Mobile
Mobile
Digital Drops Blog de Brinquedo

Jade Raymond crítica jogos para celular

Por em 1 de julho de 2014

jade-raymond

Recentemente Jade Raymond esteve em uma conferência sobre games em Barcelona e um dos temas discutidos pela diretora da Ubisoft Toronto foi a maneira como boa parte dos estúdios estão criando jogos para celulares.

O mobile tem atraído mais pessoas para os games, mas não houve um boom criativo. O que passa como inovação no mobile são designs reciclados de jogos com 40 anos, com apostas do mundo real e dinheiro preso a eles.

continue lendo

emCelulares Destaques Games Indústria Jogos

Diafragma Químico para seu smartphone

Por em 24 de junho de 2014

diafragma_químico

Câmeras fotográficas estão presentes cada vez mais em dispositivos diminutos. Tanto smartphones, quanto tablets, possuem câmeras que estão cada vez menores. Embora seus componentes possam ser miniaturizados, tudo possuí um limite determinado pela atual tecnologia. O diafragma formado por lâminas sobrepostas é um deles. Os atuais dispositivos estão atingindo o limite de tamanho em que ainda serão funcionais. Tudo bem que grande parte dos dispositivos possuem poucos números f/stops e que a maior parte da exposição é controlada pelo obturador, mas um diafragma funcional possui suas vantagens.

Pensando neste problema, uma equipe de pesquisadores da Universidade de Kaiserslautern está pesquisando uma possível solução para o problema e que pode ser o futuro para a fotografia mobile. A ideia é se utilizar de uma micro-íris que, ao invés de lâminas físicas, é formada por anéis químicos. Esses anéis químicos são formados por um polímero eletrocrômico chamado PEDOT que se torna opaco quando uma corrente elétrica é aplicada, e volta a se tornar transparentes quando a corrente cessa. Desta forma os anéis vão simular as diferentes aberturas de um diafragma.

diafragma_químico_2

As vantagens do novo sistema são várias. A primeira é o tamanho diminuto do diafragma, que vai ter apenas 55 micrômetros de espessura. A segunda vantagem é o consumo de energia bem menor, se comparado com o sistema tradicional de diafragmas. Também será possível conseguir uma abertura de diafragma perfeitamente redonda, o que não acontece em todos os sistemas de lâminas. Porém, nem tudo são flores. O PEDOT não possui uma opacidade perfeita, afetando ainda o barramento de luz até o sensor. Porém, como a pesquisa ainda está no começo, o principal pesquisador do projeto, Tobias Deutschmann, está confiante que será possível executar um refinamento do material para propiciar a opacidade necessária.

Quem viver verá.

Fonte: Petapixel.

emÁudio Vídeo Fotografia Notícias Novos Materiais

Mesmo com o PS4, Sony fecha o ano fiscal de 2013 com prejuízo recorde

Por em 14 de maio de 2014

ps4

Ainda que as vendas do PS4 estejam dando um caldo no Xbox One, o suficiente para a Microsoft tomar uma decisão drástica, é bom lembrar que a situação da Sony definitivamente não está nada boa. Nos últimos tempos ela vem tentando enxugar suas finanças a todo custo, tendo inclusive cortado fora a divisão Vaio. Agora a empresa divulgou os resultados do último ano fiscal, e como era de se esperar os números não são nada animadores.

continue lendo

emÁudio Vídeo Fotografia Computação móvel Comunicação Digital Hardware Indústria Mercado Planeta Sem Fio Sony

Quase metade do lucro dos jogos mobile vem de apenas 0,22% dos jogadores

Por em 10 de abril de 2014

mobile

Com algumas empresas e pequenos desenvolvedores faturando verdadeiras fortunas com o desenvolvimento de jogos para dispositivos móveis, muitas pessoas tem olhado para esse mercado e visto ali uma excelente oportunidade de negócios. Porém, um estudo mostrou que ter sucesso neste ramo pode ser muito mais difícil do que aparenta.

Realizado por uma empresa chamada Swrve, a pesquisa coletou os dados de 30 jogos durante 90 dias e rastreou o comportamento de mais de 10 milhões de jogadores. No fim, eles descobriram que apenas 2,2% dessas pessoas gastaram algum dinheiro com os games e pior, 46% de todo o valor arrecadado veio de apenas 0,22% dos jogadores.

continue lendo

emCelulares Destaque Games Indústria Jogos

Adobe Lightroom 5.4 e o Lightroom Mobile

Por em 8 de abril de 2014

Hoje, ao abrir o Photoshop Lightroom, recebi uma notificação de atualização. Isso já se tornou normal, visto que novas câmeras estão chegando ao mercado e tal atualização periódica se torna necessária, mas uma novidade chamou atenção na lista de novas funcionalidades. Estou falando da compatibilidade com o Lightroom Mobile. A Adobe lançou a versão do aplicativo para iPad e o mesmo se mostra muito competente em executar várias opções de edição de imagem e se mostra importante na organização dos arquivos de imagens do iPad, assim como a versão desktop. O interessante é que você pode sincronizar os seus arquivos entre o iPad e o desktop utilizando a nuvem.

É possível sincronizar edições, coleções e metadados entre os catálogos do iPad e do computador (Mac ou Windows). O aplicativo faz importação automática das fotos feitas pelo iPad e sincroniza com o programa do computador. Também é possível fazer a edição off-line das imagens. Porém, a brincadeira só funciona com o Lightroom 5.4 e o iPad a partir da segunda versão rodando o iOS 7. O download do Lightroom mobile é gratuito, porém (sempre existe um porém) é necessário que você tenha uma assinatura do Creative Cloud para que ele funcione. Nos Estados Unidos, a assinatura mais atrativa é a  Photoshop Photography Program onde você tem o Lightroom 5, o Photoshop CC, o Lightroom Mobile e 20 GB de armazenagem na nuvem pela fortuna de US$ 9,90 por mês. Pelo menos hoje (08/04) a mesma oferta parece estar disponível para os brasileiros no site da Adobe do Brasil.

Junto com a nova atualização do Lightroom, a Adobe também liberou a nova versão do Adobe Camera RAW (versão 8.4). Além de corrigir bugs das versões anteriores, o novo Camera RAW oferece suporte para as novas câmeras lançadas (como a Nikon D4s) além de implementar algumas novas funcionalidades. Uma pequena observação é que a nova versão do Camera RAW não vai funcionar no Windows XP, no Windows Vista ou no Mac OSX 10.6.

lightroom mobile

Fonte: Dpreview.

emÁudio Vídeo Fotografia Notícias Software

Activision vai remover todos os DLCs da série Guitar Hero das lojas digitais em abril

Por em 20 de março de 2014

guitar-hero-warrios-of-rock

Foi bom enquanto durou. A Activision havia cancelado a série Guitar Hero em 2011, alegando desgaste da fórmula. A bem da verdade a culpa foi dela mesma: por pura ganância ela inundou as lojas com inúmeras versões do jogo, o que fez com que os jogadores enjoassem rapidinho da série. Até mesmo a série Rock Band foi afetada, e o título mais recente da série é Rock Band Blitz, um jogo que sequer utiliza instrumentos. No fim das contas o gênero evoluiu para uma variante mais técnica, representada exclusivamente por Rocksmith.

Ainda que não houvessem mais jogos recentes, donos dos títulos ainda poderiam adquirir DLCs pontualmente. Podiam do verbo “acabou”. A Activision anunciou ontem que a partir do dia 1º de abril (isso não é piada) todos os DLCs das diversas versões de Guitar Hero, bem como seus spin-offs Band Hero e DJ Hero deixarão de ser oferecidos.  A versão mobile para iOS também deixará de ser vendida, pondo um fim definitivo da série iniciada pela Harmonix há quase uma década atrás, em 2005.

Quem quiser adquirir tanto  game mobile quanto as músicas é melhor correr, pois a Activision está vendendo todos com 50% de desconto até o fim do mês. Passado o período a empresa promete que os servidores serão mantidos, portanto não há risco do jogador ficar impossibilitado de baixar seus arquivos.

Infelizmente é uma pena. Apesar da inundação de títulos do gênero que tivemos no fim dos anos 2010, o que causou a repulsa por parte do público que não aguentava mais outro jogo perecido com os anteriores, não há como negar que a série Guitar Hero era muito divertida e proporcionou horas de peripécias na frente da TV, onde qualquer um podia brincar de ser Jimi Hendrix ou Randy Rhoads. Além disso, títulos dedicados bandas como Aerosmith, Mettalica e Van Halen eram muito legais. Paciência, é a vida que segue.

Fonte: CVG.

emIndústria Microsoft Nintendo Sony

Ops! Usuários mandam excluir uma mensagem, mas Gmail acaba excluindo outra

Por em 29 de janeiro de 2014

gmail_exclusao_acidental

Quando utilizamos qualquer programa ou serviço, esperamos que ele esteja sempre disponível e, talvez o principal, que funciona sempre de acordo com o que queremos. Em alguns casos, usuários preferem pagar por versões premium para que tenham uma cláusula de disponibilidade à disposição. Mas, apesar de todos os investimentos que as grandes empresas fazem, vez ou outra, as coisas não funcionam a contento.

No dia 15 de janeiro, alguns usuários das versões para iOS, mobile e offline do Gmail começaram a experimentar uma situação inusitada e desconfortável. Ao utilizarem algumas ações do serviço de e-mail do Google, como marcação de mensagens como spam ou exclusão de mensagens, a ação era, de fato, feita, mas em outra mensagem.

continue lendo

emGoogle Internet Segurança Software Web 2.0