Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

Jogo tem seu preço influenciado pela temperatura de Londres

Por em 27 de fevereiro de 2015

A-Good-Snowman-Is-Hard-To-Build

De uns anos pata cá temos visto os estúdios testarem as mais variadas formas de preço para suas criações, oferecendo bundles, jogos com microtransações ou até permitindo que o valor seja definido pelos consumidores, mas acho que nenhum adotou uma solução tão criativa quanto o A Good Snowman Is Hard To Build.

Nele controlamos um monstro que tem como objetivo criar bonecos de neve, numa sucessão de quebra-cabeças que vão se tornando cada vez mais difíceis e que apesar de sua mecânica simples, tem sido elogiado por ser extremamente viciante.

continue lendo

emComputadores

Brenda Romero fala sobre como o Minecraft mudou a indústria de games

Por em 20 de fevereiro de 2015

minecraft

Independentemente de o considerarmos um jogo bom ou mesmo divertido, gosto de olhar para o Minecraft e enxergar nele um dos títulos mais importante da indústria, já que foi o principal responsável por mostrar que qualquer pessoa – pelo menos na teoria – poderia criar um game e fazer sucesso com ele.

Porém, mesmo que você não dê muita importância para a ascensão dos estúdios indies, a game designer Brenda Romero afirmou que a criação de Markus Persson foi responsável por revolucionar a indústria de outra maneira, uma que provavelmente afetou a todos nós.

continue lendo

emIndústria

Bethesda proíbe que jogo indie se chame Fortress Fallout

Por em 18 de fevereiro de 2015

Fortress-Fallout

Era uma vez um pequeno estúdio independente que buscava seu lugar ao Sol criando jogos para tablets e smartphones. Para conquistar os jogadores e quem sabe, fazer do projeto uma mina de ouro, a Xreal começou a desenvolver um game chamado Fortress Fallout. Mal sabiam que isso incomodaria os deuses da indústria, no caso a ZeniMax, companhia conhecida por ser dona da Bethesda e por seus onipresentes advogados.

Co-fundado por Jordan “CaptainSparklerz” Maron, um famoso Youtuber, o estúdio recebeu na última semana uma carta da editora exigindo que eles trocassem o nome do projeto e caso você tenha imaginado que isso se deve a palavra Fallout, acertou, por mais difícil que seja acreditar.

Restava então à pequena desenvolvedora duas opções: desistir da disputa ou encarar uma briga complicada nos tribunais. A Xreal preferiu não bancar o Davi.

continue lendo

emIndústria

Square quer ressuscitar séries Fear Effect, Gex e Anachronox

Por em 18 de fevereiro de 2015

fear-effect

Acho que podemos dizer que a indústria do entretenimento no geral, não só a de games, vive a época dos remakes, do renascimento de franquias e do reaproveitamento de ideias. Mirando no saudosismo das pessoas e numa teórica facilidade de recuperar o valor investido na produção de “novas” obras, os estúdios tem apostado bastante nesse tipo de projeto e uma empresa que revelou estar interessada em continuar fazendo isso é a Square Enix.

Pelo jeito algum funcionário da companhia andou fuçando nos arquivos da Eidos e percebeu que a desenvolvedora possui algumas marcas que fizeram algum sucesso no passado, mas foram esquecidas e enxergando potencial nelas, a companhia resolveu tirá-las do baú e as escolhidas foram as séries Fear Effect, Gex e Anachronox.

continue lendo

emMuseu

O melancólico fim (?) do Under the Ocean

Por em 11 de fevereiro de 2015

under-the-ocean

No início de 2013, antes mesmo de passar a ser vendido como Early Access no Steam, o jogo de sobrevivência Under the Ocean chamou minha atenção e resolvi ajudar o seu financiamento comprando uma cópia.

Com uma visão em duas dimensões, o game era um sandbox onde encarnaríamos um náufrago e com a ilha que nos serviria de casa sendo gerada aleatoriamente a cada partida, sobreviver no local seria sempre um novo desafio, com o jogador tendo que conseguir comida, abrigo e ainda se preocupar com doenças.

continue lendo

emComputadores

Criadores do Darksiders falam sobre jogos indies e o futuro

Por em 11 de fevereiro de 2015

Hunt-Horrors-of-the-Gilded-Age

Quando se trata do lado profissional, o passado recente do pessoal da Gunfire Games é algo que deveria ser transformado num filme. Após vários anos trabalhando na Vigil Games, onde ajudaram na criação da série Darksiders, com a falência da THQ boa parte da equipe passou para a Crytek USA, onde fariam o Hunt: Horrors of the Gilded Age, mas antes que isso acontecesse o estúdio também enfrentou grandes problemas financeiros e acabou fechando as portas.

Das 22 pessoas que passaram a fazer parte do novo estúdio, apenas duas não estiveram na Vigil, o que significa um bom entrosamento e profissionais habituados a trabalhar com títulos de grande porte. Porém, sem o amparo de uma grande editora, a Gunfire teria muitas dificuldades em criar um arrasa-quarteirões, certo? Pois é aí que a coisa começa a ficar interessante.

continue lendo

emIndústria

Série Condemned poderá voltar (mas pelas mãos de um estúdio indie)

Por em 4 de fevereiro de 2015

Condemned

Durante vários anos Jace Hall atuou como CEO da Monolith Productions e quando deixou o estúdio que ajudou a fundar, o executivo tratou de levar consigo os diretos sobre uma das suas principais marcas, a série Condemned.

Lançado em 2005, Condemned: Criminal Origins é um ótimo jogo de suspense em primeira pessoa que foi publicado pela Sega e que três anos depois recebeu uma continuação. Porém, desde então não ouvimos mais notícias sobre a franquia, que na minha opinião ainda pode render algumas boas histórias.

continue lendo

emMiscelâneas