Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

PAX East 2013 – novidades da Capcom: DuckTales, D&D e nada de Mega Man [por enquanto]

Por em 24 de março de 2013

Tio Patinhas está de volta

Parece que a Capcom resolveu pegar todo mundo pela nostalgia mais uma vez. Em apresentação durante a PAX East 2013, a empresa divulgou diversas informações sobre os próximos lançamentos, boa parte deles focado em games antigos.

Pra começar, a Capcom revelou o trailer de DuckTales: Remastered, remake HD do clássico game de plataforma do Nintendinho, lançado em 1989. O desenvolvimento ficará a cargo da WayForward (que está se saindo uma especialista em nostalgia, após o ótimo Double Dragon Neon) e o lançamento será no verão do hemisfério norte, para PSN, XBox Live e Wii U eShop.

Veja o trailer e cante junto (duvido você não lembrar da versão do Luís Ricardo):

continue lendo

emAnúncios Vídeos

Gradiente reconhece: “meu iPhone não é tão bom quanto o da Apple, mas compre assim mesmo”

Por em 27 de dezembro de 2012

Ao falarmos sobre emissoras de televisão que transmitem gratuitamente sua programação e, em teoria, vivem de publicidade, é consenso que no Brasil temos a Rede Globo e o resto: as outras emissoras de TV aberta simplesmente disputam migalhas da audiência não coberta pela maior rede de televisão deste país. Há momentos em que as outras emissoras simplesmente reconhecem que não podem concorrer contra a “Vênus Platinada”: o SBT, na época em que era vice-líder de audiência, já tentou concorrer contra os filmes da Globo ao propagandear que exibiria produções de gêneros bem distintos dos filmes exibidos pela emissora da Máfia, digo família Marinho.

Inclusive o tio Laguna lembra que quando o terceiro filme da franquia Rambo chegou aos cinemas brasileiros, Globo e SBT iriam exibir os filmes anteriores no mesmo dia e horário. Entretanto, quando chegou o tão anunciado momento, o sensato dono do SBT, Silvio Santos, anunciou pessoalmente na TV que o primeiro Rambo seria exibido num outro dia e colocou qualquer coisa para concorrer contra o segundo Rambo, exibido na Globo. Utilizando-se de um raciocínio parecido, a Gradiente tenta explicar a confusão, que envolve a marca iPhone no Brasil, num vídeo no mínimo bizarro:

A bela voz feminina explica que “iPhone” é uma palavra criada pela empresa brasileira e que seria resultado da junção de internet e telefone, mas o mais gozado é ver a Gradiente enaltecendo o produto da Apple ao dizer que os verdadeiros iPhones teriam maior velocidade e melhor resolução que os celulares Android que ela venderá sob tal marca mundialmente famosa. Sim, a empresa brasileira reconhece claramente que o produto que venderá é inferior.

Não basta o Brasil ser o país do coitadismo, dos ativistas políticos bundões e dos gafanhotos digitais, também somos o país onde o iPhone nacional usa 2 chips SIM e roda Android. Ao menos os chineses kibam as coisas em silêncio. Ou quase isso.

emApple e Mac Destaque Mercado Mundo Estranho Propaganda & Marketing Publicidade

Vale mesmo a pena mudar a cor dos olhos?

Por em 29 de dezembro de 2011

Dizem que os olhos são a janela da alma…

Laguna_HeteroEye_29dez2011

Heterocromia artificial

Dr. Gregg Homer, um médico californiano com doutorado em Biologia, alega que todos temos olhos azuis e a tecnologia patenteada por ele em 2004 poderia mudar a cor dos olhos castanhos para azuis em definitivo, com a ajuda de um procedimento que utiliza lasers.

O laser serve para quebrar o pigmento melanina da parte frontal da íris: num primeiro momento, o olho castanho fica até mais escuro que o normal. Entretanto, duas a três semanas após o rápido tratamento (são vinte segundos de lasers no olho), a parte frontal da íris ganha a tão desejada cor azul em definitivo: o tecido marrom não consegue mais se regenerar…

O doutor Homer Simpson dá a tecnologia o nome de Lumineyes e é um método que vem sendo desenvolvido há dez anos na clínica que fundou, a Strōma Medical.

Antes de o procedimento ser testado com sucesso em uma dúzia de voluntários no México, até Doug Daniels, atual dono da tal clínica oftalmológica, era cético quanto ao método. E não é só ele que tem receio sobre o radical tratamento com lasers para mudança definitiva na coloração dos olhos.

continue lendo

emBiologia Indústria Medicina

A TV Interativa chegou, mas pra que ela serve mesmo?

Por em 27 de junho de 2010

Há algumas semanas, a Sony liberou uma atualização habilitando o Ginga (ou seja, o Middleware usado para interatividade na TV Digital brasileira) nas suas TVs da “linha 2010″. Como tenho uma dessas TVs, logo atualizei para ver como é a tal TV Interativa.

No exterior, ela é considerada um fiasco, mas será que por aqui a história se repete?

continue lendo

emAnálise Áudio Vídeo Fotografia Meio Bit