injusta: embora o Android represente mais de 80% do mercado mundial de smartphones, somente a Samsung obtém lucros. E muito pouco.
continue lendo

emApple e Mac Destaque Destaques Mercado