Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

Rift em breve se tornará (mais) gratuito

Por em 14 de maio de 2013

rift_14.05.13

Eu estou bem longe de ser um grande admirador dos MMOs, mas se tem um game do gênero que sempre tive vontade de jogar, é o Rift. Eu não sei ao certo se essa curiosidade se deve à ótima recepção do game por parte da mídia ou devido a sua temática, que embora se valha da boa e velha fantasia medieval, tenta inovar ao introduzir o conceito de fendas dimensionais, que provocam mudanças consideráveis na mecânica do game.

Contudo, o meu interesse pela criação da Trion Worlds nunca foi grande o suficiente a ponto de me fazer pagar uma mensalidade e apesar de uma versão gratuita do Rift estar disponível desde o ano passado, nunca gostei da ideia de que a partir de um determinado momento eu não poderia continuar evoluindo, a menos que pagasse pro isso, é claro.

A boa notícia para os mão-de-vaca jogadores como eu é que a partir do dia 12 de junho o MMO passará por uma nova reformulação em seu sistema de cobrança e se tornará inteiramente gratuito, eliminando a maior parte das limitações anteriores, mas obviamente dando algumas vantagens a aqueles que compraram o jogo ou que optarem por continuar pagando a mensalidade, como por exemplo um ganho maior de experiência, a possibilidade de termos mais personagens ou de carregarmos mais itens.

De acordo com a Trion, todo mundo terá acesso a todas as áreas e missões do jogo, incluindo aí as futuras atualizações e embora ele passará a contar com uma loja interna onde poderemos adquirir montarias, pacotes de expansão e itens que modifiquem a aparência dos personagens, os itens que influenciam diretamente na jogabilidade continuarão sendo ganhos conforme jogamos.

Depois dessa eu até me empolguei a dar uma chance ao Rift, mas quer saber? Só farei isso se ele aparecer no Steam, já que por enquanto apenas a versão paga pode ser adquirida no serviço de distribuição da Valve.

[via Polygon]

emMMO

Turbine avisa jogadores de Lord of the Rings Online: Paguem o aluguel!

Por em 7 de maio de 2013

pague-o-aluguel_07.06.13

Se você se aventurou pelo mundo do MMO Lord of the Rings Online, adquiriu uma casa por lá e há muito não visita o jogo, a Turbine, Inc. publicou um post no blog oficial onde avisam que tomarão uma medida drástica em preparação para uma atualização relacionada as casas presentes no game e para facilitar a vida daqueles que querem comprar uma delas.

Assim que o update 11 for ao ar, os jogadores que tiverem suas casas fechadas por mais de seis meses receberão um aviso final sobre a situação e a partir deste momento terão 60 dias para pagar a taxa de manutenção, caso contrário, serão despejados.

O prazo dado por eles pode até não ser os 14 meses a que estamos acostumados, mas acho bastante razoável e para comprovar que são bonzinhos, os itens que estiverem armazenados na moradia não serão descartados, mas armazenados num depósito, onde poderão permanecer indefinidamente e só precisará ser retirado de lá caso o jogador decida comprar outra casa.

Com isso é de se imaginar que o mercado imobiliário da Terra Média fique bastante movimentados nos próximos dias e embora eu tenha dado uma chance ao LotRO e gostado muito do que vi, não cheguei a ir muito longe e nem sabia que era possível comprar casas por lá.

[via Edge]

emMMO

Monster Hunter Online, o mais belo que a franquia já viu

Por em 22 de abril de 2013

A franquia Monster Hunter pode ter conquistado uma enorme quantidade de fãs ao redor do mundo, mas se tem uma coisa do qual ela não pode se orgulhar é de ser um primor visual. Tudo bem, graficamente a série nem chega a comprometer, mas como os jogos sempre foram lançados para aparelhos tecnicamente mais limitados, alguns jogadores se perguntavam como seriam aqueles fantástico mundos em máquinas mais poderosas e em breve eles terão essa oportunidade.

Isso porque a Capcom anunciou uma pareceria com a Tencent Games para a criação do Monster Hunter Online, título que começará seu período de testes em junho e que como o próprio nome sugere, levará a marca para o mercado de jogos massivos online e se nos capítulos anteriores era possível nos deparar com monstros que exigiam a cooperação entre até quatro pessoas para serem derrotados, neste não será raro precisarmos da ajuda de 23 outros jogadores para derrubarmos alguns inimigos.

A princípio o título gratuito havia sido anunciado apenas para o mercado chinês, mas de acordo com uma comunicado publicado pela Crytek, que fornecerá sua poderosa CryEngine 3 para a produção do MHO, o jogo está sendo desenvolvido tendo o mercado global como alvo e logo ele estará disponível internacionalmente para os computadores com Windows.

Segundo Areil Cai, diretor de desenvolvimento de negócios,  como esta versão manterá alguns elementos característico da série, como os vastos ambientes e profundas opções de customização, a engine de sua empresa a escolha ideal para um game desse tamanho e mesmo que no final das contas o MMO se mostre uma grande porcaria, acho que pelo vídeo abaixo já podemos dizer que pelo menos visualmente ele se destacará. Meu único medo é a máquina necessária para rodar algo assim.

continue lendo

emComputadores MMO

PlanetSide 2 ganha aplicativo para Android e iOS

Por em 18 de abril de 2013

planetside-2_16.04.13

Se você gostou do PlanetSide 2 e possui um celular ou tablet Android ou iOS, saiba que a Sony Online Entertainment tem uma boa novidade para você, o Mobile Uplink (Android e iOS).

Com este aplicativo oficial temos acesso a diversas informações do game, como estatísticas detalhada de veículos, classes e armas, fazendo com que ele sirva como um guia, mas é na área de dados dinâmicos que ele realmente se mostra útil, já que com esse programa os jogadores poderão acompanhar em tempo real o placar de pontuação, estatísticas dos personagens, BattleRank e até mesmo um mapa mostrando como está a ocupação territorial, um dos pontos principais do jogo.

Além disso, o Mobile Uplink ainda manterá os jogadores atualizados com as últimas notícias sobre o game, possibilitará conversas por voz, permitirá a procura de vídeos das partidas e oferecerá conteúdo criado pela comunidade, ou seja, pode ser bastante útil aos que se divertem no MMO.

Caso não saiba, o PlanetSide 2 pode ser jogado gratuitamente e possui um enorme mundo para ser explorado, onde três facções lutam pela soberania. Eu tive a oportunidade de jogá-lo durante o beta, gostando muito do que vi e apesar de nunca mais ter voltado aos seus servidores, estive pensando em organizar uma seção de jogatina com os leitores do Meio Bit Games, o que acham? Vocês teriam interesse em se reunir para montar um pelotão e experimentar o game? Pois eu acho que isso poderia ser bem divertido.

[via Polygon]

emCelulares Jogos MMO

Série Defiance estreia no Brasil

Por em 17 de abril de 2013

defiance_17.04.13

Em desenvolvimento pela Trion Worlds desde 2008, Defiance era um projeto bastante ambicioso que consistia de um um jogo de tiro num mundo aberto que funcionaria como um MMO e uma série para TV, esta produzida em conjunto com a Universal Cable Productions e que seria exibida pelo Syfy Channel.

Com a interessante promessa de que as principais ações realizadas no game interferirão no desenrolar da trama exibida na TV, foi ao ar na noite de ontem o episódio piloto da série e como tinha uma certa expectativa em relação a o que os envolvidos haviam criado, resolvi assistir e posso dizer que fiquei positivamente surpreso com este início.

continue lendo

emCultura Gamer Games MMO

EverQuest, o MMO com 14 anos de idade

Por em 19 de março de 2013

everquest-18.03.13

Nós vivemos uma época em que uma das principais maneiras das desenvolvedoras de games faturarem o máximo que podem é lançando versões anuais de seus principais jogos e por isso eu admiro muito aqueles títulos que permanecem prendendo a atenção dos jogadores mesmo vários anos após o seu lançamento, como é o caso do Counter-Strike 1.6, do primeiro StarCraft e do EverQuest.

No caso específico deste último, o final de semana marcou o 14º aniversario da franquia e para comemorar a impressionante marca, a Sony Online Entertainment deu início ao período de festas e claro, os maiores beneficiados serão os jogadores.

Entre os muitos eventos programados para serem realizados até o dia 26 de abril estão o ganho em dobro de experiência, a possibilidade de encararmos cinco missões criadas por outros jogadores de obtermos conteúdos que foram oferecidos durantes as aniversários passados e na semana passada eles ainda revelaram que várias restrições para quem joga gratuitamente seriam retiradas, tanto para o primeiro quanto para o segundo jogo, como a impossibilidade de jogarmos com qualquer raça ou classe, tornando-os ainda mais atraentes.

O mais legal disso tudo é que o jogo não dá o menor indício de que irá morrer tão cedo, mesmo porque uma nova expansão deverá chegar ao primeiro EverQuest em abril e recentemente a SOE anunciou que o designer Brad McQuaid  voltará a fazer parte da equipe responsável pelos games.

Diante tudo isso, até fiquei com vontade de dar uma chance ao jogo, cujo primeiro capítulo inclusive está disponível no Steam, só não sei se não valeria mais a pena encarar logo a sua continuação.

emMMO

World of Tanks registra mais 190 mil jogadores num mesmo servidor

Por em 14 de março de 2013

world-of-tanks-13.03.13

Talvez o World of Warcraft ainda mereça o título de MMO mais popular do planeta, mas com o World of Tank a Wargaming.net conseguiu uma façanha que deverá garantir um novo espaço para o game na próxima edição do livro dos recordes.

De acordo com a desenvolvedora, recentemente todos os servidores do jogo registraram pouco mais de 813 mil jogadores conectados simultaneamente, sendo que 190.541 desses estavam jogando e um mesmo servidor. O número supera e muito a marca anterior de 91.311, também registrada no World of Tanks em janeiro de 2011 e mostra que ao contrário de empresas como a EA, eles sabem como lidar com uma enorme quantidade de pessoas.

Com seu sucesso tendo aumentado consideravelmente nos últimos anos, principalmente na Rússia, o MMO gratuito que oferece batalhas de tanques de guerra entre os jogadores já teria mais de 50 milhões de usuários registrados e segundo Andrei Yarantsau, vice presidente de operações globais da desenvolvedora, se ele continuar neste ritmo logo quebrará também o recorde de jogadores totais conectados.

Vale lembrar que a Wargaming.net também administra o World of Warplanes e deverá lançar em breve o World of Warships, todos títulos que nos permitem duelar com equipamentos da Segunda Guerra e o lucro obtido com esses jogos tem permitido aos proprietários algumas excentricidades, como patrocinar uma expedição que tentará encontrar alguns Spitfires perdidos em Myanmar.

[via GamesBeat]

emMMO