Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

Sony: Mundo não está preparado para distribuição apenas por download

Por em 15 de outubro de 2011

dori_vit_11.10.11

A discussão sobre a distribuição digital acabar com a venda física de jogos tem sido comum nos últimos anos e enquanto alguns preferem a praticidade de poder comprar a qualquer momento e só ter que esperar o download, outros ainda defendem ter as caixinhas e manuais.

Ao falar sobre a chegada do Playstation Vita em uma entrevista, Shuhei Yoshida, presidente do SCE Worldwide Studios, deixou entender que a decisão por só vender jogos digitalmente para o PSPgo não foi acertada e que por isso o novo portátil também terá títulos distribuídos em cartões de memória.

Acreditamos que ainda não esta na hora de irmos para uma plataforma com distribuição apenas por download. Alguns títulos do PS Vita, como o Uncharted: Golden Abyss, terão um tamanho perto de 4GB, o que pode ser um download muito grande para consumidores que não possuem uma conexão banda larga muito rápida. Além disso, alguns consumidores gostam de comprar em lojas físicas, conversando com atendentes bem informados, comprando e jogando os games no lugar. Não queremos eliminar essa capacidade dos consumidores.

Quem acompanha o Meio Bit Games há um bom tempo sabe o quanto já defendi a venda física por aqui e do quanto me orgulho da minha prateleira cheia de games, porém, há alguns meses passei a aceitar a ideia de que essa mudança é inevitável e me rendi às vendas digitais. Ter um jogo a um clique de distância é algo extremamente tentador e como boa parte das empresas estão eliminando os manuais impressos de seus jogos, fica ainda menos interessante comprar jogos com caixinhas, mas penso que o ideal é mesmo termos a opção de como comprar.

[via CVG]

emIndústria Sony

UMDs do PSP poderão ser aproveitados no PS Vita, mas…

Por em 13 de outubro de 2011

dori_umd_11.10.11

Quem possui um PSP e se interessou pelo PS Vita provavelmente já pensou no que fará com os seus jogos em UMD. O problema é que embora o novo portátil seja capaz de reproduzir os jogos do antigo videogame, ele não possui leitor para os disquinhos, logo, apenas os títulos comprados digitalmente pela PSN seriam compatíveis.

Porém, a Sony já havia mencionado que estavam estudando uma maneira de permitir que os consumidores pudessem obter as versões digitais dos jogos que já possuem, o que provavelmente irá mesmo ocorrer. A empresa começou a distribuir panfletos em lojas no Japão explicando como os donos de UMDs poderão aproveitá-los no Vita e o chefe de desenvolvimento da Sony Computer Entertainment, Yoshio Matsumoto, disse em uma entrevista que eles pretendem anunciar em breve um serviço que permitirá que os jogos sejam baixados por um “preço especial”, embora tenha se negado a entrar em detalhes.

Em resumo, o que a Sony deverá fazer é obrigar as pessoas a comprarem novamente jogos que já possuem, o que é claro, já está deixando muita gente indignada e algo me diz que para nós brasileiros não fará muita diferença, afinal, como provaremos que possuímos um jogo em UMD? Basta levar o disco numa Lojas Americanas para um dos atendentes nos olhar com cara de espanto e nos dizer que não faz a menor ideia do que estamos falando?

[via Andriasang]

emPortáteis Sony

Jogos do PSP em UMD no Vita e o Remote Play em ação

Por em 15 de setembro de 2011

Vejam só que interessante, assim como fez antes do lançamento do PSP go, a Sony revelou estar estudando uma maneira de permitir que as pessoas que possuem jogos para o antigo portátil em UMD possam obter as versões digitais desses games para serem utilizados no Playstation Vita.  De acordo com a companhia, algo entre 500 e 600 jogos do PSP serão compatíveis com o novo videogame, incluindo aí a maioria daqueles que estão à venda na PS Store.

A promessa é muito boa, já que permitiria as pessoas aproveitarem seus jogos comprados fisicamente, no entanto, eu não apostaria muito nela, pois como disse, isso já foi feito anteriormente e não passou de… uma promessa. Inclusive eu tenho investido mais em compras digitais para o PSP ultimamente justamente pensando em reaproveitar esses jogos no Vita, mesmo adorando as caixinhas e os manuais.

Já para aqueles que estavam céticos sobre a capacidade do PS Vita servir como uma extensão para o Playstation 3, reproduzindo os jogos do console em sua tela e funcionando como o controle do Wii U, o presidente da Sony Computer Entertainment Worldwide Studios, Shuhei Yoshida fez uma demonstração durante a conferência da empresa e o vídeo abaixo mostra um pouco da função. Embora o portátil não tenha os botões L2 e R2, a parte traseira sensível ao toque poderá muito bem substituí-lo e de repente o videogame da Nintendo perde metade da sua graça.

continue lendo

emPortáteis Sony

PS3 e PS Vita receberão Final Fantasy X HD

Por em 14 de setembro de 2011

dori_ffx_14.09.11

Em uma atitude que podemos considerar inesperada, o produtor Shinji Hashimoto revelou há pouco na Tokyo Game Show que a Square Enix está trabalhando em um remake para o Playstation 3 e Playstation Vita do Final Fantasy X, um dos mais adorados títulos da franquia. Embora uma data não tenha sido revelada para o lançamento, ele não deve estar muito longe, já que a intenção da produtora é que esta versão sirva como uma espécie de homenagem aos dez anos do lançamento do original, que chegou ao Japão em julho de 2001 e nos Estados Unidos em janeiro de 2002.

Infelizmente não foram dados muitos detalhes sobre o jogo, mas o provável é que ele siga o mesmo caminho feito por outros títulos que receberam tal tratamento, apenas trazendo gráficos em alta definição, 3D estereoscópico (no caso do PS3) e a adição de troféus. Agora resta torcer para que o ocidente também receba esta versão, o que é muito provável.

Por diversas vezes eu declarei aqui no Meio Bit Games que este não é um capítulo da franquia que me agrade muito, principalmente por causa da sua linearidade, mas como eu só joguei umas dez horas do RPG, pois perdi o meu save, faz um bom tempo que vinha pensando em adquirí-lo, mas talvez agora eu espere por esta versão melhorada. Porém, só pegarei ele para o PS3 se o preço não for o mesmo cobrado normalmente por essas versões em HD, mas se isso acontecer, terei que esperar até encontrar ele por volta de US$ 20.

[via VG247]

emMuseu Portáteis Sony

Sony revela duração da bateria do PS Vita (+ jogos confirmados)

Por em 14 de setembro de 2011

dori_vita_14.09.11

Tokyo Game Show rolando e mais algumas informações interessantes sobre o Playstation Vita (acho que só eu gostou do nome, né?) foram reveladas na madrugada passada. Aquela que provavelmente mais desagradará os jogadores estava nos detalhes técnicos do portátil e falava sobre a duração da bateria.

Já era de se imaginar que um videogame capaz de gerar gráficos parecidos com o do Playstation 3 consumiria muita energia e se você é um dos que sempre acharam a autonomia da bateria do PSP muito pequena, saiba que no Vita não será muito diferente. Quando estivermos jogando ela durará entre 3 e 5 horas (e sem a rede ligada!), exigindo mais 2h40 para ser recarregada, portanto, é bom levar um livro quando for fazer alguma viagem mais longa, pois o bichinho não dará conta do recado.

A fabricante também divulgou uma lista com mais alguns jogos que estão confirmados para o aparelho e embora não tenha nenhuma grande surpresa, não deixa de ser interessante sabermos que vários títulos que aparecerão no PS3 também terão uma versão para o Vita, como o Zone of the Enders HD Edition, o Metal Gear Solid HD Edition e o Ultimate Marvel Vs. Capcom 3 (previsto já para o lançamento, que acontecerá no Japão no dia 17 de novembro).

Eu definitivamente não sou um jogador de portáteis, tendo um PSP e um DS e jogado pouquíssimo neles, mas mesmo assim e apesar das constantes previsões de que ele irá fracassar, estou com uma enorme vontade de comprar esse PS Vita.

continue lendo

emPortáteis Sony

Sony diz que 3DS não forçará redução no preço do Vita

Por em 26 de agosto de 2011

dori_vita_25.08.11

Por mais que eu ou você não concordemos com a opinião de algumas pessoas da indústria que já estão decretando a morte dos portáteis, o fato é que as baixas vendas do 3DS e a forte redução no preço do videogame servem como indícios de que o futuro não será nada fácil para esses aparelhos e a situação é tão preocupante que alguns analistas defendem a ideia de que a Sony já deveria seguir os passos da Nintendo, baixando o valor do PS Vita mesmo antes do seu lançamento.

Porém, para Shuhei Yoshida, presidente da divisão de entretenimento interativo da Sony, essa possibilidades está descartada e o videogame deverá mesmo ser lançado a US$ 249 no modelo mais simples e US$ 299 naquele com 3G.

Estamos completamente feliz com o preço escolhido. Pessoalmente esperava que a Nintendo mexeria no preço, mas não esperava que fosse neste momento. Não colocamos um preço no Vita nos baseando no 3DS ou em outros dispositivos. Nós planejamos o valor que queríamos colocar no Vita e nada mudou desde o anúncio. Estamos completamente feliz.

Pois quer saber? Acho que a Sony está certa em não reduzir o preço. O Vita parece ser um aparelho fantástico, repleto de funções interessantes e a própria Nintendo já admitiu que reduzir o valor do 3DS pode não ter sido um bom negócio, já que pode fazer com que as pessoas esperem que o mesmo aconteça com o Wii U, diminuindo assim as vendas iniciais do console. É claro que quanto mais barato melhor, mas US$ 249 pelo Playstation Vita me parece um valor justo.

[via Eurogamer]

emPortáteis Sony

Baixa qualidade tirou 3D sem óculos do PS Vita

Por em 25 de agosto de 2011

dori_vita_24.08.11

Quando a Sony revelou ao mundo o Playstation Vita, muitas pessoas questionaram o motivo para o portátil não ter suporte a imagens em 3D, assim como o 3DS. Imaginava-se que a decisão de não usar a função teria sido tomada para baratear o custo do aparelho, mas de acordo com Mick Hocking, diretor sênior do grupo de estúdios da SCEE, eles não queriam entregar um efeito que não funciona satisfatoriamente.

O 3D sem óculos pode funcionar muito bem em telas pequenas, mas para se ter o melhor efeito, você precisa manter sua cabeça parada. Agora, em um dispositivo portátil para jogos e com o Vita usando o sensor de movimentos Sixaxis, pode haver jogos em que você terá que mover o Vita e ao fazer isso e sem estar usando óculos 3D, as duas coisas não funcionam muito bem juntas.

Nós queríamos oferecer uma tela OLED de alta resolução e a melhor maneira de se fazer isso é em 2D… pelo menos neste primeiro modelo.

Fica claro portanto que o executivo não descarta a possibilidade de um dia ser lançada uma versão do Vita que seja capaz de entregar o 3D sem óculos e depois de ter jogado no 3DS por alguns minutos e de ver inúmeros relatos pela internet de pessoas que admitem desligar o efeito no aparelho da Nintendo, não tenho como achar que a Sony tenha tomado a decisão errada.

Pode até ser que eu mude de opinião futuramente, mas por enquanto, está aí um tecnologia imposta pela indústria que considero totalmente dispensável, seja no cinema ou nos games, portáteis ou não.

[via CVG]

emPortáteis Sony