Mobile
Mobile
Digital Drops Blog de Brinquedo

[Review] iPhone 6 Plus é perfeito para mim, mas não é um smartphone para todos

Por em 25 de março de 2015

iphone_6_plus_1

O iPhone 6 Plus é um smartphone com tela gigantesca de 5,5 polegadas, mas é tão fino e leve que não incomoda. Por dentro, o iPhone 6 Plus é equipado com o processador A8, a segunda geração de processadores de 64 bits mobile da Apple, e tem o apoio do coprocessador de movimento M8. Não gosto de fazer um review com pouco tempo de uso, procuro usar o aparelho pelo menos por um mês antes de escrever o texto, mas neste caso foram vários, então aproveito para pedir desculpas pela demora na entrega do post.

Como geralmente acontece com produtos da Apple, não basta simplesmente compararmos as especificações com seus concorrentes, e sim a experiência de uso, e no caso do iPhone 6 Plus, a minha foi excelente. Embora não seja um aparelho para todos, graças ao seu tamanho e preço, o iPhone 6 Plus é perfeito para o meu gosto pessoal. Desde 2007, eu tive todos os modelos de iPhone já lançados, e este é o melhor de todos eles, superando até mesmo o iPhone 6 nos quesitos tela, bateria e estabilização de imagens na câmera. Testei ele por vários meses em todas as situações, com uso constante no dia a dia, e posso dizer sem qualquer exagero que ele é o melhor smartphone que eu já usei, pelo menos até hoje.

O iPhone 6 Plus pesa 172 gramas, mas sinceramente na mão parece até leve, levando se em conta seu considerável tamanho (158,1 mm × 77,8 mm). Ele também é bem fino, com espessura de 7,1 mm. Na lateral esquerda, os botões de volume e o botão de silenciar o volume ou trocar a opção de rotação da tela. Na lateral direita, o slot do nano-SIM e o novo botão de ligar, que saiu do topo por uma questão de necessidade, já que seria impossível de alcançar com uma só mão.

iphone_6_plus_2

Em termos de design, não tem nem o que dizer, as bordas arredondadas e o vidro que se integra na lateral tornam o iPhone 6 Plus confortável de usar, mesmo sendo na prática uma peça finíssima de metal, algo essencial para um aparelho que você mais vai usar durante o dia. O único porém é a câmera que se sobressai, mas isto não chega a incomodar e, além de ter um precedente na Apple com o iPod Touch, também é o caso de vários concorrentes. Como eu não recomendo que você ande com um smartphone tão caro sem estar devidamente protegido por um case, esta diferença na espessura deixa de ser uma questão. Mesmo que prefira usar o aparelho sem case, a câmera é protegida por safira, então você pode ficar tranquilo que ela não irá arranhar, pelo menos não em condições normais de uso.

Depois que você se acostuma a usar um aparelho tão grande, até a tela de 4,7 polegadas do iPhone 6 se torna pequena. A tela de 4 polegadas do iPhone 5s então, nem se fala, e a minúscula tela de 3,5″ do iPhone 4 parece de brinquedo. Pra quem gosta de espaço como eu, não é sacrifício nenhum usar uma tela tão grande, muito pelo contrário, mas o iPhone 6 Plus não é para qualquer um, e muitos usuários já vão ficar plenamente satisfeitos com a tela do iPhone 6. Dito isto, ele tem suas vantagens. Com o iPhone 6 Plus, você pode girar a home para usar o smartphone sempre na horizontal, se assim preferir, e vários aplicativos já estão otimizados para melhor aproveitar todo o espaço disponível.

Como citei no começo do texto, outra grande diferença entre o iPhone 6 e o 6 Plus é a estabilização óptica de imagens. A câmera do iPhone 6 Plus usa o processador A8, o coprocessador M8 e o giroscópio para tirar fotos de ótima qualidade, mesmo em condições de baixa luminosidade. Se você preferir usar o flash, ele tem tecnologia True Tone, assim as fotos ficam com cores mais naturais.

A câmera de 8 megapixels tem lente de 5 elementos com abertura ƒ/2,2 e grava vídeos em Full HD em 30 ou 60 frames por segundo, em câmera lenta com 120 ou até 240 frames por segundo, além de fazer timelapses e panoramas com até 43 megapixels. O 6 Plus também conta com câmera frontal HD de 1,2 megapixels com abertura ƒ/2,2.

Se você pensa em comprar o iPhone 6 Plus, vale destacar que é impossível usar o aparelho com uma só mão sem ter que apelar para o recurso que a Apple chama de “alcançabilidade”, ou “reachability”. Esta “alcançabilidade” traz o conteúdo para perto dos dedos com dois toques no botão home, algo que depois que você se acostuma, é difícil viver sem, e que torna o 6 Plus mais fácil de usar do que aparelhos com telas menores, mas também grandes demais para serem usados com uma só mão.

Quem sabe em uma próxima versão, o conceito possa ser melhorado para que você possa incluir alguns apps que usa no dia a dia, permitindo que você navegue pela tela em destaque, ou quem sabe até possa rodar outro aplicativo no espaço que fica sobrando, mas por enquanto ele já é suficiente para você clicar no botão de enviar um tweet ou post no Facebook, por exemplo, e faz a diferença na prática.

continue lendo

emAnálise Apple e Mac Destaque Destaques Resenha

Meerkat: o app que transforma o Twitter no LiveChat

Por em 17 de março de 2015
wrong-meerkat

Ops, Meerkat errado. :)

Meerkat. Se você nunca ouviu falar desse nome não te culpo, o app é relativamente novo e só está disponível para iOS. Mas saiba que esse novo aplicativo está dando o que falar lá fora, com várias empresas de olho em seu potencial. Quem não está gostando dele é o Twitter, que já tratou de frear seu crescimento.

Mas afinal, o que ele faz?

continue lendo

emApple e Mac Software Web 2.0

Jony Ive: baixa duração da bateria do iPhone não é importante

Por em 9 de março de 2015
jony-ive

Para Jony Ive, design do iPhone vem antes da autonomia da bateria

Embora muita gente diga que o iPhone seja lindo incrível maravilhoso tudibão, é fato que a grande maioria de seus donos reclamam há muito tempo da duração da bateria dos smartphone da maçã. Só que para o SVP de design da Apple Jony Ive, isso não é um fator importante na hora de desenvolver um novo aparelho, e deu seus curiosos motivos para isso.

continue lendo

emApple e Mac Destaques Indústria Mercado Planeta Sem Fio

Executivo do Google esquece o que é capitalismo e ataca preços da Apple

Por em 2 de março de 2015

militante

Uma vez uma conhecida minha pedagoga sindicalista reclamou que havia saído pra comprar um negócio, foi em várias lojas, cada uma tinha um preço diferente. Disse que o Governo deveria determinar o preço assim ela não perderia tempo batendo perna.

Ela obviamente esqueceu do templo do Plano Cruzado, com congelamento de preços, ágio, escassez de produtos, etc. Também esqueceu toda a história da Europa Oriental, e como durante mais de 20 anos o Lada não mudou um parafuso. 20 anos era aliás o prazo de entrega.

No mundo real lojas têm custos diferentes, margens de lucro diferentes, valores agregados diferentes. Isso é economia básica, mas escapou à minha amiga e escapou a Sundar Pichai, chefe de produto do Google. 
continue lendo

emApple e Mac Destaques Google Mercado Mundo Estranho

MWC 2015: SanDisk força a barra com Micro-SD de 200 GB

Por em 2 de março de 2015

sandisk-memory-card-200-gb

Espaço de armazenamento sempre é bom, ainda mais quando estamos falando de memória Flash, muito mais segura do que os bons e velhos HDs. Claro, um SSD de 1 TB como backup é o sonho de consumo de muita gente mas é completamente irreal para a maioria, dados os custos envolvidos.

Espaço para dispositivos mobile é outro problema. Androids e Windows Phones ainda gozam na maioria das vezes da vantagem da entra para cartões Micro-SD, e é pensando neles que a SanDisk chutou o pau da barraca com vontade ao apresentar na MWC 2015 um novo cartão com assustadores 200 GB de espaço interno.

continue lendo

emAcessórios Destaque Destaques Hardware Indústria Mercado

“E aí Siri, beleza?” — próxima versão do iOS (8.3) vai falar em bom português brasileiro

Por em 23 de fevereiro de 2015
Laguna_Apple_iPhone_6_Siri_em_portugues

Belo espelhinho, dona Apple (crédito: PPLware)

A caravela do grande império multibilionário da Maçã maligna de Cupertino finalmente desembarca na terra descoberta conquistada por Pedro Álvares Cabral. Foram quase 4 anos e quase 4 versões de espera (isso no iPhone, no iPod Touch e iPad seriam 3), mas finalmente a assistente virtual do iOS vai entender e falar com quase 300 milhões de lusoparlantes.

Foi descoberto no beta do iOS 8.3 que a Siri vai ter como nova opção o português brasileiro. Foi mal aí, Portugal.
continue lendo

emApple e Mac Destaque Destaques Software

Office para iOS agora se integra ao iCloud, ou quase isso

Por em 18 de fevereiro de 2015

office-ipad-icloud-drive

Em novembro último a Microsoft fechou uma parceria com a Dropbox a fim de fornecer aos usuários do Office para iOS, Android e web uma opção simples e prática para abrir, editar e salvar seus arquivos na nuvem: a integração foi total, uma via de mão dupla que funciona de maneira bem prática e intuitiva.

Ontem Redmond estendeu o programa para mais parceiros: a partir de agora é possível na versão de iOS abrir arquivos do iCloud Drive e também do Box, entretanto a integração é por enquanto apenas parcial no que tange ao serviço da maçã.

continue lendo

emApple e Mac Computação móvel Internet Microsoft Planeta Sem Fio Produtividade Software Web 2.0