Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

Powers será a primeira série original para a TV da PSN

Por em 20 de março de 2014

powers A Sony tinha há muito tempo a faca e o queijo na mão, apenas não havia relacionado um com o outro. Como a PlayStation Network já possui uma base instalada considerável, começar a distribuir programação de TV original para seus clientes era um passo natural. Ainda mais agora que o PlayStation Now promete se fazer disponível em outros dispositivos.

De acordo com o Wall Street Journal, a Sony finalmente oferecer conteúdo exclusivo a seus assinantes além de filmes e séries já consagradas, além de claro fornecer games. E a obra escolhida para inaugurar a fase Netflix da PSN é uma série baseada na HQ Powers, com traço de Michael Avon Oeming e roteiro de Brian Michael Bendis, um dos mais premiados autores da Marvel, responsável por Ultimate Spider-Man, New Avengers e as mais recentes megassagas da editora como House of M, Secret Invasion e Siege.

continue lendo

emÁudio Vídeo Fotografia Entretenimento Internet Software Sony

PS4: seis milhões de unidades vendidas e função Share utilizada mais de 100 milhões de vezes

Por em 4 de março de 2014

ps4-share-button

A Sony tem bons motivos para comemorar o bom resultado do PS4 em ralação a seu concorrente direto, o Xbox One. Recentemente o console foi lançado no Japão, e apesar da recepção morna (ele vendeu 309 mil unidades na primeira semana, o que é considerado pouco) como um todo ele está indo muito bem.

Números recentes revelaram que o console já vendeu mais de 6 milhões de unidades em todo o mundo, enquanto que o Xbox One conseguiu vender 4 milhões. E como o console só desembarcará na Terra do Sol Nascente e mais oito países (incluindo a Rússia) somente em abril, ainda vai demorar um pouquinho para que ele alcance seu rival. No que diz respeito a games, os títulos do PS4 venderam um total de 14 milhões de cópias até o momento.

Só que além dos números de vendas, há outras informações mais suculentas: ainda que seja um tanto óbvio pela obrigatoriedade para se jogar online, mais de 90% dos consumidores nos Estados Unidos assinaram também a PS Plus, que desde a introdução do console também disponibiliza games gratuitos: donos do PS4 já ganharam Contrast, Resogun, Don’t Starve, Outlast e neste mês Dead Nation: Apocalypse Edition. Outro número interessante é a quantidade de vezes que a função Share foi utilizada. Segundo a Sony jogadores compartilharam seus feitos com amigos na PSN mais de 100 milhões de vezes, mostrando que o recurso foi adotado em massa pela comunidade.

A Sony promete que os desenvolvedores estão trabalhando para aprimorar a experiência social do PS4. Da minha parte, se eles reativarem o Playroom já será uma ótima iniciativa.

Fonte: PS Blog.

emSony

Pré-venda de Castlevania: Lords of Shadow 2 na PSN dará Mirror of Fate HD de graça

Por em 19 de fevereiro de 2014

castlevania-lords-of-shadow-2

A série Castlevania é atualmente a série que detém o recorde de versões no maior número de plataformas de todos os tempos. Foram inúmeros jogos e a cronologia original é um tanto confusa, o que levou a Konami a tentar reescrever tudo do zero com Castlevania: Lords of Shadow. Ao contrário do que se poderia esperar o game foi muito bem recebido pelo antigos fãs, além de atrair novos jogadores mais adaptados ao estilo de games hack ‘n slash como God of War e outros, num excelente trabalho da MercurySteam.

continue lendo

emSony

Deadpool e outros games da Marvel foram removidos das lojas digitais

Por em 2 de janeiro de 2014

"Bob Iger, se prepare!"

Alguma coisa está acontecendo com a Marvel Entertainment que está deixando os gamers de cabelos em pé, principalmente os fãs dos personagens da editora. No último mês a empresa decidiu que deixaria de oferecer Marvel vs. Capcom 2, Ultimate Marvel vs. Capcom 3 e seus DLCs tanto na PSN quanto Xbox Live. O único que escapou foi o PS Vita, o título continua firme no portátil, apesar de não se sabe por quanto tempo.

Na sequência foi removido completamente sem aviso um título bem antigo: X-Men, o beat ‘em up de até seis jogadores desenvolvido pela Konami. De um dia para o outro ele simplesmente desapareceu das lojas digitais.

Agora o golpe foi duro. Na virada do ano a Activision anunciou que vários jogos licenciados pela Marvel, bem como seus DLCs foram removidos da PSN, Xbox Live e Steam. Em uma só tacada foram para o limbo X-Men: Destiny, X-Men: The Official Game, Spider-Man: Web of Shadows, Spider-Man: Friend or FoeSpider-Man: Shattered Dimensions, Spider-Man: Edge of Time, X-Men Origins: Wolverine e… Deadpool.

Isso mesmo: o jogo do mercenário tagarela e herói favorito do Cardoso teve uma vida de apenas SEIS MESES. Tudo bem que a mecânica do game era sofrível (culpa do conturbado desenvolvimento que o game teve, a High Moon Studios foi desmantelada durante sua produção), mas retirar o game de circulação tão pouco tempo depois de seu lançamento é uma afronta.

A Activision ofereceu todos os games com desconto em suas respectivas lojas, mas até agora ninguém deu maiores explicações do que está acontecendo. O mais provável é que a Disney aumentou os valores de licenciamento de suas marcas e tanto as desenvolvedoras quanto as lojas digitais não querem arcar com essa despesa, o que acarreta no sumiço dos games.

No fim das contas é preocupante o fato de que apesar da distribuição digital ter suas vantagens, como os games ficam expostos à mudanças de contratos que podem levar a seus desaparecimentos, a mídia física definitivamente não vai sumir tão cedo.

UPDATE: segundo a GameInformer o lance se deu devido o fim do período de licença da Activision, e pela atitude tomada pela publisher é improvável que ela seja renovada.

Fonte: DToid.

emComputadores Microsoft Sony

Sony revela lista de games grátis da PS Plus americana em janeiro

Por em 26 de dezembro de 2013

"SHHHH! Não conta pra ninguém, mas estou chegando."

Eu digo e repito:  programa Instant Game Collection foi a melhor ideia que a Sony teve para incentivar os jogadores a assinarem a PS Plus. Diferente da Xbox Live que exige filiação à Gold para que se possa jogar online, até o PS4 a concorrente nunca fez tal exigência. O plano originalmente foi criado como um pedido de desculpas para os jogadores após o crash da PSN em 2011, mas deu tão certo que ela vira e mexe disponibiliza jogos até bem recentes na faixa, diferente da Microsoft que solta um a cada quinze dias e com restrições de IP.

É o caso da lineup da PSN americana em janeiro. Enquanto a divisão europeia já liberou a lista de games para o próximo mês no YouTube, a divisão americana como quem não quer nada soltou o vídeo na dashboard da PSN, acessível pelo PS3 na categoria Free Games da PS Plus. Assim como os europeus, os americanos (e por tabela a PS Plus brasileira) receberão alguns títulos que estão completando um ano no mercado entre outros mas nem por isso são ruins, MUITO longe disso.

continue lendo

emPortáteis Sony

Cartões da PlayStation Store já estão disponíveis nas lojas brasileiras

Por em 19 de dezembro de 2013

11326970964_932b80721e

O fã do PlayStation no Brasil já passou por poucas e boas. Há tempos os jogadores da plataforma precisam arrumar maneiras diferentes para terem acesso aos serviços estrangeiros da Sony no país. Desde criar perfis com opções de região nos Estados Unidos ou Inglaterra, até a ficar buzinando na orelha do amigo que está indo viajar para o exterior, pedindo para trazer um PSN Card válido.

Mas aos poucos o cenário foi mudando. Há pouco mais de um ano já é possível criar uma conta brasileira na loja online (mesmo não podendo migrar nossas contas americanas pra cá). E há poucos dias a empresa anunciou que os cartões da PlayStation Store já podem ser encontrados em lojas nacionais. Não as versões gringas, importadas. Estamos falando de PSN Cards vendidos em R$! O foco são os clientes que possuem dificuldades de conseguir os cartões através de outros meios.

continue lendo

emSony

PayPal lança loja de Gift Cards e Apple é sua primeira parceira

Por em 3 de dezembro de 2013

pay-pal-digital-gift-store-itunes

O PayPal está buscando novas formas de atrair mais clientes e se consolidar como uma alternativa popular de pagamento. Recentemente ela adicionou a possibilidade do usuário inserir gift cards como uma opção a cartões de crédito, débito e de bancos. Agora a empresa resolveu não só fechar comprar como lançou uma loja digital, destinada a vender Gift Cards.

A primeira empresa a abraçar a ideia é, sem muita surpresa, a Apple. Usuários que possuem contas norte-americanas sempre reclamaram do fato de serem obrigados a comprar códigos da iTunes Store em lojas que cobram uma certa porcentagem como ágio. Através da loja digital do PayPal, o usuário poderá adquirir seus créditos sem taxas adicionais, o que é algo que os consumidores sempre quiseram.

Há ressalvas, entretanto. A parceria entre Apple e PayPal aparentemente disponibilizou uma quantidade limitada de gift cards, já que os de 15 e 25 dólares já se esgotaram, restando apenas os de US$ 50 e US$ 100. Portanto quem deseja adquirir um, é bom correr.

Se o serviço for um sucesso (e há uma grande possibilidade que seja), nada impede que o PayPal expanda a opção de gift cards, adicionando opções como cartões da PSN e da Xbox Live, já que a Microsoft também prometeu aderir à venda de cartões em breve. E seria ainda mais interessante se ela vender códigos de outras regiões, o que seria o cenário perfeito para quem possui contas em diversos serviços de inúmeras partes do globo.

Fonte: PayPal via TNW.

emApple e Mac Produtividade Software