Mobile
Mobile
Digital Drops Blog de Brinquedo

Bug no Dropbox está apagando dados dos usuários na nuvem

Por em 13 de outubro de 2014

dropbox-down

Atenção você que salva seus arquivos no Dropbox e faz uso da ferramenta de sincronização seletiva: um bug reconhecido pela empresa está afetando uma parcela dos usuários, apagando alguns de seus arquivos em versões antigas do client para desktop.

continue lendo

emComputação móvel Internet Planeta Sem Fio Software Telecom Web 2.0

Android Wear a um passo de se tornar o melhor amigo dos corredores

Por em 2 de setembro de 2014

Google Conference

Um dos maiores problemas do Android Wear (e de praticamente qualquer smartwatch) é que ele precisa estar sincronizado com um smartphone para funcionar. Pode até parecer trivial quando você pensa em atividades do dia a dia, em que você tem seu telefone por perto de qualquer forma, mas é um incômodo em atividades onde quanto menos tralha você carrega, melhor, como correr por exemplo.

Em uma entrevista para a CNET, a turminha do barulho que cuida da engenharia por trás do projeto, David Singleton e Hiroshi Lockheimer, falaram sobre o direcionamento futuro da plataforma, incluindo funções que não necessitarão de um smartphone para funcionar. Estas funções serão incorporadas ao projeto aos poucos e em várias atualizações sucessivas até o final do ano.
continue lendo

emAcessórios Google Hardware Mercado

OneDrive começa a sincronizar arquivos maiores que 2 GB

Por em 2 de setembro de 2014

Microsoft-OneDrive-001

A Microsoft  segue tentando tornar o seu serviço de armazenamento na nuvem competitivo e acessível. Depois de aumentar o espaço de armazenamento gratuito e diminuir os valores cobrados para aumentar a cota (100 GB está custando US$ 1,99/mês; o que coloca o OneDrive em pé de igualdade com o Google Drive), agora ela está acabando com uma limitação muito irritante nos softwares de sincronização que impedia que arquivos maiores do que 2 GB fossem sincronizados para a nuvem.

Aparentemente a limitação está sendo abandonada, já que vários usuários relataram que seus arquivos grandes estão sendo sincronizados com sucesso, mas não para todo mundo. O porta voz da Microsoft avisou que eles começaram a liberar o suporte a arquivos grandes aos poucos e que eles farão um comunicado oficial através do blog do OneDrive.

Testes revelaram que a interface web ainda é limitada aos mesmo 300 MB por arquivo como era anteriormente. Ainda não ficou claro também se existe algum novo limite, pois alguns usuários relataram que conseguiram sincronizar arquivos maiores do que 5 GB, o que é bem grande, mas ainda saberemos se algum novo limite foi implantado.

Fonte: ArsTechnica.

emInternet Microsoft Software

Allcast propiciará espelhamento do Android no Chrome

Por em 19 de agosto de 2014

allcast

Koushik Dutta é um desenvolvedor que teve um certo destaque no ano passado quando apresentou o Allcast, um app desenvolvido originalmente para Chromecast que driblava as limitações do dongle do Google: originalmente ele não permite reprodução de conteúdo via nuvem ou armazenamento externo, dependendo do Chrome no desktop para isso. O app simplifica isso: basta abrí-lo, escolher qualquer mídia e jogá-la para o Chromecast, esteja onde você estiver.

continue lendo

emÁudio Vídeo Fotografia Computação móvel Entretenimento Google Planeta Sem Fio Software Telecom

Satya Nadella: cloud e mobile são o futuro da Microsoft

Por em 11 de julho de 2014

satya-nadella

Quando Steve Ballmer estava à frente da Microsoft, ele se esforçou em transformar Redmond numa companhia como a Apple: fornecer tanto software quanto hardware e criar uma experiência unificada entre seus produtos. Entretanto o atual CEO Satya Nadella revelou que vai remar numa direção diferente de seu antecessor, focando os esforços da empresa novamente em software mas sem perder o hardware de vista.

continue lendo

emComputação móvel Destaques Hardware Microsoft Planeta Sem Fio Software Telecom

Microsoft aumenta OneDrive para 15 GB de espaço gratuito (y otras cositas)

Por em 23 de junho de 2014

oneBFdrive

Quando o SkyDrive surgiu ninguém deu bola. Foi um daqueles casos onde a solução chegou antes dos problemas. Com o tempo o mundo foi ficando mais mobile, as pessoas começaram a usar mais computadores na rua, os arquivos cresceram e surgiram várias soluções, como o DropBox, que caíram na graça dos usuários.

Eis que a Microsoft acordou para o mundo mobile, alguns anos atrás e começou a melhorar suas ferramentas. Hoje o OneDrive é um excelente serviço de armazenamento remoto. Funciona de forma transparente, tem um monte de recursos e se tinha um grande pecado era o espaço limitado.

Não mais.
continue lendo

emInternet Microsoft Software

Adobe Creative Cloud – Fora do ar por 24 horas

Por em 16 de maio de 2014

cc-down

Lembram quando a Adobe decidiu mudar o seu formato de fazer negócios e passou seu principal produto, o Photoshop, de um modelo de instalação para um de disponibilidade na Nuvem? Muita gente não gostou do negócio por se sentir preso a uma assinatura mensal. A Adobe lançou várias explicações para toda a mudança, e uma delas era facilitar a atualização do programa para os usuários e, também. tornar mais complicada a pirataria. A questão da Pirataria caiu por terra pouco tempo após o lançamento da nova suite, pois já tinham versões craqueadas rodando pela mundo dos torrents, e a aceitação dos consumidores não foi muito positiva. As reações em fóruns e listas de discussão foram tão negativas que a Adobe teve que fazer um comunicado oficial explicando a decisão. De um modo geral, tirando os mimimis, o serviço foi bacana. Você dilui o pagamento da licença em um contrato de 18 meses e tem a possibilidade de escolher apenas aquilo que você vai utilizar. No caso dos fotógrafos é possível fazer um pacote com o Photoshop e o Lightroom. Os programas podem sofrer atualizações drásticas ao longo deste tempo, o que faz com que você esteja utilizando sempre um produto novo. Sem falar nas promoções com preços bem bacanas (até mesmo para brasileiros) para aderir ao serviço.

Porém, também existe um lado negativo, que se mostrou no dia de ontem para os usuários do Creative Cloud. O serviço simplesmente caiu, impossibilitando que os clientes acessassem suas contas e inviabilizando qualquer atividade. Por um bom tempo a Adobe não soube informar a duração da interrupção dos serviços. A única declaração da empresa era de que o problema já havia sido identificado e que estavam fazendo tudo para resolve-lo o mais rápido possível. Atualizações eram informadas constantemente na conta do twitter da empresa e uma página de ajuda foi criada para orientar os consumidores.

No momento, ao que parece, o serviço voltou ao normal. Embora a empresa tenha sido rápida em orientar os usuários do Creative Cloud sobre o problema e que estavam trabalhando para normalizar o acesso, e também pelo fato de que tudo durou pouco mais de 24 horas, a repercussão foi extremamente negativa no mundo virtual. Pessoas estão bradando ódio e destruição nos fóruns especializados. Se fosse na época medieval teríamos fogueiras em praça pública. Sei que tempo é dinheiro e grandes empresas se utilizam do Photoshop para campanhas publicitárias extremamente caras, mas esse é um problema que todo serviço on-line pode apresentar. Agora faz parte de nosso cotidiano.

Fonte: Dpreview

emÁudio Vídeo Fotografia Notícias