Digital Drops Blog de Brinquedo

Microsoft anuncia Tablets Surface e cria categoria de MacBook Air Killer

Por em 19 de junho de 2012

surface2

Ontem a Microsoft cometeu a Suprema Heresia, mas tal como um padre com boas conexões, saiu ilesa e com uma perspectiva promissora, traumatizando os menorzinhos no processo, mas assim é a vida, tanto eclesiástica quanto corporativa.

Ela também provou que consegue manter um nível de segredo digno da Apple, mesmo sem agir de forma tão antipática e antissocial com a imprensa. A excitação era palpável (epa!) entre os participantes da coletiva, e não transmitir streaming do evento funcionou como multiplicador da ansiedade. É uma sacanagem com quem está de fora, mas funciona.

A heresia, como toda boa heresia dependendo do ponto de vista nem é tão herética assim, mas para outros foi uma facada nas costas, só que de frente, pois era esperado: A Microsoft anunciou uma linha própria de tablets. Não uma plataforma de referência, não um sistema operacional, não algo a ser vendido em OEM como a Intel faz, mas um tablet Microsoft, mesmo, na lata.

continue lendo

emDestaque Hardware Indústria Internet

Estará a Microsoft prestes a cometer a Suprema Heresia ou realmente entendeu o mercado de Tablets?

Por em 15 de junho de 2012

windowsjaba

Todo mundo faz merchã em séries de TV, se der mole o Tyrion ainda vai aparecer num Starbucks em Game of Trones (e traçar a barista), mas a Microsoft sempre fica deslocada. Demorei a perceber o motivo, mas é simples: Não existe “notebook Windows”. Um computador rodando Windows é a coisa mais natural do mundo, mas um laptop com a logo na tampa é algo que dispara alarmes na cabeça de todo geek. Quebra a “suspensão de incredulidade” exigida para apreciarmos a série.

A Microsoft nunca se meteu em hardware computacional, era e ainda é um tabu imenso. É visto como uma vantagem desleal junto à concorrência, e internamente teme-se perder o apoio dos “parceiros de hardware”. Há rumores inclusive de que a morte acelerada do Kin tenha vindo também do desconforto criado junto aos parceiros de telefonia.

Agora isso parece que pode talvez quem sabe mudar. Ou não. (notem a tiração da reta)

Foi anunciado um evento secreto para segunda-feira, onde a Microsoft ará algum anúncio bombástico. Fontes sugerem que será relacionado com Tablets ARM rodando Windows RT. O pessoal do Wrap vai mais além: Dizem que um informante cantou a pedra de que irão produzir um tablet próprio.

Faz sentido. O mercado de tablets não-iPad é praticamente inexistente. Fora a Samsung ninguém vende nada. MARCAS não estão vendendo tablets, então esse fator de negociação não existe. Um tablet HTC não “vale” mais que um Asus ou Toshiba ou da OCP, se bem que eu compraria um tablet da OCP.

É diferente do caso da telefonia, onde o nome Nokia ainda é muito, MUITO respeitado, e faz sentido uma parceria lançando celulares com nome e know-how Nokia.

Um tablet Windows traria para a Microsoft as mesmas vantagens do iPad para a Apple: Controle absoluto sobre o hardware e associação com a marca, que apesar do que os haters gostam de pensar, tem uma enorme penetração (epa!) junto ao consumidor.

O altíssimo, quase irreal custo do Windows RT para outros fabricantes funcionaria então como uma forma de controle de qualidade, evitando que o Windows nos tablets tivesse o mesmo destino do Android, aparecendo em equipamentos respeitáveis como os Samsung e em um monte de pedaços de lixo de R$300 vendidos no Mercado Livre.

Iria irritar fabricantes? Provavelmente, mas lembrando que eles vendem hoje ZERO tablets Windows isso não afetaria muito os números finais.

Daria certo? Apesar da morte injusta do Kin, eu preferiria comprar um tablet da Microsoft do que qualquer dispositivo portátil da Dell, que AMA destruir suas linhas sem aviso prévio. (RIP Axim x51v) Resta saber se o nome Windows é forte o suficiente para vencer no mundo dos Tablets Premium. A Microsoft tem gordura a rodo pra queimar, se quiser investir no segmento. Funcionou na área de Games. Há indícios de que está começando a funcionar em telefonia. Nos tablets? Quem viver, verá. (você não, Blackberry)

emIndústria

Suporte do XBox dá melhor resposta EVAR a usuário engraçaralho

Por em 12 de junho de 2012

Suporte online é uma atividade desgraçada. Você não pode explicar pra anta que ele é uma anta, tem que ouvir desaforo calado, tem que explicar que a estrelinha amarela indica que o Windows Piratex que a pessoa está usando não vai sair enquanto ela não pagar pelo software… tudo com um sorriso no rosto.

Por isso, de vez em quando é preciso um rápido bateu-levou, e a vítima da vez foi um engraçaralho que enviou a mensagem abaixo via Twitter para o suporte do Xbox:

engracaralho

Cheio de graça, o espertão resolveu trollar o suporte, dizendo:

“@XboxSupport, eu f@*&@di o meu xbox 9 meses atrás e hoje um Windows Phone saiu pelo disk drive”

O suporte respondeu na lata:

“Desculpe, não recomendamos inserir pequenos objetos no XBox 360.”

Bateu, Levou.

emCultura Gamer Games

Bing para Surface. Previsivelmente lindo

Por em 10 de junho de 2012

O Surface sem dúvida é a melhor invenção da Microsoft que ninguém tem dinheiro para comprar. Todo dia surge uma nova aplicação futurista, e o produto já deixou faz tempo de ser visto como “mesinha inteligente”, mas uma característica da maioria dos demos é que são “isolados” do resto do Mundo Microsoft.

Nesse caso o projeto da Stimulant é diferente.  Usam o Bing, uma ferramenta real de busca e atividades reais, como pesquisa de imagens e mapas, mostrando como o Surface pode ser superior ao método tradicional mouse/teclado.

Minha única dúvida é como isso não está ainda sendo usado em tudo que é série de TV policial.

Fonte: ISS

emHardware

COMPUTEX 2012: Acer Aspire 7600U–O “agora vai” do Windows 8

Por em 5 de junho de 2012

acer_aspire_7600u

TL;DR Acer lança desktop integrado de 23 polegadas, Windows 8, tela escamoteável e 64 pontos de toque

Muita gente se pergunta o motivo do touchscreen do Windows 7 nunca ter decolado. EU acho que parte do motivo ficou claro quando fui apresentado a um lançamento de um fabricante nacional de qualidade questionável e o equipamento “touch” dele era menos tocável que um sacristão menina. Sério, a porcaria tinha DOIS pontos de toque, e só.

Com a promessa do Windows 8, de um mundo mais iPad, a dependência dos fabricantes aumentou. Se a Microsoft não se mostrasse atraente ninguém desenvolveria equipamentos que utilizassem os recursos do Windows 8, e sem essas novidades o interesse de migrar seria mínimo. O 7 ainda é maravilhoso e no dia-a-dia bate até o MacOS (reclamações para [email protected]).

continue lendo

emHardware

E o Kinect não serve pra nada… (sim, você já sabe que vem coisa legal)

Por em 28 de maio de 2012

Os haters ladram, a caravana passa e mais gente descobre novos usos para o Kinect. O principal deles é ser uma ferramenta-coringa, não feita para substituir algo existente mas para viabilizar novas idéias.

No caso abaixo um grupo de estudantes decidiu transformar o Kinect em um Surface Ao Contrário, criando uma interface onde a informação de profundidade afeta o que está sendo exibido na tela. É como se tornasse realidade o terminal de caixa eletrônico onde um filho de uma dama que troca favores por dinheiro aperta com força, quase entortando o vidro, achando que assim o botão virtual funcionará.

Aqui funciona, e de cara já imagino um simulador de sistema solar mostrando os poços gravitacionais dos planetas. Se bem que os demos que eles criaram já são muito legais, veja:

Fonte: W

emHardware

Juíz recomenda banir XBox 360 dos EUA

Por em 27 de maio de 2012

A Microsoft e a Motorola estão envolvidas em uma disputa jurídica, desde que, em 2010, a Motorola acusou a Microsoft de violar 4 patentes relacionadas à tecnologia usada no XBox 360, para conexão wireless e decodificação de vídeo entre os controles e o console.

Recentemente essa disputa ganhou mais um capítulo, quando o juiz David Shaw recomendou à Comissão Internacional de Comércio, que o console da Microsoft seja banido dos EUA em suas versões de 4 e 250Gb.

A Microsoft argumentou que a recomendação do juíz não serve ao interesse público, deixando ao consumidor apenas duas opções de consoles no mercado – o PlayStation 3 e o Nintendo Wii. Mas o juiz rebateu o argumento, deixando claro que o interesse público em assegurar o direito de propriedade intelectual é mais importante do que qualquer impacto econômico em potencial, aos consumidores deste tipo de produto. Além disso, ele não estaria convencido de que a Sony e a Nintendo – fabricantes do PlayStation e Wii, respectivamente – não poderiam cobrir o acréscimo de demanda, provocado pela ausência do XBox 360 no mercado.

Se a Comissão Internacional de Comércio acatar a recomendação de David Shaw, o Presidente Barrack Obama terá 60 dias para rever tal decisão. Após a expiração deste prazo, o próximo passo seria o Tribunal de Apelações Federal.

Na Alemanha, um tribunal já deu veredicto a favor da Motorola, garantindo a proibição das vendas do console da Microsoft no país, mas um juiz nos EUA conseguiu reverter temporariamente tal decisão. E a briga continua…

[via Eurogamer]

emMicrosoft