Mobile
Mobile
Digital Drops Blog de Brinquedo

China kiba Android e iOS e lança o COS, um sistema mobile estatal

Por em 16 de janeiro de 2014

cos-china

Não é de hoje que a China faz de tudo para sugar know-how de empresas estrangeiras e implantar seus projetos democráticos populares para o benefício do povo chinês, sem ter que pagar nenhum centavo aos porcos capitalistas que exploram a nação. Por outro lado, nós que estamos do outro lado temos um nome diferente para isso: kibe. Que o diga a Kawasaki, que fechou uma joint venture com Pequim, foi expulsa do país depois de compartilhar a tecnologia de trens-bala e depois o governo chinês apresentou sua própria solução, um Ctrl+C Ctrl+V sem vergonha. Muitos países estão na mesma situação, até o Brasil: há anos o governo tenta vender aviões da Embraer, mas a joint que está kibando até a Boeing também está desenvolvendo um bólido praticamente igual ao brasileiro E-195.

Agora a bola da vez são os smartphones. Após montando smartphones e tablets e testando iOS, Android e Windows Phone em seu território, era evidente que uma iniciativa nesta área iria aparecer mais cedo ou mais tarde. Pois hoje o governo chinês revelou o COS, um sistema operacional estatal que irá equipar os smartphones vendidos no país, com a missão de combater a expansão dos três principais SOs mobile estrangeiros com um produto “popular”. E como você deve ter imaginado, o nome significa “China Operating System”.

continue lendo

emComputação móvel Comunicação Digital Mercado Mundo Estranho Planeta Sem Fio Software

CES 2014: Intel Edison, um dual-core do tamanho de um cartão SD

Por em 7 de janeiro de 2014

intel-edison

É, parece que a Internet das Coisas veio para ficar. Há quatro meses atrás a Intel apresentou o Quark, um SoC tão pequeno que chega a possuir um quinto do tamanho dos atuais e diminutos Atom. A intenção por trás da empresa é fornecer os meios para os fabricantes conectarem virtualmente tudo. E agora ela demonstrou o que é possível fazer ao apresentar o Edison, um computador tão pequeno que cabe literalmente num cartão SD.

Equipado com um Quark e construído com um processo de litografia de 22 nanômetros, o Edison é um conjunto dual-core de 400 MHz, possui conectividade Wi-Fi e Bluetooth e foi desenvolvido para rodar Linux, embora por ser de arquitetura x86 seja virtualmente possível instalar outros sistemas operacionais nele. Mais interessante, o minúsculo PC pode-se conectar à sua própria loja de aplicativos. Novamente o CEO da Intel Brian Krzanich lembrou que o Edison é voltado para desenvolvedores, fornecendo uma solução completa de hardware para ajudar a alavancar a nova geração de computadores, sejam vestíveis ou eletrodomésticos inteligentes.

A Intel demonstrou o funcionamento com uma espécie de babá 2.0: no conceito um bebê vestia uma roupa especial com sensores que monitoram seus sinais vitais e envia as informações para uma caneca com LEDs, que se acendiam de acordo com o estado do pequeno; verde se ele está confortável, vermelho em estado de alerta. Ao mesmo tempo os sensores enviam comandos para um aquecedor de mamadeiras, que entra em ação quando o bebê começa a chorar de fome.

Como a Intel não é boba ela revelou uma competição onde premiará os melhores projetos dos desenvolvedores envolvendo o pequeno computador. Sem dar maiores detalhes, Krzanich apenas disse que o valor total de prêmios será de US$ 1,3 milhão e o primeiro colocado levará a bolada de US$ 500 mil. O Edison estará disponível em meados de 2014 e seu preço não foi divulgado.

Fonte: Engadget.

emComputação móvel Comunicação Digital Destaques Hardware Mercado Mundo Estranho Planeta Sem Fio

CES 2014: Valve revela modelos e preços das Steam Machines

Por em 7 de janeiro de 2014

steam-machines

Se você esperava que Gabe Newell iria à CES 2014 para anunciar Half-Life 3, sinto desapontá-lo mas não foi dessa vez (e pelo que ele disse numa entrevista ao Washington Post, as chances dele e de qualquer outra sequência de títulos da Valve surgirem num futuro próximo é bem baixa).

Para quem está acompanhando as novidades o evento nem foi muito surpreendente, Gabe apenas revelou as empresas parceiras que serão responsáveis por fabricar as esperadas Steam Machines, a aposta da Valve para levar sua plataforma e por tabela o Linux para a sala de estar, além dos preços que variam entre as categorias “console de última geração” e “computador da NASA”. Delas, 12 detalharam seus produtos, a Alienware forneceu apenas imagens e a Maingear entrou tarde na lista e não conseguiu incluir detalhes de seu modelo.

Sem mais delongas, vamos às máquinas:

continue lendo

emComputadores Destaques Hardware

Windows 8 ganha espaço entre usuários do Steam

Por em 6 de janeiro de 2014

windows-8.1

Quem aí se lembra do período que antecedeu o lançamento do Windows 8? Várias pessoas da indústria de games declararam preocupação com a maneira como a plataforma era fechada e mesmo sem citar explicitamente isso, ficaram assustadas com a loja própria que o sistema traria, dando-se início a um processo de tentar enfraquecer a criação da Microsoft.

A investida mais forte neste sentido foi feita pela Valve, que valendo-se de sua força, propôs a utilização do Linux para games e após o anúncio de várias novidades, incluindo aí seu próprio SO, era de se imaginar que a adesão ao Windows 8 poderia sofrer, mas não foi bem isso o que uma pesquisa realizada pela editora constatou.

Se considerarmos as versões 8 e 8.1 do Windows, hoje 19,97% dos usuários do Steam usam o sistema. uma parcela que está muito abaixo dos mais de 60% dos que ainda continuam no Windows 7, mas que sem dúvida não pode ser ignorada. Na verdade, essa quantidade de pessoas é tão significativa que supera – e muito – os jogadores que utilizam Mac ou Linux, que somados são apenas 4,63%, sendo que menos de 1% estão no sistema do pinguim.

No entanto, temos que levar em consideração alguns detalhes nestes números, como o fato de a pesquisa não ser obrigatória e o estado em que o SteamOS foi liberado, pois embora ele esteja funcional, instalá-lo está longe de ser algo tão simples quanto um Ubuntu ou o próprio Windows.

Mas isso significa que fracassou a ideia de roubar a soberania da Microsoft? Ainda não podemos fazer tal afirmação. Temos que lembrar que cada Steam Machine virá instalada com Linux, o que deverá aumentar consideravelmente a utilização do sistema nos próximos meses, só resta saber quanto dos mais de 95% desse mercado eles conquistarão e principalmente, se isso será o suficiente para convencer as editoras a lançarem seus jogos para Linux e assim fazer com que mais pessoas mudem de lado.

emComputadores Games Linux

Cuphead, o curioso título do Studio MDHR

Por em 3 de janeiro de 2014

Cuphead

Recentemente temos visto diversos games que bebem da fonte da nostalgia, investindo num visual e jogabilidades retrô, movimento esse iniciado completamente por acaso por Daisuke “Pixel” Amaya em 2004, com Cave’s Story. O Studio MDHR está indo nesta linha, ao se inspirar em títulos como Contra III, Mega Man X e Gunstar Heroes ao tentar revitalizar o gênero run ‘n gun com Cuphead.

continue lendo

emComputadores Microsoft Sony

Vendas de Chromebooks respondem por 10% do mercado de PCs nos Estados Unidos em 2013

Por em 30 de dezembro de 2013

HP Chromebook 11

Vocês se lembram quando a Microsoft resolveu apelar para o FUD, lançando uma campanha contra o Chromebook literalmente chamando-o de aparelho de spyware do Google? Segundo a companhia de marketing NPD, essa preocupação tem razão de ser: em 2013 o mercado de ultrabooks aumentou bastante, ao contrário que o de PCs e notebooks só desce a ladeira, e a situação só vai piorar.

Para se ter uma ideia, dentre os três modelos de notebooks mais vendidos da Amazon US neste feriado, dois eram ultrabooks. Como o HP Chromebook 11 foi retirado do mercado e só voltou recentemente devido problemas na fonte, os campeões de vendas na Amazon neste natal foram o Acer C720 e o Samsung Chromebook, ambos modelos de US$ 249. Em terceiro lugar veio o ASUS Transformer, de US$ 399.

continue lendo

emComputação móvel Comunicação Digital Google Hardware Mercado Planeta Sem Fio Software

É possível colocar Windows e SteamOS em Dual Boot; só é preciso uma pequena gambiarra

Por em 18 de dezembro de 2013

SteamOS: um Linux nada amigável para quem gosta de dual-boot

Como Gabe Newell e a turma da Valve resolveram que o SteamOS deveria ser um sistema intuitivo ao máximo para que rodasse a contento nas Steam Machines, é evidente que seu funcionamento não tem muito a ver com o Linux em si apesar de ser baseado em Debian. Claro, é possível acessar a interface tradicional do sistema operacional, mas como ele é voltado para máquinas dedicadas e a empresa está desencorajando o usuário final a instalá-lo por conta própria, nesse primeiro momento ele deleta todas as partições de um HD e se instala magnânimo no computador. Quem não quer perder o Windows, o Mac OS X ou outra instância Linux pode apelar para o VirtualBox, mas a verdade é que é possível instalar dois sistemas em Dual Boot, inclusive o SteamOS e o Windows. Basta forçar o GRUB a reconhecer a outra partição. continue lendo

emCultura Gamer Dicas Linux Linux Microsoft Software Tutorial