Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

Vendas nos US&A: em março, Titanfall foi líder mas PS4 continua no topo sem qualquer ameaça

Por em 18 de abril de 2014
Laguna_Titanfall_Launch_Party

Ele se esforçou, mas o XBO ainda não viu a queda do Titã da Sony (Crédito: VG247)

Não é surpresa que o jogo que mais se destacou em março foi Titanfall e não somente na crítica: aquele FPS online com robôs gigantes e exclusivamente multiplayer, desenvolvido pelos criadores do fenômeno Call of Duty, liderou o ranking das vendas de jogos nos Estados Unidos (e muito provavelmente no Reino Unido também).

Graças a Titanfall e ao belo marketing de pacotes generosos com o Xbox One, a Microsoft também pôde comemorar os cinco milhões de consoles enviados às lojas de todo o mundo no mês passado. Uma pena, para a BigM de Redmond, que a oitava geração de consoles não se resuma aos 500 dólares cobrados pelo XBO: consoles mais baratos como o Nintendo Wii U e PlayStation 4 continuam com base instalada mundial maior. No caso do console da Sony, bem maior.

Enquanto em fevereiro o PS4 comemorava 6 milhões de consoles vendidos no mundo e o XBO ficava de 4, em março a situação permanece a mesma com o console da Sony mantendo essa significante diferença de 2 milhões de consoles a mais na oitava geração: agora são 7 milhões de lares no mundo que contam com ao menos um PlayStation 4. Lembrando que o PS4 está disponível em 72 países, enquanto o XBO ainda não passou dos 20.

Embora representem mercados e valores bem diferentes, o tio Laguna não duvida que o PS4 vá ultrapassar neste mês de abril a base instalada do PlayStation Vita.

O primeiro e excelente console portátil da Sony, lançado em 2012, teve o azar de ser lançado num mercado onde leva surra após surra do Nintendo 3DS mas milagrosamente ainda conseguiu chegar ao patamar mundial dos 8 milhões vendidos (agradeçam aos fãs japoneses dos portáteis Sony).

Falando no mais famoso acessório do PS4, o ranking norte-americano de hardware dedicado a jogos ficou assim em março (dados do NPD Group):
continue lendo

emDestaques Hardware Microsoft Nintendo Sony

Sony: “gostaríamos de ter um portátil como o Nintendo 3DS, mas ao menos nosso PS4 é líder”

Por em 16 de março de 2014
Laguna_Killzone_PS4

Oitava geração, uma verdadeira Killzone (Crédito: Polygon)

Parece que a Microsoft ganhou força nos Estados Unidos: se em janeiro o XBox One vendeu metade do número de consoles PlayStation 4 vendidos naquele mercado, ao menos em fevereiro a lacuna foi bem menor. Segundo a própria Microsoft, o console de 8ª geração dela vendeu o equivalente a 90% do que o principal console Sony conseguiu vender nos Estados Unidos.

Se a Microsoft afirma que conseguiu vender 258 mil unidades do XBO nos Estados Unidos em fevereiro, podemos calcular que o PS4 vendeu 285 mil consoles em tal disputado mercado. O pessoal do NPD observou que devido à diferença de preço, o console da Microsoft lucrou mais que o da Sony, ou seja, a receita do XBox One foi maior que a do PlayStation 4.

A Microsoft acha que a pré-venda de Titanfall e do bundle correspondente foram algumas das razões desse sucesso comercial dela. Na lanterninha da oitava geração, a plataforma Wii U vendeu pouco mais de 80 mil consoles. Se considerarmos as vendas totais mundiais, o PS4 lidera com base instalada de 6 milhões de consoles, contra 5,5 milhões do Nintendo Wii U e 3,9 milhões de XBO.

Ao considerarmos que tanto o PS4 quanto o XBox One foram lançados em novembro e o Wii U já tinha um ano de estrada, podemos prever que o PlayStation 4 vai liderar a oitava geração de consoles seguido de perto pelo XBox One. Em lugares como o Canadá, a procura pelo console da Sony tem sido tanta que lojistas cogitam aumentar o preço do PS4 para manter os estoques. Lei da oferta e da procura. Mesmo com esse maldito capitalismo, ainda há esperança para a Nintendo?
continue lendo

emDestaques Hardware Microsoft Nintendo Sony

Recurso Remote Play será obrigatório nos jogos do PS4

Por em 29 de maio de 2013

knack_29.05.13

Um dos recursos que considero mais legais nas plataformas da Sony é o Remote Play, que basicamente pode ser descrito como utilizar um dos portáteis produzidos por ela para interagir com os consoles. Embora isso nos permita controlar a dashboard do PlayStation 3 e futuramente do seu sucessor, o mais interessante é a possibilidade de reproduzir no PlayStation Vita jogos desenvolvidos para o PS3 ou PS4.

O problema é que esta função tem sido bastante ignorada pelas desenvolvedoras e para tentar tornar tanto o seu novo console quanto o PS Vita mais interessantes, a Sony confirmou um rumor que surgiu mais cedo e que dizia que a empresa exigiria que todos os jogos criados para o PlayStation 4 deveriam dar suporte a esta tecnologia. A única limitação seriam os títulos que precisem de acessórios para funcionarem, como por exemplo a câmera do videogame.

Embora o presidente da Sony Worldwide Studios, Shuhei Yoshida,  não tenha dado maiores detalhes técnicos, a fonte ouvida pelo Eurogamer afirmou que o console utilizará o encoder h.264 embutido no aparelho para comprimir a imagem Full HD exibida nos jogos, fazendo assim com que ela se adapte à resolução 960×544 do Vita.

Todo esse processo fará com que a qualidade da imagem seja um pouco comprometida, mas por outro lado nos permitirá jogar quase qualquer jogo criado para o PS4 sem termos de estar diante do console e obviamente, sem precisarmos pagar duas vezes pelo mesmo título.

Com isso a empresa consegue roubar da Nintendo uma das principais características do Wii U e ainda poderá fazer com que as vendas do Vita aumentem quando o PlayStation 4 chegar ao mercado. Enfim, ponto para a Sony. Esta provavelmente é uma função que eu pouco usaria, mas não deixa de ser um extra e ao menos dessa vez eles não retiraram algo dos videogames.

emPortáteis Sony

Soul Sacrifice – Análise

Por em 2 de maio de 2013

Soul Sacrifice

Keiji Inafune é conhecido por muitos apenas como “o cara que criou o Mega Man”. Tal atribuição é uma injustiça sem tamanho, pois ele é de longe um dos game developers mais criativos do Japão, tendo participado como produtor das séries Resident Evil e Onimusha, além dos games The Legend of  Zelda: Minish Cap, Dead Rising, Lost Planet 2 e Asura’s Wrath.

Agora ele retorna com seu primeiro grande título após a saída da Capcom, o Action RPG de terror Soul Sacrifice, desenvolvido em conjunto pela SCE Japan Studio e Marvelous AQL, e exclusivo para o PlayStation Vita.

continue lendo

emAnálises Destaque Portáteis Sony

Meio Bit Presents… Runner 2 Future Legend of Rhythm Alien Review

Por em 14 de março de 2013

Bit.Trip Runner 2

Esse final de geração está estranhamente sensacional, com lançamentos como FarCry 3, Gears of War, o novo Tomb Raider e outros blockbusters de peso. São todos jogos incríveis, com história densa e interessante e com uma jogabilidade sensacional (estou chutando pelo histórico do Gears, OK?!).

Só que, às vezes, você só quer jogar algo pra distrair a cabeça, sem aquele compromisso de prestar atenção na história para não perder nenhum detalhe do enredo, algo despretensioso mesmo. E é aí que entra o Bit.Trip Runner 2!
continue lendo

emAnálises Games

Incrível! Vita alcança topo das vendas no Japão

Por em 14 de março de 2013

playstation-vita-14.03.13

Quantas vezes você viu alguém dizer que o problema do PlayStation Vita estava no preço alto do portátil e na falta de jogos relevantes? Pois a Sony, apenas fazendo algo que ela está bastante acostumada, parecia não estar dando muito atenção para as súplicas dos jogadores, até que no mês passado reduziu o valor cobrado pelo aparelho no Japão e agora o resultado nas lojas começa a aparecer.

De maneira até certo ponto surpreendente, os últimos dados divulgados pela Media Create mostra o Vita no topo da lista dos videogames mais vendidos no Japão, com o portátil tendo vendido mais de 63 mil unidades na semana que terminou no dia 10 de março. Como na semana anterior as vendas do Vita também ficaram acima das 60 mil unidades e considerando o péssimo desempenho comercial que ela vinha obtendo até então, podemos considerar isso uma bela façanha.

Porém, as boas vendas não podem ser creditadas apenas à redução de preço, já que a última semana também marcou a chegada do Soul Sacrifice, título exclusivo para o PSV criado por Keiji Inafune e que estava sendo aguardado com grande expectativa, o que pode ser visto pela sua segunda posição na lista dos jogos mais vendidos. Destaque ainda para o Far Cry 3, ocupando a 7ª posição.

Seria este o começo da virada do PlayStation Vita? Acho cedo para fazer tal afirmação, mesmo porque considero imprescindível um bom fluxo de lançamentos para que as vendas se mantenham altas, mas de qualquer forma, está provado que o aparelho pode vender bem, desde que algumas coisas mudem.

continue lendo

emPortáteis Sony

XBox 360 segue vendendo bem, já o Wii U…

Por em 18 de fevereiro de 2013

dori_x360_18.02.13

Por mais que algumas pessoas estejam aproveitando o final desta geração para tecer duras críticas ao XBox 360 e até mesmo prever um futuro complicado para a marca, de acordo com o NPD Group o console segue com resultados muito bons nos Estados Unidos.

A empresa de consultoria de mercado divulgou um relatório onde afirma que somente durante o mês de janeiro 281 mil unidades do XBox 360 foram vendidas, fazendo com que pelo 25º mês consecutivo ele ficasse em primeiro lugar no país. Além disso, levando-se em consideração a venda de consoles, acessórios e jogos para a marca, mais de 338 milhões de dólares foram gastos durante o período e hoje o videogame teria 44% do mercado de consoles nos Estados Unidos.

Tal desempenho se torna ainda mais impressionante quando sabemos os números do Wii U, console que deveria estar conseguindo vendas muitos melhores por se tratar de uma novidade, mas de acordo com o site Cnet, apenas 57 mil unidades do aparelho foram vendidas no mês passado e para termos uma real noção do problema, saiba que no primeiro janeiro após seu lançamento o Wii vendeu 435 mil unidades.

Outro que vem sofrendo é o PlayStation Vita, que teria vendido apenas 30 mil unidade, mas pode ser que este cenário mude em breve, já que a Sony anunciou uma redução de preço para o Japão. Agora ambos os modelos (3G e Wi-Fi) do portátil passarão a custar o equivalente a US$ 215 por lá e a expectativa é de que no ocidente ele também se torne mais barato.

Mas voltando aos consoles, será interessante vermos como ficarão as vendas a partir de março, quando o mundo provavelmente já terá sido apresentado ao PlayStation 4, mas do jeito como as coisas estão, eu não duvido que o XBox 360 e o PS3 continuem tendo bons desempenhos nas prateleiras.

[via VG247.]

emMicrosoft Nintendo Portáteis Sony